ALIMENTO DIÁRIO

GOTAS DE CONSOLO PARA A ALMA

DIA 28 DE JULHO

LAR, DOCE LAR

Tua esposa, no interior de tua casa, será como a videira frutífera; teus filhos, como rebentos da oliveira, à roda da tua mesa (Salmos 128.3).

O lar foi planejado por Deus para ser um lugar de abrigo, uma fonte no ermo, um oásis no deserto, um pomar de frutos deliciosos para saciar nossa fome de afeto. No lar, encontramos intimidade e somos amados não por causa de nossas virtudes, mas apesar de nossos defeitos. No lar, nós nos despimos das nossas vaidades e, apesar das nossas cicatrizes emocionais, somos aceitos e perdoados. O lar é tanto um campo de treinamento como uma clínica de recuperação. É no território da família que travamos as maiores batalhas e é nessa arena que somos carregados nos braços quando tombamos por um golpe da vida. O lar é a nossa cidade de refúgio, para onde corremos quando somos acossados pelo inimigo de sangue. No lar, encontramos uma mesa posta, uma cama quentinha, um abraço carinhoso e um sorriso acolhedor. No lar, refazemos as nossas forças para a caminhada da vida e é ali também que levantamos nossa voz para chorar. No lar, celebramos a alegria do nascimento e choramos de saudade na hora da morte. No lar, nascemos, crescemos e morremos. O lar é nossa casa, nosso chão, nossa herança. O lar pode ser rico ou pobre, mas é o melhor lugar do mundo para viver, quando nele trescala o perfume do amor.

Autor: Vocacionados

Sou evangélico, casado, presbítero, professor, palestrante, tenho 4 filhos sendo 02 homens (Rafael e Rodrigo) e 2 mulheres (Jéssica e Emanuelle), sou um profundo estudioso das escrituras e de tudo o que se relacione ao Criador.