OUTROS OLHARES

UM BAIRRO INTEIRO IMPRESSO EM 3D

A ideia surgiu como uma solução para a crise imobiliária na Califórnia e pode revolucionar o mercado. O prazo mínimo para erguer uma casa usando impressoras 3D é de 24 horas

Apesar de serem repletas de recursos e glamour, as grandes metrópoles ao redor do mundo sofrem com um problema em comum: a falta de moradia para todos. É muita gente para pouco espaço e a demanda não para de aumentar, visto que a população urbana só cresce. Mas novas tecnologias prometem ampliar a oferta de casas em grande velocidade e diminuir o drama das pessoas que buscam um lugar para morar. A Mighty Buildings, empresa americana especializada em construções inovadoras, é um exemplo de reinvenção quando o assunto é habitação. Recentemente eles anunciaram a construção do primeiro bairro de casas sustentáveis feitas por impressoras 3D nos Estados Unidos.

O local escolhido foi o Valle Coachella, na Califórnia, conhecido pelo festival de música e o clima quente. Erguidos no “meio do deserto”, os empreendimentos iniciaram uma revolução imobiliária no País. Em conversa com a ISTOE, um representante da empresa informou quais são os planos de médio prazo. “As obras na Califórnia terminam em 2022, mas nosso plano de expansão é nacional. O céu é o limite”, disse. O esquema de pré-moldagem é a base do negócio e graças ao maquinário de última geração eles conseguem erguer casas com aproximadamente 106 metros quadrados em até 24 horas. Cerca de 80% da construção é automatizada e não há necessidade de envolver dezenas de funcionários no projeto. A necessidade de construir rapidamente fez com que a Mighty Buildings explorasse um território até então inexplorado. Ela segue padrões vistos em bairros como Tribeca, em Nova York, feitos sob medida e repletos de condomínios de luxo privados.

As moradias serão divididas em dois tipos: básico e customizado. Elas terão piscinas, cabanas, banheiras de hidromassagem, lareiras e chuveiros ao ar livre. Além disso, contam com mais de três quatros e dois banheiros. Os preços iniciais variam de U$S 595 mil – modelo básico – até US$ 950 mil, valores que fazem do bairro um condomínio de “mini-mansões”. “A meu ver, a construção 3D é tudo que o mercado quer. É a última palavra tratando-se de obras com baixo custo de mão de obra”, afirma o arquiteto Alexandre Fantozzi, especialista em sustentabilidade. Ele também reforça que é uma questão de tempo até a “onda 3D” tomar conta do mercado e substituir modelos tradicionais.

Autor: Vocacionados

Sou evangélico, casado, presbítero, professor, palestrante, tenho 4 filhos sendo 02 homens (Rafael e Rodrigo) e 2 mulheres (Jéssica e Emanuelle), sou um profundo estudioso das escrituras e de tudo o que se relacione ao Criador.

M.A

Interviews, reviews, marketing for writers and artists across the globe

Gaveta de notas

Guardando idéias, pensamentos e opiniões...

Isabela Lima Escreve.

Reflexões sobre psicoterapia e sobre a vida!

Roopkathaa

high on stories

Luna en mengua

Poesía, arte, literatura y música.

de tudo um pouco ❗❕❗😉👌

de tudo um pouco 😉👌

Painel do Grupo

Aqui um pouquinho de nossas realizações

Buds of Wisdom

Fall in Love with Grammar !

pretapoesia

Escreviver é isso: viver, escrever, viver novamente. Writing is just like this: live, write, live again.

danielecolleoni

Appunti, spunti e passioni in liberta'

Ode to Beauty

Discovering the World of Fine Art Nude Photography

白川君の独り言β

no sweat no victory

URBN Social

The Social Experience

RENOVADAS

Autoestima para mais de 50

Olivia2010kroth's Blog

Viva la Revolución Bolivariana

%d blogueiros gostam disto: