EU ACHO …

MATAR OU NÃO, EIS A QUESTÃO

Pode acontecer com qualquer um nesse dia a dia urbano de todos os dias. Andando pela rua, presenciamos situações de agressão moral ou física que podem surgir de episódios banais. Um esbarrão involuntário, por exemplo. O esbarrador ofende o esbarrante, empurra, ameaça escalar a agressão. Imagine agora que um esteja armado, e o outro seja um policial. O que eles farão depende do cérebro: inicialmente, uma série de reflexos corporais é ativada. Um assume a postura de defesa, outro de ataque, o coração de ambos dispara e a respiração acelera. O cérebro tenta oferecer ao corpo mais energia e melhores condições para o confronto. Depois é preciso também focar a atenção, avaliar a situação. E decidir o que fazer. Automaticamente. Rapidamente.

Há redes cerebrais que realizam todas essas operações, escolhendo e contendo os comportamentos até que seja o momento de liberar os mais adequados. O tempo é mínimo porque vidas podem estar em jogo. O desfecho depende também do contexto social, educação, treinamento e leis. Supõe-se que o policial terá sido treinado para controlar-se e modular sua reação. E que as normas e leis do país possam ajudá-lo (ou não…) a avaliar as consequências. No final da história, podem resultar mortos e feridos…

Os psicólogos e neurocientista utilizam testes de comportamento e instrumentos de medida cerebral para estudar como esses acontecimentos se desenvolvem. Geralmente os testes empregados são chamados “go/no go”: após tomar uma decisão, a pessoa aperta um botão (go), ou permanece como está (no go). É um teste muito simplificado em relação à complexidade da vida real. Mas recentemente uma dupla de psicólogos americanos aprimorou os estudos. Publicou um trabalho sobre a tomada de decisão de disparar uma arma, usando um jogo digital que adiciona à decisão go/ no go uma série de variáveis sociais. Uma delas: a cor da pele de um “suspeito”.  Outra: o contexto do ambiente em que a situação se dá, facilitando ou não uma retirada estratégica (um parque versus um shopping). A terceira: a legislação que regula essas situações, que pode criminalizá-las ou não. E, finalmente, o registro da atividade cerebral pelo eletroencefalograma.

Os pesquisadores recrutaram centenas de voluntários, homens e mulheres, a quem relatavam “leis” mais ou menos lenientes à violência, e apresentavam um cenário urbano aberto ou fechado, uma pessoa “alvo” que se aproximava em atitude ameaçadora, e um botão representando uma arma, para disparar ou não. Os resultados foram claros. Viés racial, o fator mais forte. A probabilidade de “atirar” foi sempre maior quando o indivíduo-alvo era negro. Se estivesse armado, maior ainda. Os tiros diminuíram se o ambiente fosse aberto e abrisse possibilidade a uma retirada estratégica. E o mais importante: quando os voluntários eram avisados de que a “legislação” era permissiva, atirar tornava-se a decisão predominante. Finalmente, a conectividade cerebral nas regiões atencionais era maior e a de controle inibitório era menor quando o “alvo” era negro, quando estava armado, quando o ambiente não facilitava a retirada e, mais que tudo, quando a legislação era leniente. Significa que nessas circunstâncias as regiões atencionais do cérebro comunicam-se mais, e as regiões de controle inibitória, menos. Identificado o alvo negro, com a legislação a favor, ocorria imediata liberação do disparo.

O trabalho dos pesquisadores é rigoroso e neutro, mas a meu juízo representa um libelo contra o viés racial das agressões cotidianas, e salienta a necessidade de leis que protejam a vida e não facilitem a morte. O cérebro nos oferece os instrumentos para agir pela vida ou pela morte. Mas na maioria dos casos é o ambiente que regula tudo. Leis permissivas para o porte de armas, treinamento de policiais para o ataque, racismo estrutural dominante: esses são os ingredientes e autorizam o cérebro das pessoas a matar.

ROBERTO LENT – é neurocientista e professor emérito da UFRJ e pesquisador do Instituto D’Or.

Autor: Vocacionados

Sou evangélico, casado, presbítero, professor, palestrante, tenho 4 filhos sendo 02 homens (Rafael e Rodrigo) e 2 mulheres (Jéssica e Emanuelle), sou um profundo estudioso das escrituras e de tudo o que se relacione ao Criador.

Naykelly_fotografias

Incríveis fotos do céu pra vocês

sosnaoestacerto

ajuda para a violencia domestica no trabalho e no namoro

Free Tantrik Aghori baba ji in India - Vashikaran free of cost

Free aghori baba, free tantrik, love problem solution, love marriage specialist,

Ventana literaria

La poesía es la libertad del alma.

Au'Pearce

Headed in the Right Direction

Marcos Denis Botelho

Projetos | Petróleo e Gás | Vendas On-line

Lembrar para não esquecer...

São memórias escritas em forma de crônicas e contos...

Prof.crisluked

Aqui o professor encontra sugestões de leituras, estudos e materiais.

SÜDAMERIKA LINK

This site is created for the purpose of Repatriating in digital format the Brazilian collections under the guardianship of Austrian Archives, Libraries and Museums.

Yve Laran

WRITER

Oliveira

Buscar a defesa das pessoas nos momentos importunos em que o mundo se apresenta – A PAZ É O NOSSO IDEAL.

Corpo e Sujeito

Somos um espaço direcionado à pessoas que precisam de cuidado e atenção com a saúde e bem estar global. Buscamos atender, dentro do possível, as necessidades individuais e do grupo de forma variada. Em alguns casos, é preciso criar lastro. O ser humano busca um determinado objetivo, mas, nem sempre o seu corpo esta preparado para os seus sonhos. É por isso, que precisamos de orientação especializada e experiente nas mais diversas situações.

O Renovo da Águia?

Aqui voce encontrará motivos para você não querer mais desistir. Você encontrará entrará num momento onde consiguirá enxergar que há momentos na nossa vida que já não temos força de continuar e existe um processo para você renovar suas forças e como a Águia voltar dar o seu voo mais alto e mais renovado do que antes.

Olho na Carreira de Sucesso

Site destinado a ajudar pessoas na Carreira profissional. E parcerias entre empresas

Teoria da Consultoria

Aprimorando conhecimento em gestão empresarial

Si quieres conocerme, mírame a los ojos

This WordPress.com site is the bee's knees

Inspiração de Tatuagem

Tudo que você precisa saber antes de fazer uma tattoo!

%d blogueiros gostam disto: