EU ACHO …

POR QUE TANTA GENTE BOA INSISTE EM NEGAR OS FATOS

A comunidade científica ficou perplexa com a reabertura prematura das atividades econômicas em pleno avanço da pandemia. Não deveria. Asteorias estapafúrdias em torno do novo coronavírus, os poderes milagrosos da cloroquina, a defesa de uma certa “estratégia sueca” – cujos próprios autores reconhecem ter dado errado – seduzem não apenas Jair Bolsonaro, Donald Trump e acólitos, mas também prefeitos, governadores, empresários, banqueiros e gente de perfil intelectual bem mais sofisticado.

Do papel humano no aquecimento global às vacinas, da pandemia à economia, da política à religião, o negacionismo se espraia como uma praga a minar o conhecimento e a política. Entender suas raízes e mecanismos é um desafio essencial para preservar o planeta, a vida e a civilização.

Não se trata de problema novo. Em 1927, a revista médica britânica The Lancet já publicava editorial contra a crença de que “a vacinação é uma fraude gigantesca perpetuada apenas para garantir lucros”. Absurdos como o terraplanismo ou o criacionismo têm mais chance de prosperar em sociedades ignorantes. Caso do Brasil ou dos Estados Unidos, onde mais da metade da população ignora que a Terra leva um ano para orbitar o Sol e quase três quartos contestam a evolução das espécies pela seleção natural. Mas não é um problema restrito aos pouco cultivados. Os mais empedernidos negacionistas de que a atividade humana seja responsável pelas mudanças no clima são cientificamente letrados, têm acesso a informação de qualidade, entendem os mecanismos climáticos e defendem suas teses por meio de raciocínios embasados em gráficos precisos e conhecimentos avançados de astrofísica ou geofísica. São tudo, menos ignorantes. “A negação é um problema humano, não apenas um problema dos pouco instruídos ou pouco sofisticados”, escreve o filósofo Adrian Bardon em The truth about denial (A verdade sobre a negação). Trata-se, nas palavras dele, de uma “resolução emocionalmente satisfatória da dissonância entre como gostaríamos que o mundo fosse e a forma como ele de fato se apresenta”.

Bardon inventaria os debates contemporâneos sobre o tema não só na ciência. Navega pela política e pela economia (onde por vezes derrapa). Não se furta a explorar (com rara competência) o terreno minado da religião. Apresenta o significado preciso do negacionismo e ensina sua relação com parentes próximos, como dissonância cognitiva, raciocínio motivado, pensamento desiderativo, viés de confirmação ou ideologia. Negação não é mentira. É uma mentira com sabor de verdade, uma falsidade que satisfaz aos instintos – aquilo que o comediante Stephen Colbert definiu como “verdadice” (“truthiness”). “A negação envolve a rejeição (ou adoção) motivada emocionalmente de uma afirmação factual, mesmo diante de fortes evidências contrárias”, diz Bardon. “O negacionismo é um a expansão, uma intensificação da negação. Na raiz, ambos são apenas um subconjunto das formas como os humanos desenvolveram a linguagem para enganar os outros ou a si mesmos.” E pratos cheios para manipulação política e campanhas de desinformação.

Nem o conhecimento dos fatos nem a capacidade intelectual nos vacinam contra o negacionismo. “Nossa capacidade de raciocínio motivado diante de evidência contrária é impressionante”, diz Bardon. “É conveniente, reconfortante e ocasionalmente até útil, mas também solapa nossa capacidade de enfrentar questões urgentes de política pública, portanto obstrui o caminho de mudanças sociais, políticas e econômicas.” É o que vemos no enfrentamento do aquecimento global ou da pandemia. Nem as calotas polares nem o coronavírus dão a mínima para nós. Bardon tenta, no final, levantar estratégias para enfrentar o negacionismo científico. Discutíveis, é verdade, mas até por isso cientistas fariam bem em ouvi-lo.

**HELIO GUROVITZ

Autor: Vocacionados

Sou evangélico, casado, presbítero, professor, palestrante, tenho 4 filhos sendo 02 homens (Rafael e Rodrigo) e 2 mulheres (Jéssica e Emanuelle), sou um profundo estudioso das escrituras e de tudo o que se relacione ao Criador.

bencesizeuyarmi

'' Nature constantly imitates art .''

Tantra Mantra Specialist Astrologer solve your love problems

Tantra Mantra Specialist Astrologer Provide Love back, marriage solution, ex back and other all type of astrology Services

Güz Mavisi

Mesele Biraz Okumak

Monica e lo Scrapbooking

Trovate tutorial e suggerimenti per creare con le vostre mani. Tutto sullo Scrapbooking.

The Paltry Sum

Detroit Richards

VEYSEL ISSI

OKUYUNUZ

Printer Driver App

Download Printer Drivers & Software

ATFK

𝖠𝗇𝗈𝗍𝗁𝖾𝗋 𝖶𝗈𝗋𝖽𝖯𝗋𝖾𝗌𝗌.𝖼𝗈𝗆 𝗌𝗂𝗍𝖾.

Tauty World

Blog Blogging Story Magazine eBook Podcast

Alcançando Metas👉31984915576

Dinheiro ,vendas ,leis universais

Tiny Life

mostly photos

Onde Q tem?

Qual serviço ou produto está procurando?

Speranze Letterarie

Lettura racconti gratis - Free reading of novels

blog viaungarettidue

18-3-2022 ( testi e fotografie dell'autore)

ピロキャンナビ

知りたい事は、何ですか?

%d blogueiros gostam disto: