GESTÃO E CARREIRA

REDE DE APOIO

Organização brasileira com presença até no Vale do Silício, nos Estados Unidos, une forças para estimular as melhores práticas de gestão, bem como acelerar e potencializar negócios de diversos perfis

Foi em uma conversa informal que surgiu a ideia de desenvolver um grupo para discutir os desafios de empreender e como essa experiência, muitas vezes, é solitária. O grupo ganhou volume e do primeiro encontro, com dez pessoas, passou a reunir, em pouco tempo, eventos com até 100 empresários. Hoje são mais de 900 empresas e mais de 1.000 empreendedores.

A Confraria de Empreendedores é um hub virtual e conta com mais de 900 membros que estimulam a conexão genuína entre empreendedores de perfis diversificados. É uma organização que nasceu com o propósito de ser uma rede de apoio, estimular melhores práticas de gestão, acelerar e potencializar negócios de diversos perfis.

Fundada em 2016 por André Mainart, Diogo Garcia e Natalia Lazarini, a Confra, como é chamada por seus membros, atua em todo o Brasil e tem presença até no Vale do Silício, nos Estados Unidos. Os fundadores, que já tinham vivência sólida em tecnologia, inovação, vendas e negócios, decidiram se unir. Os encontros acontecem em diversos formatos, como happy hour promovido em restaurantes, encontro de grupos de corrida, o ConfraCorre, ConfraChef, com experiências gastronômicas, e o ConfraSocial, que idealiza uma série de ações voluntárias, neste momento disponível digitalmente pela plataforma do próprio ConfraSocial. “Na Confra o empreendedor nunca estará sozinho. Nosso olhar sempre se direciona para ajudá-lo a crescer e, de fato, acreditamos que uma rede de relacionamento bem construída e consolidada, que gere bom conteúdo, bons aprendizados e que fomenta aprender com os erros, desperta um grande impacto social no mundo e nos negócios”, afirma Mainart.

“Nasceram dentro da organização projetos como o Beleza de Mãos Dadas, que ajuda manicures periféricas, o Vevee, plataforma de consultas gratuitas via telemedicina, além do GlOFavelas, que combate a redução dos efeitos da Covid-19”, conta outro fundador, Diogo Garcia.

A cofundadora da Confra, Natalia Lazarini, acre dita que a criatividade, a inovação e o digital são ferramentas essenciais para transformar o universo empreendedor. “Nosso papel vai além de ser empreendedor. É isso que pregamos. Devemos ser melhores como pessoas e compreender o tamanho da importância de olhar para o outro com humanidade dentro do ecossistema econômico e social”.

COMO FUNCIONA

Os empreendedores que querem fazer parte da Confraria do Empreendedor passam por um processo seletivo no qual o perfil do empreendedor e o nível de maturidade do negócio são avaliados. No site da organização há um formulário pelo qual se inicia o processo de participação. “O objetivo da seleção é manter a diversidade dos perfis dos confrades (nome dado aos membros) para gerar negócios entre eles e estimular a colaboração de forma mais rica e diversificada”, explica Natália Lazarini.

O empreendedor não paga para participar da Confraria e não há intenção dehaver cobranças no futuro. ”A forma como monetizamos é por meio deeventos, plataformas digitais (projeto em que estamos trabalhando para ser disponibilizado até o final do ano), programas deparceiros eo ConfraLabs, que apoia grandes emédias empresas a criar suas comunidades e a trabalhar seus programas de Open Innovation”, mostra Natália.

E o objetivo é claro: Conectar empreendedores cujo propósito é compartilhar desafios de negócio. A Confra tem três pilares que são a base para seu crescimento e relevância: gestão de comunidade, curadoria de conhecimento e conexão com ecossistemas. Esses pilares, de acordo com a cofundadora, são concretizados nos grupos que se conectam diariamente, assim como nos encontros focados em compartilhar conhecimento e networking em diversos formatos, que vão do virtual ao presencial, nos principais locais e empresas que movimentam estetema no Brasil.

Existem também grupos segmentados por temas de interesse que fomentam conexões mais fortes e promovem o bem-estar de profissionais que tendem a ter uma rotina de trabalho bem intensa. Alguns exemplos são: o ConfraSocial, queestimula a conexão e a criação de organizações sociais, o Confraüm, que conta com práticas de mindfulness, yoga, meditação e dicas para o bem-estar, o ConfraChef, que, além deboa gastronomia e experiência com o jantar, traz pitch às cegas, entre outras subcomunidades criadas com diferentes temas.

TRANSFORMAÇÕES

Segundo a cofundadora, quando criaram a Confraria do Empreendedor, jamais pensaram que ela teria o impacto que tem hoje na vida dos Confrades. “Nunca imaginamos que um grupo de WhatsApp com o simples propósito de trocar experiências e desafios entre empreendedores fosse um dia virar uma das comunidades mais relevantes do Brasil. E tenho certeza de que isso só foi possível pelo envolvimento e engajamento de todos que fazem parte da Confraria do Empreendedor. O empreendedor vive uma jornada solitária, assim como eu no início dos meus empreendimentos. Tudo que eu queria na época, pois acredito que é um ciclo contínuo, era compartilhar meus desafios de negócio, desde ter indicação de contabilidade até contratar ou não um diretor para a empresa e ter indicação”, revela.

E essa troca, de acordo com ela, é genuína na rede deles. Inclusive existe um “help” em poucos minutos e de empreendedores de diferentes setores e maturidade. ”Além disso, é muito gratificante e emocionante quando recebemos mensagens de empreendedores dizendo que, depois que entraram na Confra, sua jornada não foi a mesma, que na Confraria do Empreendedor eles têm uma família com quem podem contar. Isso é o que inspira a mim e meus sócios, André Mainart e Diogo Garcia, além dos Community Manager que nos ajudam fazendo acontecer”, emociona-se.

Bruno Guerra foi um dos primeiros Confrades, e o primeiro encontro, que contava com apenas dez empreendedores, foi realizado em 2017 na sua empresa, em São Paulo. Eles perceberam como é prazeroso e valioso trocar experiências de negócio.

O primeiro encontro foi com dez; o segundo, com vinte; e no terceiro eles já alcançaram cinquenta empreendedores. “Não sabíamos nem como sugiram tantos empreendedores até hoje (risos). Mas foi muito legal e ao mesmo tempo desafiador, pois tivemos que pegar cadeiras emprestadas da empresa vizinha para atender todos, e o resultado foi o caminho para a construção da Confraria do Empreendedor de hoje”, destaca.

TODOS JUNTOS

Na visão de Natália, a inovação para reinventar modelo de negócio e a colaboração são essenciais para transformar o universo empreendedor. “Por esse motivo o nosso papel vai além de ser empreendedor. Muito tem se falado, nos últimos tempos, sobre juntos sermos mais fortes. O empreendedor que empreende sozinho constrói uma jornada mais dolorosa, e a Confra veio para quebrar isso. Quando encontramos empreendedores compartilhando desafios e trocando experiências é muito gratificante”, afirma.

Segundo ela, há, inclusive, casos de Confrades que se tornaram sócios e outros que, de uma ideia, fizeram parcerias e negócios fantásticos. “O empreendedorismo criativo, muitas vezes, está na capacidade que temos de olhar para o outro, para o mercado e juntos cocriar soluções transformadoras, seja para remodelar e inovar a sua proposta de valor, seja para criar algo que contribuirá para o ecossistema econômico e social”.

Compartilhar e ajudar no crescimento do outro faz com que você também receba ajuda. Essa colaboração está no propósito da Confraria do Empreendedor, e eles perceberam que cada vez mais os empreendedores compartilham seus erros, acertos e conquistas, independentemente de saberem que na Confraria do Empreendedor exista ou não outro empreendedor que seja concorrente. Pelo contrário, eles se envolvem nessa cultura e trocam figurinhas entre eles. Natália conta que, no decorrer dos anos, perceberam a necessidade de engajar ainda mais os relacionamentos dos empreendedores. Assim, criaram o ConfraHobbies, grupo de Confrades que conecta negócios a lazer, como ConfraCorre (empreendedores que correm), ConfraChef (culinária), Confralnvest, ConfraSocial e outros.

SERVIÇO

A Confraria de Empreendedores conta com mais de mil empreendedores que são agentes de transformação. Juntos colaboram com o propósito Confra de conectar empresários e colaborar com o crescimento um do outro, além de estimular a conexão genuína entre empreendedores de perfis diversificados. Mais informações podem ser acessadas no site https://confra.cc

Autor: Vocacionados

Sou evangélico, casado, presbítero, professor, palestrante, tenho 4 filhos sendo 02 homens (Rafael e Rodrigo) e 2 mulheres (Jéssica e Emanuelle), sou um profundo estudioso das escrituras e de tudo o que se relacione ao Criador.