ESTAR BEM

GUIA DE COMIDA SAUDÁVEL INDICA VEGETAIS NO PRATO E PACOTINHOS LONGE DA BOCA

Associação Americana do Coração lança primeiro conjunto de diretrizes alimentares em15 anos, com dicas do que incorporar ao cotidiano e quais perigos evitar, como as carnes processadas, o álcool e as gorduras sólidas

A Associação Americana do Coração, principal referência mundial na área médica, acaba de lançar uma nova diretriz com orientações para o regime alimentar que reduz o risco de doenças cardiovasculares. É o mais completo guia já feito pela instituição ao longo de nove décadas de existência, com base em dezenas de pesquisas científicas – há 15 anos o órgão não se posicionava sobre o assunto.

Alguns dos destaques da nova cartilha são a contraindicação da suplementação vitamínica e de óleos tropicais, como de coco e de palma, e a defesa de legumes congelados.

A cardiologista Paolla Smanio, do Grupo Fleury, destaca a atenção da diretriz para a importância do preparo dos alimentos.

“Embora seja indicado o consumo de peixes, se ele é frito, sua qualidade nutricional, como õmega-3, é perdida”, diz. Um conceito que também permeia todo o novo guia é a necessidade de se evitar alimentos ultra processados.

“A recomendação é cortar e descascar mais e abrir menos pacotinhos”, avalia Smanio. No texto, os cardiologistas abordam os obstáculos para uma alimentação melhor, incluindo até mesmo o risco das compras online de refeições. “As compras online, inicialmente consideradas uma oportunidade para reduzir as disparidades  nas compras de alimentos, na verdade podem ter o efeito oposto ao usar a inteligência artificial para promover alimentos e bebidas não saudáveis. Essas  práticas podem ter um efeito desproporcional e deletério sobre os consumidores de baixa renda.  Esse marketing de alimentos e bebidas não saudáveis aumenta os efeitos adversos na dieta e na saúde”. Confira as principais dicas.

REDUÇÃO DE CALORIAS

As necessidades energéticas variam de acordo com a idade, atividade, tamanho e sexo da pessoa. É importante ficar atento que, durante a idade adulta, as necessidades de energia diminuem entre 70 e 100 calorias por década. O guia traz um alerta: “Grandes porções, mesmo para alimentos saudáveis, podem contribuir para o ganho de peso”. Ou seja, não é porque a comida é saudável que pode ser ingerida indiscriminadamente. Os especialistas contraindicam dietas de efeito rápido e milagroso.

FRUTAS E VEGETAIS

A dieta rica em frutas e vegetais, com exceção da batata branca, está relacionada a um risco reduzido de doenças cardiovasculares. Quanto mais coloridos, mais ricos em nutrientes. Aos pedaços oferecem mais fibras e proporcionam mais saciedade que as versões em suco; os congelados têm vida longa e teor de nutrientes semelhante ou superior aos frescos.

GRÃOS INTEGRAIS E COLESTEROL

Produtos feitos com pelo menos 51% de grãos inteiros são normalmente classificados como integrais. Estudos indicam que a substituição de grãos refinados por inteiros está associada a menor risco de doenças cardiovasculares. A casca dos grãos ajuda a levar a molécula do colesterol embora, como a aveia. Além disso, os integrais auxiliam na saúde da flora intestinal, que ajuda na defesa do corpo.

NEM TODA FONTE DE PROTEÍNA É BOA

A diretriz propõe quatro linhas para escolhas melhores das proteínas: consumo de proteínas vegetais, como soja, edamame e tofu, feijões, lentilhas, grão de bico e ervilhas, leguminosas ricas em proteínas e em fibras; peixes e frutos do mar, em razão doômega-3; produtos lácteos desnatados e com baixo teor de gordura e, caso a opção seja par frangos e carne vermelha, buscar cortes magros e evitar processados como bacon, salsicha e até peito de peru. As análises indicam que a substituição de carnes processadas por outras fontes de proteína está associada a taxas de mortalidade mais baixas.

PREFIRA ÓLEOS VEGETAISLIQUIDOS

A orientação é usar óleos vegetais líquidos em vez de óleos tropicais (coco, palma e caroço de palma), gorduras animais (manteiga e banha) e gorduras parcialmente hidrogenadas. Evidências científicas robustas demonstram os benefícios cardiovasculares no uso de óleos de soja, girassol e de oliva, quando substituem as gorduras saturadas e trans.

ALIMENTOS MINIMAMENTE PROCESSADOS

O processamento dos alimentos é dividido da seguinte forma: não processados ou minimamente processados; ingredientes culinários minimamente processado por prensagem, refino ou moagem; alimentos de qualquer um dos grupos anteriores em que adicionaram sal, açúcar ou gorduras, e alimentos ultraprocessados, em que além da incorporação de sal, adoçantes ou gordura há inclusão de corantes, sabores artificiais e conservantes que promovem a estabilidade, preservam a textura e aumentam a palatabilidade. “As vendas de alimentos processados aumentaram dramaticamente em todo o mundo e prevê-se que aumentem ainda mais até 2024”, alerta o guia. “O consumo é preocupante por causa de sua associação com resultados adversos à saúde, incluindo sobrepeso e obesidade, diabetes tipo 2 e mortalidade por todas as causas”.

BEBIDA ALCOÓLICA E AÇUCAR

Os cardiologistas recomendam minimizar a ingestão de açúcares adicionados ao longo da vida, pois “têm sido consistentemente associados a um risco elevado de diabetes tipo 2, doença cardiovascular e excesso de peso corporal. Sobre o uso de adoçantes, ainda há dúvidas sobre os efeitos ao peso do corpo e resultados metabólicos.

ALIMENTOS COM NENHUM OU POUCO SAL

“Existe uma relação direta entre a ingestão de sal (cloreto de sódio) e a pressão arterial. Em ensaios clínicos randomizados, a redução da ingestão de sódio diminui a pressão arterial em indivíduos hipertensos e não hipertensos, melhorando assim a prevenção e o controle da hipertensão”, diz a diretriz. As principais fontes de sódio na dieta são alimentos processados, refeições preparadas fora de casa e comida de restaurantes. Mesmo os alimentos rotulados como 100% integrais ou orgânicos podem ter alto teor de sódio, alerta o documento.

POUCO ÁLCOOL

Os cardiologistas admitem que a relação entre a ingestão de álcool e doenças cardiovasculares é complexa. O risco varia de acordo com a quantidade e padrão de ingestão de álcool, idade e sexo dos indivíduos  e tipo de doença. De modo geral, a recomendação é de não ultrapassar uma dose de bebida por dia para mulheres e duas doses por dia para homens.

Autor: Vocacionados

Sou evangélico, casado, presbítero, professor, palestrante, tenho 4 filhos sendo 02 homens (Rafael e Rodrigo) e 2 mulheres (Jéssica e Emanuelle), sou um profundo estudioso das escrituras e de tudo o que se relacione ao Criador.

FELICISSES

UM POUCO SOBRE LIVROS, FILMES, SÉRIES E ASSUNTOS ALEATÓRIOS

kampungmanisku

menjelajah dunia seni tanpa meninggalkan sains

Blog O Cristão Pentecostal

"Tão certo como eu vivo, diz o Senhor Deus, não tenho prazer na morte do ímpio, mas em que o ímpio se converta do seu caminho e viva. Convertam-se! Convertam-se dos seus maus caminhos!" Ezequiel 33:11b

Agayana

Tek ve Yek

Envision Eden

All Things Are Possible Within The Light Of Love

4000 Wu Otto

Drink the fuel!

Ms. C. Loves

If music be the food of love, play on✨

troca de óleo automotivo do mané

Venda e prestação de serviço automotivo

darkblack78

Siyah neden gökkuşağında olmak istesin ki gece tamamıyla ona aittken 💫

Babysitting all right

Serviço babysitting todos os dias, também serviços com outras componentes educacionais complementares em diversas disciplinas.

Bella Jane

Beleza & saúde Bella jane

M.A aka Hellion's BookNook

Interviews, reviews, marketing for writers and artists across the globe

Gaveta de notas

Guardando idéias, pensamentos e opiniões...

%d blogueiros gostam disto: