OUTROS OLHARES

CÂNCER DE PÊNIS LEVA A 400 MORTES NO BRASIL POR ANO

Dados de 2008 a 2018 mostram que principais vítimas têm baixa escolaridade, são casados e mais velhos

A mortalidade por câncer de pênis no Brasil se manteve praticamente inalterada entre 2008 e 2018, segundo levantamento do hospital A. C. Camargo Câncer Center. A média anual é de 400 óbitos. As biópsias utilizadas para diagnóstico da doença, no entanto, diminuíram, dificultando o sucesso do tratamento.

Os pesquisadores analisaram dados de 2008 a 2018 disponíveis no Datasus, serviço do  Ministério da Saúde, que disponibiliza informações sobre o sistema público de saúde.

Líder do Centro de Referência de Tumores Urológicos do hospital e um dos pesquisadores, Stênio de Cássio Zequi diz que o câncer de pênis é associado a regiões mais pobres do planeta, como Asia, América do Sul e África – o Brasil é um dos países com maior incidência da doença.

Zequi afirma que o país tem uma média de 2,9 a 6,8 casos por 100 mil habitantes – nos Estados Unidos, a incidência é de 0,6. No continente europeu, não ultrapassa 1.

A explicação para essa concentração se relaciona a uma percepção já antiga na literatura médica: o câncer de pênis tem uma grande prevalência em populações desassistidas, muitas vezes associadas a baixo nível de escolaridade serviços precários de saneamento básico e pouco acesso a sistema de saúde eficiente.

No Brasil, isso fica evidente quando são observadas as diferenças regionais. Ao analisar o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), que leva em consideração renda, educação e saúde, constata-se que Piauí, Tocantins e Maranhão, estados com um índice menor que 0,7 tiveram as maiores proporções de morte pela doença.

Já os estados que apresentaram menor taxa de mortalidade, como São Paulo, Santa Catarina e Distrito Federal, contam com um IDH acima de 0,7.

Maria Paula Curado, chefe do Grupo de Epidemiologia e Estatística em Câncer do A. C. Camargo concorda que há uma desigualdade na ocorrência da doença no Brasil, prejudicando principalmente o Norte e Nordeste.

Curado diz que há uma dificuldade maior em acessar serviços de saúde adequados nessas regiões, o que colabora para a maior taxa de mortalidade. O levantamento mostra, por exemplo, que as biópsias diminuíram desde 2012 no Norte e Nordeste. No Sudeste, houve aumento. Segundo ela. “cada vez mais precisamos diminuir a distância entre diagnóstico e tratamento” para que a chance de cura seja maior.

A demora no diagnóstico também já foi estudada por Zequi. Um trabalho seu publicado em 2008 indicava que há uma espera de aproximadamente 7 a 8 meses entre o aparecimento de uma lesão e a identificação da doença em serviços públicos de saúde.

Essa lentidão influencia o sucesso do tratamento. O médico explica que a doença não responde bem à quimioterapia ou à radioterapia, sendo mais indicada a realização de cirurgias para retirada do tumor. No entanto, caso o câncer já tenha se alastrado, esses procedimentos precisam  ser mais radicais, como os casos de amputação completa do órgão, que sofreram um aumento de 40% entre 2008 e 2018.

Além disso, o câncer pode sofrer metástase para a região da virilha. Nessas situações, além da amputação do órgão, é necessário recorrer a outras cirurgias e o paciente ainda sofre com problemas como dificuldade de locomoção e inchaço nas pernas.

O baixo nível de escolaridade também é um fator. Segundo a pesquisa, pessoas que estudaram por 12 anos tiveram uma taxa de mortalidade menor que 3%, enquanto aqueles que só estudaram por até três anos representam quase a metade dos mortos.

Dessa forma, os especialistas defendem campanhas educativas direcionadas a essas populações vulneráveis que têm pouco acesso à informação. Zequi menciona, por exemplo, ações de conscientização sobre a forma adequada de higienizar o órgão, já que essa é uma das principais formas de evitar a doença.

Além disso, uma maior rapidez no diagnóstico da doença é essencial para diminuir a taxa de mortalidade no país. A vacinação masculina contra o HPV (Vírus do Papiloma Humano) também é uma das melhores formas para prevenir o câncer de pênis.

Por fim, um acompanhamento recorrente ao urologista é necessário para analisar qualquer suspeita da doença. “Como a mulher faz prevenção de colo de útero, o homem também precisa fazer do pênis”, afirma Curado.

ALIMENTO DIÁRIO

GOTAS DE SABEDORIA PARA A ALMA

DIA 28 DE DEZEMBRO

EXEMPLO, A FORMA EFICAZ DO ENSINO

Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele (Provérbios 22.6).

Os pais são os pedagogos dos filhos. Cabe a eles o ensino dos filhos. Compete-lhes a formação do caráter dos filhos. Mas como esse processo se desenvolve? Primeiro, os pais não devem ensinar o caminho no qual os filhos querem andar, uma vez que a estultícia está ligada ao coração da criança. Segundo, os pais não devem ensinar o caminho no qual os filhos devem andar. Isso significa apenas apontar uma direção para os filhos, sem estar presente na caminhada. É o mesmo que impor um padrão de comportamento para os filhos, mas viver de forma contrária ao que se ensina. Terceiro, os pais devem ensinar no caminho em que os filhos devem andar. Ensinar no caminho significa caminhar junto dos filhos, ser exemplo para eles, servir-lhes de modelo e paradigma. Albert Schweitzer disse que o exemplo não é apenas uma forma de ensinar, mas a única forma eficaz de fazê-lo. A atitude dos pais fala mais alto do que suas palavras. Os filhos não podem escutar a voz dos pais se a vida deles reprova o que ensinam. O ensino estribado no exemplo tem efeitos permanentes. Até o fim da vida, o filho não se desviará desse caminho aprendido com os pais.

GESTÃO E CARREIRA

HOME OFFICE LEVA EMPRESAS A LEILOAREM ITENS OBSOLETOS

Com trabalho remoto ou híbrido ganhando espaço, grupos buscam leiloeiros para repassar materiais que não serão mais usados

Empresas que optaram por adotar um modelo híbrido ou totalmente remoto de trabalho estão buscando leiloeiros para vender bens que ficaram em desuso nos escritórios, de móveis a aparelhos eletrônicos. Em alguns casos, até mesmo o  próprio escritório está sendo colocado à venda.

O movimento reflete a decisão das empresas pelo regime remoto mesmo com o avanço da vacinação contra a covid- 19. Executivos relatam que a decisão tem relação com questões que vão desde a melhora da qualidade de vida dos funcionários até a redução de custos operacionais, ao se manter parte da equipe em casa.

Um dos maiores fundos de pensão do País, a Petros, dos funcionários da Petrobras, realizou leilões de móveis e eletrônicos neste fim de ano, após optar por um modelo híbrido de trabalho. Foram colocados à venda itens como mesas, cadeiras e sofás, além de eletrônicos como celulares, tablets e impressoras.

“Os leilões estão em linha com a política de eficiência administrativa, de redução de custos e busca de receitas. Com isso, a Petros busca recuperar parte do investimento feito na aquisição desses bens, além de economizar com eventuais custos de armazenamento, considerando que adotamos o modelo híbrido de trabalho”, disse o diretor de riscos, finanças e tecnologia da Petros, Leonardo Moraes.

TROCA

A Kantar Ibope Media também decidiu manter o formato totalmente remoto para algumas áreas e adotar o modelo híbrido para outras (a maioria das pessoas ficará de dois a três dias por semana em home office). Com isso, a empresa está trocando desktops por notebooks, o que facilitaria o trabalho nessas condições.

Melissa Vogel, presidente da empresa, explica que foi implementada uma política de atualização tecnológica, incluindo estações de trabalho, mouses e “headsets” (fones de ouvido com microfones acoplados). Apesar de terem sido trocados, os equipamentos antigos estão em perfeitas condições para uso pessoal e, por isso, surgiu a ideia de leiloá-los aos funcionários.

“O objetivo não é garantir recursos para a compra de novos ativos, mas uma forma de viabilizar a aquisição desses equipamentos pelos nossos colaboradores, principalmente os de baixa renda, pois o lance inicial é de aproximadamente 20% do valor de mercado”, acrescenta Melissa Vogel.

QUEM DÁ MAIS

Uma das principais empresas do setor, a Sato Leilões realizou neste ano cerca de 30 leilões específicos de desativação de espaços de empresas, uma quantidade recorde. Os leilões realizados incluíram desde itens de escritório, como cadeiras e mesas de R$ 50 a R$ 200 e até imóveis avaliados na casa de alguns milhões de reais.

Segundo Antônio Hissao Sato Junior, fundador da Sato Leilões, os leilões de desativação não ocorrem por falências de empresas, mas pela opção do regime de trabalho remoto. Os clientes mais frequentes são multinacionais europeias, embora também haja companhias privadas nacionais e fundos entre os clientes.

“Os funcionários dessas empresas acabam tendo espaços de coworking, para reuniões semanais. E esses espaços têm o próprio mobiliário”, explica o fundador da Sato, que tem operações em São Paulo, no Rio e em Brasília. “O mercado de leilões está muito aquecido, inclusive em outros segmentos, como mercado de carros.”

Outra empresa responsável por realizar os leilões é a Superbid, sediada em São Paulo. Ana Matheus, gerente comercial do Grupo Superbid, explica que os compradores são pequenas empresas que buscam móveis e equipamentos por preços mais em conta e também pessoas físicas que desejam montar um home office.

“Vemos uma procura muito grande principalmente por cadeiras, já que todo mundo está montando um pequeno home office em casa, por estação de trabalho, aquelas com tamanho maior, pois algumas pequenas empresas estão remodelando o escritório e comprando um mobiliário menor”, diz.

EU ACHO …

O QUE EU QUERIA TER SIDO

Um nome para o que eu sou, importa muito pouco. Importa o que eu gostaria de ser.

O que eu gostaria de ser era uma lutadora. Quero dizer, uma pessoa que luta pelo bem dos outros. Isso desde pequena eu quis. Por que foi o destino me levando a escrever o que já escrevi, em vez de também desenvolver em mim a qualidade de lutadora que eu tinha? Em pequena, minha família por brincadeira chamava-me de “a protetora dos animais”. Porque bastava acusarem uma pessoa para eu imediatamente defendê-la. E eu sentia o drama social com tanta intensidade que vivia de coração perplexo diante das grandes injustiças a que são submetidas as chamadas classes menos privilegiadas. Em Recife eu ia aos domingos visitar a casa de nossa empregada nos mocambos. E o que eu via me fazia como que me prometer que não deixaria aquilo continuar. Eu queria agir. Em Recife, onde morei até doze anos de idade, havia muitas vezes nas ruas um aglomerado de pessoas diante das quais alguém discursava ardorosamente sobre a tragédia social. E lembro-me de como eu vibrava e de como eu me prometia que um dia esta seria a minha tarefa: a de defender os direitos dos outros.

No entanto, o que terminei sendo, e tão cedo? Terminei sendo uma pessoa que procura o que profundamente se sente e usa a palavra que o exprima.

É pouco, é muito pouco.

*** CLARICE LISPECTOR

ESTAR BEM

TREINO DE ALTA INTENSIDADE IMPACTA CORAÇÃO E MENTE

Programa que consiste em breves sequências de exercício vigoroso intercaladas com descanso auxilia na memória e no fortalecimento dos músculos, mas deve ser praticado de forma complementar e restrita

Nos últimos cinco anos ou mais, o treinamento intervalado de alta intensidade, ou HIIT, tem sido uma das formas de exercício mais populares e controversas. Composto de breves sequências de exercício intenso intercaladas com descanso, várias versões de HIIT foram testadas, experimentadas, comentadas e às vezes ridicularizadas por incontáveis pesquisadores, coaches, jornalistas, influenciadores e quase qualquer pessoa interessada em ginástica. Franquias de academia e aulas online se especializaram em HIIT. Dezenas de estudos científicos a cada mês exploram seus benefícios e desvantagens. Em todos os aspectos, o HIIT é um assunto quente.

Mas muitas perguntas permanecem sobre a modalidade. Ela é particularmente boa para nossos corações? Mentes? Expectativa de vida? Medidas? É melhor para nós, a longo prazo, do que dar um passeio rápido diariamente? E o que significa exercício “intenso”? Com as resoluções de Ano Novo quase chegando e o “projeto verão” já em andamento, agora parece ser o momento certo para se concentrar no HIIT.

O QUE É HIIT?

Com o HIIT, você pedala, corre, nada, pula, faz abdominal ou outra forma de esforço aeróbico vigoroso por alguns segundos, diminui a intensidade ou descansa por mais alguns segundos, e repete essa sequência de três a quatro vezes ou mais. O objetivo é “desafiar” seu sistema cardiovascular e músculos durante cada intervalo, sem cair em uma exaustão ou lesão, explica Martin Gibala, professor da Universidade McMaster em Hamilton, no Canadá, e proeminente pesquisador de HIIT. Como atrativo, esses treinos podem ser bastante breves, muitas vezes levando menos de 10 minutos no total para serem concluídos.

Essa abordagem de exercício não é nova. Há décadas, atletas em busca de melhorias de desempenho incorporam sessões intervaladas em seus  treinamentos. Mas o HIIT de hoje é frequentemente promovido como o único exercício que você precisa fazer – e não um complemento para outros treinos mais longos e moderados.

O HIIT FUNCIONA?

“Para a maioria das pessoas, não há dúvida de que o HIIT leva a aumentos maiores no V02max (consumo máximo de oxigênio, uma medida de nossa aptidão aeróbica e resistência) do que exercícios de natureza mais moderada”, disse Ulrik Wisloft, professor e chefe do grupo de pesquisa de exercícios cardíacos da Universidade Norueguesa de Ciência e Tecnologia em Trondheim, que estuda HIIT há mais de 20 anos.

Um V02 max mais alto está fortemente associado a uma maior longevidade, acrescentou ele, sugerindo que os intervalos de exercício vigoroso provavelmente têm uma influência mais potente em nossa longevidade do que por exemplo, caminhadas leves. O HIIT também pode ajudar a reduzir os estoques de gordura localizada de forma tão eficaz quanto exercícios mais longos e fáceis, e parece ser benéfico para o nosso cérebro.

Segundo Jennifer Heisz, professora da Universidade McMaster e autora do livro “Move the body, beal the mind” (“Exercite o corpo, cure a mente”) ,”o HIIT melhora a memória em adultos, jovens e em mais velhos” de uma forma que o exercício moderado padrão não consegue. Apenas exercícios extenuantes fazem os músculos produzirem lactato químico em grande quantidade, que então viaja pelo sangue até o cérebro, onde é conhecido por promover a criação de novas células e vasos sanguíneos, melhorando a saúde do cérebro e diminuindo o risco para demência”, completou.

Mais atraentes, os treinos HIIT podem ser incrivelmente rápidos. Em um famoso estudo de 2006, por duas semanas, um grupo de estudantes universitários pedalou bicicletas ergométricas moderadamente por 90 a 120 minutos, três vezes por semana, enquanto outro grupo suou a camisa por quatro a seis sessões de 30 segundos de pedalada intensa seguidas de quatro minutos de recuperação.

Os praticantes de exercícios moderados, que atingiram o máximo de 12 horas de exercício ao todo, mostraram melhores medidas de condicionamento físico e remodelaram de forma saudável o funcionamento interno de suas células musculares. Mas os praticantes de HIIT, que completaram 12 minutos no total de exercícios intensos, também ficaram em forma e mostraram ainda mais alterações moleculares dentro de seus músculos.

QUANDO O HIIT É INEFICAZ?

“Não é prático nem aconselhável fazer HIIT diariamente”, disse Jamie Burr, professor da Universidade de Guelph, em Ontário, que estudou os efeitos fisiológicos de muitos tipos de atividades físicas. Ele disse ainda que as diretrizes de saúde geralmente desaconselham esse tipo de exercido mais de três vezes por semana, para evitar esgotamento ou lesões.

Nesse caso, porém, não estaríamos nos exercitando por pelo menos quatro dias da semana, o que também pode ser problemático. Segundo Burr,”há uma série de benefícios para a saúde”; a maioria deles relacionados a melhores níveis de açúcar no sangue e níveis de pressão arterial, que ocorrem apenas nos dias em que fazemos exercícios. Quando  deixamos de malhar, mesmo que tenhamos feito HIIT no dia anterior, nosso açúcar no sangue e o controle da pressão arterial podem cair, prejudicando os ganhos metabólicos de longo prazo desses intervalos anteriores.

Portanto, se você decidir praticar HIIT, planeje outros tipos de exercícios, como caminhada moderada, pedalada, natação, corrida ou ginástica na maioria dos outros dias da semana, disse ele.

BARREIRA DO NOME

Talvez o maior obstáculo ao HIIT para muitas pessoas, no entanto, seja esse nome.

“Gostaria de começar a usar o termo mais abrangente “treinamento intervalado”, em vez de HIIT, disse Gibala. “Muitas pessoas ficam intimidadas, porque pensam que o HIIT tem que ser esse treino estafante. Pelo contrário. É um treino de esforço físico médio.

Em um experimento de grande escala há Alguns anos no Japão, quase 700 adultos de meia-idade e idosos caminharam por 30 minutos, alguns em seu ritmo normal, enquanto outros alternavam três minutos de trote com três minutos de caminhada. Ao final de cinco meses, os caminhantes intervalados estavam consideravelmente mais em forma e mais fortes do que os outros. E quando os pesquisadores analisaram os voluntários dois anos depois, 70% dos caminhantes intervalados haviam voluntariamente dado continuidade ao programa de exercícios.

NÃO COMPLIQUE

Interessado em experimentar o HIIT agora? ótimo! De acordo com Wisloft, o ideal é que se pratique ao menos uma sessão de HIIT por semana, “por uma questão de saúde’, afirmou. O primeiro passo é escolher a variedade de HIIT que mais te agrada. Você pode tentar intervalos de um minuto, o que significa que você se esforça por 60 segundos, descansa por 60 segundos, e então repete a sequência; ou os exercícios de intervalo de quatro minutos empregados frequentemente na pesquisa de Wisloft com quatro minutos de esforço extenuante seguido por quatro minutos de descanso.

Outros pesquisadores usam intervalos de quatro segundos, e eu tentei e gostei da abordagem 10-20-30, que foi iniciada por cientistas em Copenhagen, durante a qual você corre ou se exercita suavemente por 30 segundos, aumenta o esforço por20 segundos e em seguida acelera por 10 segundos antes de retornar à corrida suave de meio minuto.

A PSIQUE E AS PSICOLOGIAS

COMO COLAR OS CACOS E SEGUIR EM FRENTE DEPOIS DO ‘ANO DAS SEPARAÇÕES’

Isolamento pandêmico potencializou rompimentos de casais. Especialistas ensinam a encarar a tristeza e retomar a vida

Quando Carla Carreon e seu namorado se separaram, em maio do ano passado, alguns meses depois do início da pandemia de Covid-19, “foi como a pior das tempestades”, disse ela. Carreon, uma gerente de marketing de 40 anos e moradora de São Francisco, Califórnia, estava com ele desde 2017.

“Tudo parecia maior, mais intenso e mais difícil do que o normal, porque minha cabeça estava cheia”, afirmou.

Ao que parece, 2020 foi o “ano das separações”, segundo uma pesquisa do aplicativo de relacionamentos Dating.com feita com 3 mil pessoas, que relatou quase o dobro de rompimentos entre janeiro e setembro em comparação com os dados de 2019.

As estatísticas de 2021 ainda são escassas, mas Melissa Hobley, diretora de marketing do OkCupid, disse que no início deste ano o site de namoro “definitivamente viu um aumento nos usuários que tiveram um romance durante a pandemia e agora estão solteiros novamente”.

Se você terminou com alguém este ano, pode ter sido por motivos relacionados à Covid – talvez o estresse da pandemia exacerbou as tensões existentes ou o isolamento com alguém revelou seu verdadeiro jeito de ser ­ ou talvez não tenha nenhuma relação. De todo modo, o rompimento (ou qualquer outra coisa) durante uma pandemia ocorre de maneira um pouco diferente.

Aqui estão algumas dicas de como superar esse momento!

ENTENDA POR QUE TUDO PODE PARECER PIOR

Depois de quase dois anos de turbulência induzida por uma pandemia, “o luto vai parecer maior agora”, disse Michael Alcée, psicólogo clínico de Nova York especializado em aconselhamento de estudantes universitários.

“Todas as nossas vulnerabilidades e fragilidades estão mais à flor da pele do que o normal, então podemos ser muito mais sensíveis ao modo como as coisas não dão certo”, disse ele. Isso se aplica mesmo a relacionamentos que não eram tão longos ou sérios, disse Elizabeth Earnshaw, terapeuta de casais na Filadélfia. As pessoas tendem a se aproximar devido a traumas compartilhados, então um rompimento durante uma pandemia pode tornar o tempo que passaram juntos mais significativo, afirmou. Você também pode estar sofrendo com as experiências que a pandemia o impediu de compartilhar. ”Talvez vocês sempre quiseram viajar juntos, mas não podiam”, afirmou. “Talvez vocês nunca tenham conhecido a família um do outro”.

AGENDE UM TEMPO DIÁRIO PARA A TRISTEZA

Embora seja crucial processar essas perdas, a atual falta de normalidade e estrutura que muitos de nós ainda sentimos “pode tornar mais fácil ficar preso naquela espiral de tristeza, olhando fotos antigas ou e-mails”, disse Earnshaw. Em vez disso, planeje um horário diário para lamentar e relembrar o que passou entre vocês.

“Programe um cronômetro, deixe vir à tona tudo o que está sentindo, e quando a contagem regressiva acabar, respire fundo e faça um exercício de transição, como tomar um banho”, disse ela.

SEJA DIRETO AO PEDIR AJUDA

Pode ser difícil para amigos e familiares saber o que uma pessoa que está sofrendo precisa, mesmo em tempos normais, mas agora “nossos cérebros estão tão sobrecarregados que não notamos a angústia um do outro”, disse Earnshaw. Isso significa que você pode precisar ser mais claro na hora de pedir ajuda.

“Envie uma mensagem de texto para um vizinho e diga: “Estou passando por um término de relação e não sei o que fazer à noite, você gostaria de dar um passeio?”, sugeriu.

Para Lorena Velázquez, cujo marido de 20 anos inesperadamente pediu o divórcio em setembro do ano passado, até mesmo notificar as pessoas sobre a separação parecia muito assustador.

“Normalmente, eu estaria perto dos meus amigos, colegas de trabalho, então a notícia teria viajado”, disse Velázquez, de 41 anos. “Mas todo mundo estava tão isolado por causa da Covid. Ninguém sabia que eu estava passando por isso.

PROCURE CONSOLO DE ESTRANHOS

Com nossos círculos de ajuda regulares comprometidos, pode ser útil confiar em estranhos que estão passando por algo semelhante, disse Latisha Taylor Ellis, terapeuta em Cumming, Geórgia, que tem visto um aumento constante no número de pessoas que se juntam ao grupo de apoio à separação on-line que ela dirige, chamado Thank U-Next (algo como “Obrigada. Próximo”).

“É o melhor espaço seguro”, disse Naz Perez, fundador do grupo de apoio Heart Broken Anonymous (Corações Partidos Anônimos), que realizou reuniões virtuais durante a pandemia. “Talvez você não tenha ninguém em sua vida, talvez seus amigos estejam cansados de ouvir sobre isso. O que é mais seguro do que estar em casa de pijama, com a câmera desligada, conversando com pessoas que sabem exatamente como você se sente?

CONECTE-SE COM AS PESSOAS PESSOALMENTE

Para se recuperar de uma separação, a maioria de nós precisa estar perto de outras pessoas, disse Karen Osterle, terapeuta em Washington, DC, que se especializou em ajudar casais a se separarem.

“Não se trata de substituir nosso parceiro, mas de trazer à tona aspectos de nós mesmos que podem estar adormecidos no relacionamento”, disse ela. “Precisamos nos sentir interessantes e interessados novamente.

Pense em algo que você gostaria do fazer por um tempo – jardinagem, tocar ukulele, aprender a cozinhar – e comece a fazer isso, disse. Você pode testar uma nova receita convidando um vizinho ou amigo próximo vacinado para jantar, por exemplo.

bencesizeuyarmi

'' Nature constantly imitates art .''

Tantra Mantra Specialist Astrologer solve your love problems

Tantra Mantra Specialist Astrologer Provide Love back, marriage solution, ex back and other all type of astrology Services

Güz Mavisi

Mesele Biraz Okumak

Monica e lo Scrapbooking

Trovate tutorial e suggerimenti per creare con le vostre mani. Tutto sullo Scrapbooking.

The Paltry Sum

Detroit Richards

VEYSEL ISSI

OKUYUNUZ

Printer Driver App

Download Printer Drivers & Software

ATFK

𝖠𝗇𝗈𝗍𝗁𝖾𝗋 𝖶𝗈𝗋𝖽𝖯𝗋𝖾𝗌𝗌.𝖼𝗈𝗆 𝗌𝗂𝗍𝖾.

Tauty World

Blog Blogging Story Magazine eBook Podcast

Alcançando Metas👉31984915576

Dinheiro ,vendas ,leis universais

Tiny Life

mostly photos

Onde Q tem?

Qual serviço ou produto está procurando?

Speranze Letterarie

Lettura racconti gratis - Free reading of novels

blog viaungarettidue

18-3-2022 ( testi e fotografie dell'autore)

ピロキャンナビ

知りたい事は、何ですか?