OUTROS OLHARES

DOR DE CABEÇA, FEBRE, TOSSE, MAS NÃO É COVID

Surto de gripe provoca corrida aos postos

Woman sneezing behind a window, using a tissue.

Com sintomas parecidos com os da Covld-19, a gripe tem provocado uma corrida às unidades públicas de saúde e aos consultórios do Rio. A Secretada municipal de Saúde confirmou ontem que há uma semana a capital enfrenta um surto de Influenza A e fez um apelo para que as pessoas – exceto crianças com menos de 6 meses – procurem se vacinar contra a doença nos postos. Agora, o imunizante pode ser aplicado no mesmo dia da vacina contra o coronavírus.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, apenas 57% do público­ alvo participaram da campanha de vacinação da gripe, que terminou em agosto. No entanto, como ainda há doses, a aplicação continua.

“Temos cerca de 400 mil doses, o que é suficiente para vacinarmos por um longo período e, provavelmente suprir toda a demanda reprimida. Por ser um vírus predominante no inverno, agente ainda espera que tenha surto de gripe nessa época do ano, mas também era de se esperar que, quando houvesse uma baixa nos casos de Covid, outra doença respiratória poderia ressurgir: tivemos pouquíssimos casos de Influenza nos últimos dois anos, o que indica que temos muitas pessoas suscetíveis à doença ainda”, explicou.

Soranz disseque não foram encontradas evidências de efeitos colaterais quando as vacinas contra Covid-19 e Influenza A são conjugadas e que, por isso, o protocolo de dar um intervalo de 15 dias entre os dois imunizantes foi abolido.

“Estamos trabalhando com amostragens, por isso ainda não temos dados consolidados sobre quantos testes deram positivo para a Influenza na última semana. Mas menos de 3% dos testes feitos nesse período deram positivo para Covid-19. A principal estratégia para conter a disseminação é vacinar contra a gripe, apesar de ser menos letal do que a Covid, merece toda a atenção, principalmente para grupos que costumam ter sintomas mais graves, como crianças de até seis anos, gestantes e idosos” concluiu o secretário.

CORRIDA POR ASSISTÊNCIA

Moradora de Copacabana, Miriam Cavalcante foi ontem ao posto de saúde da Rua Siqueira Campos para se vacinar após ficar sabendo do aumento de casos de gripe.

“Soube que tem um surta de Influenza na Rocinha e em outros locais, que as UPAs já estão cheias também. Eu estava cumprindo o cronograma da imunização  contra a Covid, então acabei não tomando a vacina contra a gripe. A minha filha e a minha neta tiveram gripe recentemente e ficaram bem mal, com mais de 40 graus de febre, e 15 dias de cama. Se elas, que são mais jovens, ficaram mal, preciso me prevenir”, disse a mulher de 65 anos.

Depois de longas filas na segunda-feira, a UPA da Rocinha teve ontem um dia de menos movimento, mas ainda acima do esperado. Do lado de fora, as queixas se repetiam: dor de cabeça, dor no corpo, calafrios, febre, mal-estar e tosse, sintomas muito parecidos com os da Covid. Pâmela de Melo se sentia mal havia uma semana

“A falta de ar foi o primeiro sintoma, mas segunda-feira tive febre de 39 graus. Na minha família todo mundo pegou essa gripe, fizemos os testes para Covid, mas deram negativos. Agora, vou tentar fazer o teste para gripe”, contou a doméstica.

Enquanto Pâmela aguardava atendimento na UPA, a comerciante Marilene Costa recebia seu resultado negativo para Covid. Ela contou que estava com dores no corpo, de cabeça e de garganta:

“Os sintomas começaram domingo. Minha garganta está muito inflamada, e a médica disse que é gripe.

REMÉDIOS E TESTES

Com sinais de um forte resfriado, Gustavo de Melo, morador da Tijuca, foi ontem até um posto de saúde do bairro para fazer teste da Covid. O resultado deu negativo, e o médico que o atendeu disse que a suspeita era de Influenza. Ele fez o exame, mas a confirmação do diagnóstico só sai em três dias.

“Quando acordei na segunda-feira, perecia que tinha perdido o apetite, o que me deixou preocupado. Achava que estava com Covid. Ao longo do dia, mais sintomas foram aparecendo e fui piorando: sinto até agora dor de cabeça, enjoo, dor de barriga, coriza e calafrios. Passei a madrugada muito mal. Fui ao posto e o médico me receitou um expectorante, um analgésico e um spray nasal. Agora, aguardo o resultado do teste para Influenza”, contou o analista de sistemas de 28 anos.

A prefeitura afirmou que, na última semana, os resultados positivos para Influenza A tem sido mais frequentes.

Diante do aumento da procura, a Rede de Vigilância em Saúde, do município, esteve ontem em unidades de saúde, para avaliar o cenário epidemiológico. Foram colhidos 300 exames que serão enviados aos laboratórios do Lacen e da Fiocruz.

MÁSCARA E TESTE

A Secretaria Municipal de Saúde ressalta que quem estiver com sintomas gripais deve procurar uma unidade de saúde para fazer os testes da Covid e da Influenza, e receber orientações médicas. Presidente da Sociedade de Infectologia do Estado do Rio, Tânia Vergara explica que, nesses casos, apenas a testagem é capaz de definir a doença.

“O correto é adotarmos o que já acontece em países asiáticos, por exemplo. Em casos de sintomas, prefira ficar em casa, e, caso saia, utilize a máscara. Os sintomas são muito parecidos, então procure uma unidade de saúde pública para fazer o teste da Covid-19”, alerta Vergara.

Para o epidemiologista Paulo Perry, professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, é importante a população estar com a vacinação de gripe em dia para evitar esse tipo de confusão sobre os sintomas.

“A campanha aplicou a vacina que protege contra os três vírus sazonais de Influenza em circulação na temporada, mas em clínicas privadas ainda há a opção da tetravalente, que tem cobertura para uma cepa a mais”, explicou o especialista.

A principal forma de contaminação da gripe ocorre ao ter contato com secreções das vias respiratórias de alguém que está com a doença. Também há transmissão ao tocar em superfícies contaminadas e levar as mãos aos olhos, boca e nariz.

Apesar do surto na capital, nos dados de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), o vírus da Influenza A ainda não apareceu, segundo o pesquisador Marcelo Gomes, coordenador do Info Gripe, da Fiocruz.

“Os casos de Influenza detectados no Rio foram em síndromes gripais, que são casos leves, e fora surtos localizados, nada ainda muito expressivo”, afirma Gomes.

A expectativa do epidemiologista, porém, é que o vírus causador da gripe volte a circular nacionalmente em breve.

“Já temos o reaparecimento de outros vírus respiratórios, alguns desde o começo do ano, outros a partir de agosto, causando SRAG principalmente em crianças. Era uma questão de tempo par o Influenza também voltar a aparecer, em consequência do relaxamento em relação às medidas de proteção contra a transmissão da Covid-19. A volta do Influenza em particular gera maior preocupação por ser mais grave que os demais. É mais uma doença gerando internações, ocupando leitos”, afirmou.

Autor: Vocacionados

Sou evangélico, casado, presbítero, professor, palestrante, tenho 4 filhos sendo 02 homens (Rafael e Rodrigo) e 2 mulheres (Jéssica e Emanuelle), sou um profundo estudioso das escrituras e de tudo o que se relacione ao Criador.

Blog O Cristão Pentecostal

"Tão certo como eu vivo, diz o Senhor Deus, não tenho prazer na morte do ímpio, mas em que o ímpio se converta do seu caminho e viva. Convertam-se! Convertam-se dos seus maus caminhos!" Ezequiel 33:11b

Agayana

Tek ve Yek

Envision Eden

When We Improve Ourselves, We Improve The World

4000 Wu Otto

Drink the fuel!

Ms. C. Loves

If music be the food of love, play on✨

troca de óleo automotivo do mané

Venda e prestação de serviço automotivo

darkblack78

Siyah neden gökkuşağında olmak istesin ki gece tamamıyla ona aittken 💫

Babysitting all right

Serviço babysitting todos os dias, também serviços com outras componentes educacionais complementares em diversas disciplinas.

M.A aka Hellion's BookNook

Interviews, reviews, marketing for writers and artists across the globe

Gaveta de notas

Guardando idéias, pensamentos e opiniões...

Isabela Lima Escreve.

Reflexões sobre psicoterapia e sobre a vida!

Roopkathaa

high on stories

La otra luna de Picasso

El arte es la esencia de la espiritualidad humana.

%d blogueiros gostam disto: