EU ACHO …

TERAPIA DE CASAL

Já tinha provado que havia dado certo. 15 anos, 13 de casados, 10 trabalhando e empreendendo juntos e 2 anos de pandemia, parte deles morando com a mãe e a sogra. Sobreviveram. Mas, nas últimas, algo pesou. Pela primeira vez em todos esses anos, teve certeza de que precisava de ajuda, e seria a de um profissional. Ligou para a irmã, desabafou e recebeu de prontidão o número de telefone da expert em terapia de casais. Ligou sem duvida alguma de que seu casamento corria risco e precisava urgentemente da avaliação de um especialista. Conseguir o horário não foi fácil, “época de pandemia”, pensou e relembrou todos os inúmeros artigos que citavam as estatísticas de separação neste momento. Ficou mais angustiado, insistiu e conseguiu o desejado encontro.

Avisou, logo pela manhã, o marido, que iria sozinha falar sobre o casamento com uma terapeuta, o tom não foi animador. É admiradora do processo terapêutico. Desde a adolescência até seu começo dede namoro com o marido fez análise e considerava uma “higiene mental” se entender , escutar e conhecer-se. Mas fazia 15 anos da última sessão e estava desmontada. Arrumou-se como quem vai a um encontro profissional para impressionar. No meio do dia, antes de chegar à consulta, se sentiu ridícula em seus trajes; porque queria tanto agradar à terapeuta?

Estava ansiosa, queria ser clara, cirúrgica em seu problema matrimonial. Não temos tempo a perder: ”Tenho 51 anos”, pensou. O tal “tempus fujit” aumentava o volume de voz em sua mente, agora mais inquieta que de costume. Ou seria feliz ou nada, era a cabeça com a qual entrara no confortável consultório onde o vento batia fortemente na janela, como símbolo de tempestade à vista. Tinha certeza de sua fala. Estava havia pelo menos dez dias  pronta para contar seus aborrecimentos e mazelas de uma vida comum e os terríveis defeitos de seu marido.

Sentou delicadamente na ponta da poltrona pronta para despejar sua angustiante história e assim contextualizar e legitimar sua aflição. As palavras foram nascendo e como ouvinte de si mesma foi encontrando paz na narrativa. Ao contar resumidamente em voz alta sua trajetória, emocionou-se com uma alegria terna. Voltou-se , então, para o tema “o marido”, , afinal, ele foi o causador de suas últimas dores, e teria que expor a realidade àquela mulher que ouvia cada sílaba com atenção. Mas, a cada palavra, ela mesma se compadecia com a fraqueza de seus argumentos, comparava rapidamente os bons e maus momentos, fazia paralelos mentais entre os acertos do par e seus desentendimentos, olhava para ele no centro da tela, sendo projetado com uma luz intensa na face e começou a sentir amor e compaixão por estar lá revelando seus deslizes. Parou.

Foi ficando sem graça consigo mesma. Tinham problemas reais, mas eram também comprovadamente companheiros de jornada. Havia amor, admiração e percebeu, naquele momento, um forte sentimento de proteção. Não queria agora que ”soubessem” dos pequenos defeitos do parceiro, eram dele – e quem não os tem? Finalizou a sessão prometendo-se ligar para marcar a consulta de casal. Entrou no carro e colocou a música dos dois. Chegou em casa tarde do trabalho e agradeceu por ele estar ali. Naquela noite dormiu em paz.

*** ALICE FERRAZ

Autor: Vocacionados

Sou evangélico, casado, presbítero, professor, palestrante, tenho 4 filhos sendo 02 homens (Rafael e Rodrigo) e 2 mulheres (Jéssica e Emanuelle), sou um profundo estudioso das escrituras e de tudo o que se relacione ao Criador.

Blog O Cristão Pentecostal

"Tão certo como eu vivo, diz o Senhor Deus, não tenho prazer na morte do ímpio, mas em que o ímpio se converta do seu caminho e viva. Convertam-se! Convertam-se dos seus maus caminhos!" Ezequiel 33:11b

Agayana

Tek ve Yek

Envision Eden

When We Improve Ourselves, We Improve The World

4000 Wu Otto

Drink the fuel!

Ms. C. Loves

If music be the food of love, play on✨

troca de óleo automotivo do mané

Venda e prestação de serviço automotivo

darkblack78

Siyah neden gökkuşağında olmak istesin ki gece tamamıyla ona aittken 💫

Babysitting all right

Serviço babysitting todos os dias, também serviços com outras componentes educacionais complementares em diversas disciplinas.

M.A aka Hellion's BookNook

Interviews, reviews, marketing for writers and artists across the globe

Gaveta de notas

Guardando idéias, pensamentos e opiniões...

Isabela Lima Escreve.

Reflexões sobre psicoterapia e sobre a vida!

Roopkathaa

high on stories

La otra luna de Picasso

El arte es la esencia de la espiritualidad humana.

%d blogueiros gostam disto: