POESIA CANTADA

A PAZ

GILBERTRO GIL

“A Paz”, também chamada “Leila 4”, é uma canção de Gilberto Gil e João Donato composta em 1986.

Lançada em primeira mão pela cantora  Zizi Possi, no disco Amor & Música em 1987, a gravação fez grande sucesso, consolidando-se como um dos maiores êxitos de sua carreira.

Posteriormente, a cantora regravou a canção para o disco Sobre Todas as Coisas em 1991.

No que tange à composição da canção, segundo Gil: “A imagem dele [João Donato] dormindo sossegado, em plena luz do dia, me chamou a atenção para o sentido da paz.” O autor se referia a uma visita à sua casa que Donato fizera, levando diversas canções chamadas “Leila” e enumeradas até 15 ou 16. Essa imagem o fez lembrar da obra de Leon Tólstói, Guerra e Paz, e a letra foi sendo composta com base nessa contradição. O paradoxo é recorrente na obra de Gil, segundo ele mesmo afirma: “essa é a recorrência básica no meu trabalho: yin e yang, noite e dia, sim e não, permanência e transcendência, realidade e virtualidade: a polaridade criativa (e criadora)”.

A PAZ

COMPOSIÇÃO: GILBERTO GIL / JOÃO DONATO

A paz invadiu o meu coração
De repente, me encheu de paz
Como se o vento de um tufão
Arrancasse meus pés do chão
Onde eu já não me enterro mais

A paz fez um mar da revolução
Invadir meu destino; A paz
Como aquela grande explosão
Uma bomba sobre o Japão
Fez nascer o Japão da paz

Eu pensei em mim
Eu pensei em ti
Eu chorei por nós
Que contradição
Só a guerra faz
Nosso amor em paz

Eu vim
Vim parar na beira do cais
Onde a estrada chegou ao fim
Onde o fim da tarde é lilás
Onde o mar arrebenta em mim
O lamento de tantos “ais”

Autor: Vocacionados

Sou evangélico, casado, presbítero, professor, palestrante, tenho 4 filhos sendo 02 homens (Rafael e Rodrigo) e 2 mulheres (Jéssica e Emanuelle), sou um profundo estudioso das escrituras e de tudo o que se relacione ao Criador.