A PSIQUE E AS PSICOLOGIAS

FAMÍLIA QUE COME UNIDA PERMANECE SAUDÁVEL

Refeições compartilhadas reduzem o estresse e melhoram a alimentação

As refeições em família são um hábito cada vez mais difícil de manter na vida moderna. A correria do dia a dia, o excesso de trabalho dos pais e de lição de casa ou atividades extra- curriculares dos filhos fazem com que reunir todos à mesa seja algo feito apenas em ocasiões especiais. Para piorar, até mesmo nestes casos, as pessoas raramente estão totalmente presentes. Há o celular, o tablet, a televisão, entre outras distrações tecnológicas.

Entretanto, um número crescente de estudos confirma a importância das refeições não só para crianças, mas também para os adultos.

Uma pesquisa feita pela American Heart Association (AHA) com mil adultos nos Estados Unidos revelou que fazer refeições regulares em família pode ajudar a diminuir o estresse. Para 91% dos pais, sua família fica menos estressada quando compartilha refeições. Além disso, 65% disseram estar pelo menos um pouco estressados e 27%, muito ou extremamente estressados.

O estresse constante está entre os grandes inimigos da saúde. No longo prazo, há aumento do risco de doenças cardíacas e acidente vascular cerebral.

“O estresse crônico favorece a elevação da pressão arterial, a aceleração da frequência cardíaca e o aumento dos níveis de gorduras e açúcar no sangue, contribuindo para hipertensão, diabetes e doenças cardiovasculares. Além disso, o estresse crônico provoca a excreção de fosfato em níveis fora do padrão, o que prejudica a função renal, além de levar a fraqueza muscular e alterações na composição óssea”, diz a médica Caroline Reigada, especialista em nefrologia pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

A AHA não detalha os mecanismos que explicam essa associação benéfica entre as refeições em família e a redução do estresse, mas estudos anteriores e especialistas afirmam que o principal “culpado” desses benefícios é o fortalecimento da conexão e dos laços familiares que esse momento propicia.

“Quando se fala em reduzir o estresse, geralmente as atividades como meditação, ioga e lazer são lembradas. Mas as refeições, desde o momento do preparo até o momento do consumo alimentar, particularmente se forem compartilhadas com pessoas com laços afetivos, como os familiares, podem reduzir o estresse. O ato de cozinhar e fazer refeições em família pode representar conforto emocional, diversão e ao mesmo tempo leva a uma dieta mais equilibrada, crucial para a saúde mental”, avalia a nutróloga Marcella Garcez, diretora e professora da Associação Brasileira de Nutrologia (Abran).

Publicidade

Autor: Vocacionados

Sou evangélico, casado, presbítero, professor, palestrante, tenho 4 filhos sendo 02 homens (Rafael e Rodrigo) e 2 mulheres (Jéssica e Emanuelle), sou um profundo estudioso das escrituras e de tudo o que se relacione ao Criador.

Blog O Cristão Pentecostal

"Tão certo como eu vivo, diz o Senhor Deus, não tenho prazer na morte do ímpio, mas em que o ímpio se converta do seu caminho e viva. Convertam-se! Convertam-se dos seus maus caminhos!" Ezequiel 33:11b

Agayana

Tek ve Yek

Envision Eden

All Things Are Possible Within The Light Of Love

4000 Wu Otto

Drink the fuel!

Ms. C. Loves

If music be the food of love, play on✨

troca de óleo automotivo do mané

Venda e prestação de serviço automotivo

darkblack78

Siyah neden gökkuşağında olmak istesin ki gece tamamıyla ona aittken 💫

Babysitting all right

Serviço babysitting todos os dias, também serviços com outras componentes educacionais complementares em diversas disciplinas.

M.A aka Hellion's BookNook

Interviews, reviews, marketing for writers and artists across the globe

Gaveta de notas

Guardando idéias, pensamentos e opiniões...

Isabela Lima Escreve.

Reflexões sobre psicoterapia e sobre a vida!

Roopkathaa

high on stories

La otra luna de Picasso

El arte es la esencia de la espiritualidad humana.

%d blogueiros gostam disto: