A PSIQUE E AS PSICOLOGIAS

MENTE SAUDÁVEL E EM FORMA

Todos nós lidamos diariamente com algum nível de estresse, independentemente de questões como idade, gênero ou classe social. O Mindfulness pode ajudar a reduzir a ansiedade e aumentar o bem-estar psicológico

Com o estresse, surge uma série de sintomas desconfortáveis e perturbadores – ele não é apenas um sentimento ou um estado mental. Se não tratado, o estresse pode se infiltrar em todos os aspectos da sua vida. O esgotamento profissional, por exemplo, conhecido como síndrome de burnout, é um dos desdobramentos mais alarmantes do estresse crônico, tendo sido incluído na Classificação Internacional de Doenças da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Diante desse cenário, diversas pesquisas têm apontado que uma das formas mais eficazes de lidar com o estresse são as técnicas de mindfulness.

Mindfullness, cuja tradução possível seria “a tenção plena”, é uma palavra muito utilizada atualmente no contexto da Psicologia Positiva. O fundador da Clínica de Redução de Stress do Massachusetts Medical Center, Jon Kabat-Zinn, define mindfulness como a atenção voltada para o momento presente. De acordo com Kabat-Zinn, a técnica do mindfulness também está relacionada a: 1. ser você mesmo; 2. aceitar e valorizar o que o momento oferece; 3. não julgar a si mesmo; 4. ser paciente consigo e com os outros; 5. confiar em si e em seus sentimentos; 6. permitir que as coisas sejam como são e não ficar à mercê de expectativas, desejos e experiências.

Pesquisadores da Universidade Johns Hopkins, em Baltimore, nos Estados Unidos, examinaram aproximadamente 19 mil estudos de meditação e, entre as descobertas, publicadas na JAMA Internal  Medinice, a meditação de atenção plena foi apontada como capaz de aliviar diversos estresses psicológicos, tais como depressão, dores e ansiedade.

De forma correlata, Elizabeth Hoge, psiquiatra do Centro de Transtornos de Ansiedade e Estresse Traumático do Hospital Geral de Massachusetts e professora assistente de psiquiatria da Harvard   Medical School, afirma que o mindfulness faz todo o sentido para o tratamento da ansiedade e do estresse. Segundo a pesquisadora, pessoas com ansiedade têm problemas para lidar com pensamentos perturbadores fora de controle. Essas pessoas não conseguem distinguir entre um pensamento voltado à solução de problemas e uma preocupação persistente incapaz de produzir qualquer benefício.

Mas como, então, o mindfulness pode aliviar o estresse? Simples: a atenção plena nos dá espaço para entender quais demandas de energia, atenção e emoções são válidas e quais não são. Com essa capacidade de distinção, nossa experiência de estresse e ansiedade torna-se muito diferente.  A pressão surge quando não temos esse espaço em nossa mente e em nossa vida. Sentimos alívio quando a meditação nos dá o espaço e a clareza de que precisamos para organizar nossas prioridades.

O outro elemento-chave está relacionado ao aumento dos recursos psicológicos. A ciência mostra que a plasticidade do cérebro – a capacidade desse órgão de mudar e se adaptar ao longo da vida – é extraordinária. Usando técnicas de mindfulness para treinar nossa mente, por exemplo, aumentam os nossos recursos mentais e nos tornamos mais capazes de lidar com elementos e cenários estressores.

Uma explicação para esses efeitos benéficos à saúde está relacionada aos níveis do cortisol, o hormônio do estresse. De acordo com uma pesquisa realizada pelo Hospital Israelita Albert Einstein, Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e Instituto Appana Mind, uma hora e 15 minutos de prática de ioga e meditação três vezes por semana, por dois meses, cortou pela metade a concentração de cortisol de um grupo de cuidadores de pacientes com Alzheimer cujos níveis de estresse e ansiedade atingiam índices alarmantes.

Como sociedade, as pessoas costumam partilhar uma consciência sobre a importância de ter um corpo saudável e em forma – não à toa, as academias estão cheias e o interesse pelo bem-estar físico é evidente. No entanto, é igualmente crítico ter uma mente saudável e em forma.

Por meio da prática do mindfulness, nossa mente pode se tornar mais capaz, focada e clara, permitindo-nos lidar melhor com situações estressantes e exigentes.

Nesse sentido, existem muitas técnicas de meditação de atenção plena que podem ser eficazes para aliviar o estresse e promover o relaxamento físico e psicológico. Na verdade, qualquer atividade que você realiza em que permaneça totalmente presente, completamente enraizada no presente e sem julgamento pode representar uma técnica de mindfulness que, quando praticada regularmente, pode trazer os benefícios da meditação para sua vida.

COMO PRATICAR O MINDFULNESS

Embora seja geralmente associado à meditação, existem várias outras formas de desenvolver a atenção plena.

ATIVIDADES – Qualquer atividade que você realiza pode se transformar em uma prática de mindfulness. Basta que você fique totalmente focado no que está fazendo.

SONS – Ouça conscientemente os sons de seu ambiente.

SENSAÇÕES – Atente às suas sensações. tanto físicas quanto emocionais.

PALADAR – Experimente saborear os alimentos prestando total atenção no gosto, na textura e no aroma.

PENSAMENTOS – Realize alguma atividade cotidiana e traga foco às ações que você realiza – e não ao que se passa em sua mente.

RESPIRAÇÃO – Inspire e expire devagar, sentindo cada movimento.

FLORA VICTORIA – é presidente da SBCoaching Traning, mestre em Psicologia Positiva Aplicada pela Universidade da Pensilvânia, especialista em Psicologia Positiva aplicada ao coaching. Autora de obras acadêmicas de referência, ganhou o título de embaixadora oficial da Felicidade no Brasil por Martin Seligman. É fundacbra da SBCoaching Social

Autor: Vocacionados

Sou evangélico, casado, presbítero, professor, palestrante, tenho 4 filhos sendo 02 homens (Rafael e Rodrigo) e 2 mulheres (Jéssica e Emanuelle), sou um profundo estudioso das escrituras e de tudo o que se relacione ao Criador.