A PSIQUE E AS PSICOLOGIAS

ESCOLA: ESCOLHA FUNDAMENTAL

Da pré-escola à universidade, para alcançar o sucesso profissional não basta um diploma na parede como nos tempos de nossos avós. Hoje é preciso renovar constantemente conhecimentos e práticas

Em meio ao segundo semestre do ano, são abertas as matrículas para o próximo ano letivo em praticamente todas as escolas. Seja porque procuram uma nova opção educacional, ou porque está na hora da sua criança ingressar na pré-escola, muitos pais buscam, nesta época do ano, orientações para fazer a opção de escola que melhor se adapte à educação acadêmica que desejam para seus filhos.

Nos dias de hoje, frente a um mundo globalizado e dependente da tecnologia, a formação acadêmica de qualidade é um fator decisivo para o acesso bem-sucedido às oportunidades profissionais, pessoais e sociais das crianças e jovens adultos. Como a constante atualização também é indispensável para atender as exigências do mercado de trabalho, uma boa formação acadêmica desde o início da escolarização torna-se indispensável para iniciar e fundamentar todo esse importante percurso.

Inegavelmente há um valor enorme colocado na educação e que não é apenas financeiro. Envolvendo essa questão, pesam as aspirações paternas, a pressão social, a responsabilidade na formação das crianças, que influenciam na hora de tomar uma decisão de tal porte. Uma seleção como essa exige muita reflexão da família antes da tomada de uma decisão que certamente terá sérios reflexos no futuro da criança e na dinâmica familiar.

A escolha em geral se inicia pelas indicações de parentes, de outros pais e de amigos que já passaram por essa fase tão importante para as famílias, mas nada substitui uma visita – e até mais de uma – a algumas boas opções, seja se tratando de ensino infantil ou de escolas de ensino médio. Afinal, a escola é onde as crianças e os jovens vão viver boa parte de seu dia e, além da formação pedagógica de qualidade, é lá que a educação de valores será continuada em consonância com a que a família iniciou. E nesse ambiente a criança conquistará seu primeiro grupo de amigos, e as experiências do dia a dia terão grande influência na sua personalidade em formação. Ao visitarem as escolas, muitas informações serão passadas aos pais, mas é importante que estes já tenham em mente alguns pontos a investigar, que consideramos importantes, até a para poderem posteriormente comparar e escolher mais adequadamente. As informações devem ser inicialmente voltadas para a formação exigida dos profissionais, como professores, coordenadores, entre outros.

É importante saber que tipo de apoio e incentivo cada escola oferece para incrementar a modernização do corpo docente e dos demais funcionários. Perguntar sobre as normas disciplinares e o tipo de avaliação que será usada ao longo do ano letivo pode evitar grandes e desagradáveis surpresas, pois escola e casa devem ter muitos pontos em comum no quesito disciplina.

Uma escola situada em um local iluminado, arejado, arborizado e silencioso pode ser um aspecto muito favorável na hora da seleção, mas não é o mais importante, pois, com o passar dos anos, essas características frequentemente se modificam e também há influência relativa no aproveitamento pedagógico.

Essas visitas à nova escola devem preferencialmente ser feitas em horários diferentes para se poder observar os alunos na entrada e na saída: essa é uma forma de saber como se sentem naquele ambiente.

Conversar com outros pais, com alguns funcionários e procurar conhecer pessoalmente as professoras tranquiliza a maioria dos familiares ansiosos, especialmente no caso de crianças pequenas, pois nesse contato poderão estabelecer um vínculo com os adultos que olharão pelas crianças enquanto estiverem longe delas.

Uma vez feita a primeira seleção, é importante que as crianças visitem o local, também, não para decidir onde vão estudar, pois essa é uma responsabilidade que está longe de ser delas, mas para que seus pais observem como se sentem no novo ambiente e depois possam trocar ideias com os filhos sobre isso.

Outra ordem prática deve ser levada em conta: o valor das mensalidades e a distância de casa. Pode parecer pouco para quem nunca manteve um filho na escola, mas o custo mensal total ultrapassa o da mensalidade, pois há o uniforme, os livros, as despesas com passeios, entre outras coisas. Nem sempre as famílias conseguem dar conta de tantas despesas, e mudar a criança de escola em meio ao ano letivo pode ser um desgaste muito grande, em vários aspectos.

Para finalizar, é fundamental que os pais procurem conversar entre si sobre essa importante opção, de modo que seja do agrado de ambos, ou ao menos muito próximo daquilo que desejam para seu filho.

Uma postura de segurança e firmeza em relação a essa escolha fará com que a criança se sinta muito mais confiante e se adapte melhor à escola. Vale ainda lembrar que é o aluno que deve se adaptar à escola, pois, como na sociedade e no trabalho, há normas que todos precisam aprender a respeitar e que, diferentemente do que ocorre na família, não se permitem exceções.

Assim, educar ganha a perspectiva de formação de cidadãos que, usufruindo de boa educação acadêmica, se preparam permanentemente para ser profissionais de sucesso em qualquer área que venham a escolher.

MARIA IRENE MALUF – é especialista em Psicopedagogia, Educação Especial e Neuroaprendizagem. Foi presidente nacional da Associação Brasileira de Psicopedagogia – ABPp (gestão 2005/07). É autora de artigos em publicações nacionais e internacionais. Coordena curso de especialização em Neuroaprendizagem.

irenemaluf@uol.com.br

Autor: Vocacionados

Sou evangélico, casado, presbítero, professor, palestrante, tenho 4 filhos sendo 02 homens (Rafael e Rodrigo) e 2 mulheres (Jéssica e Emanuelle), sou um profundo estudioso das escrituras e de tudo o que se relacione ao Criador.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s