ALIMENTO DIÁRIO

GOTAS DE CONSOLO PARA A ALMA

DIA 02 DE AGOSTO

À PROCURA DA OVELHA PERDIDA

Qual, dentre vós, é o homem que, possuindo cem ovelhas e perdendo uma delas… (Lucas 15.4a).

Jesus, o bom pastor, contou uma parábola imortal sobre o pastor que foi buscar a centésima ovelha e, depois de achá-la, festejou o resgate e alegrou-se com seus amigos. A ovelha perdeu-se porque se afastou do rebanho. A ovelha é um animal míope, inseguro, indefeso e também rebelde. Não consegue proteger-se dos predadores. Não tem um bom senso de direção. Sua segurança está em ficar perto do pastor e junto do rebanho. Sempre que se desgarra e se afasta da companhia das outras ovelhas, está sujeita a cair e ferir-se. A figura da ovelha é sugestiva. Não por acaso Jesus viu os homens aflitos como ovelhas sem pastor. O homem não consegue proteger a si mesmo. A inclinação do seu coração o leva a afastar-se de Deus, em vez de buscar abrigo nos braços onipotentes do Pai. Nenhuma religião é capaz de nos proteger. Nenhum recurso humano pode dar- nos segurança. Somos vulneráveis como ovelhas. Não podemos caminhar seguros confiando em nossa própria força. Dependemos de Deus e uns dos outros. Não podemos afastar-nos da congregação. Não é seguro vivermos isolados do rebanho. Precisamos da proteção do Pastor e da companhia uns dos outros. À nossa volta há muitos perigos. Há terrenos escorregadios. Há despenhadeiros e declives cheios de ameaças. Águas tormentosas podem levar-nos ao naufrágio. Lobos vorazes nos espreitam. Precisamos acautelar-nos. Precisamos buscar o abrigo do aprisco e os braços do Pastor.

Autor: Vocacionados

Sou evangélico, casado, presbítero, professor, palestrante, tenho 4 filhos sendo 02 homens (Rafael e Rodrigo) e 2 mulheres (Jéssica e Emanuelle), sou um profundo estudioso das escrituras e de tudo o que se relacione ao Criador.