EU ACHO …

DUAS PESTES

O ano de 1348 marca a eclosão da peste na ”mui excelsa cidade de Florença, cuja beleza”, nas palavras de seu devotado filho Giovanni Boccaccio, “supera a de qualquer outra cidade da Itália”. Ao contrário do que ocorrera no Oriente, onde se iniciara a doença cujo primeiro sinal era o sangue a escorrer do nariz, em Florença no começo apareciam algumas inchações nas virilhas ou nas axilas. “Algumas dessas cresciam como maçãs; outras, como ovo; cresciam umas mais, outras menos; chamava-as o populacho de bubões.” Das virilhas e axilas os inchaços se espalhavam por toda parte. “Em seguida o aspecto da doença começou a alterar-se; começou a colocar manchas de cor negra ou lívida nos enfermos.” O que não se alterava é que, num caso como noutro, era anúncio de morte certa.

As descrições de Boccaccio (1313-1375), “primeiro grande realista da literatura universal”, segundo Otto Maria Carpeaut, estão um Decamerão, sua obra-prima. Os 672 anos que nos separam da chegada da peste negra a Florença não passaram em vão. Mas em alguns aspectos a pandemia de então e a pandemia de hoje se aproximam, a começar na variedade dos sintomas iniciais – no caso da Covid-19, febre ou dificuldade de respirar, perda do olfato ou tosse seca. Se os médicos foram na atual peste apanhados no contrapé, perdidos no esforço de decifrá-la, com mais razão o foram na Idade Média. “Nem conselho de médico, nem virtude de mezinha alguma, parecia trazer cura ou proveito para o tratamento de tal doença”, escreve Boccaccio. “Tornara-se enorme a quantidade de curandeiros, assim como de cientistas. Contavam-se entre eles homens e mulheres que nunca haviam recebido uma lição de medicina” (tradução de Torrieri Guimarães).

No curandeiro sem noção de medicina o autor italiano parece pressagiar o comportamento no ano 2020, do presidente de um país ainda a mais de um século e meio de ser descoberto pelos europeus. A peste em Florença avançava entre as vítimas “como o fogo passa às coisas secas ou untada” Na peste de hoje alerta-se também contra as coisas, com destaque para crianças mortas e barras de apoio nos ônibus e trens. Em Florença, ‘mexer nas roupas, ou em qualquer coisa que tivesse sido tocada ou utilizada pelos enfermos”, podia ser fatal. ‘E tudo era dirigido para um fim bastante cruel: o de se ficar enojado dos enfermos, e de se fugir das suas coisas e deles.” Como hoje, os parentes não se visitavam. E “eram incontáveis os que partiam desta vida sem nenhuma testemunha”.

Temos hoje ciência muito mais avançada, antibióticos, anestesia, televisão e internet, mas também coincidências com o século XIV que provam, para nosso grande espanto, a persistente fragilidade da espécie. Na Guayaquil da Covid-19 corpos eram arrastados para as ruas. Na Florença da peste negra vizinhos “retiravam das residências os cadáveres”, e os deitavam à porta, “onde, sobretudo na parte da manhã, eram vistos em quantidade inumerável pelos que perambulavam pela cidade e que, observando-os, adotavam medidas para o preparo e o envio dos caixões”.

Na Manaus de hoje caixões são enfileirados em covas coletivas e cobertos de terra lançada por tratores. Na Florença de Boccaccio os corpos “eram empilhados como as mercadorias nos navios; cada caixão era coberto, no fundo da sepultura, com pouca terra; sobre ele, outro era posto, o qual, por sua vez, era recoberto, até que se chegasse à boca da cova, ao rés do chão”.

Pergunta-se hoje como será o mundo pós-Covid-19. O Decamerão, livro do imediato pós-peste negra, oferece pistas. A descrição da peste em Florença ocupa apenas alguns de seus parágrafos iniciais. O assunto muda em seguida para um grupo de sete mulheres e três homens que, num refúgio campestre nos arredores da cidade, pratica o que 672 anos depois seria chamado de “isolamento social”, e, à falta de uma Netflix para ver séries, decide passar o tempo a contar histórias uns aos outros. O Decamerão é o volumoso repositório das 100 histórias resultantes, à razão de dez por pessoa durante dez dias – histórias muitas delas cômicas, de espertos a passar a perna nos tolos, e de multo sexo, com maridos enganados, mulheres ardentes, padres e freiras devassos. Mostra um mundo tão terreno quanto era celeste o padrão medieval precedente a começar por Dante Alighieri, que viveu no mesmo século, mas morreu antes da pandemia. Nesse ponto o livro aponta para a mudança. Já a quem, hoje em dia, espera um mundo pós-Covid-19 mais solidário e generoso, o recado do Decamerão é desanimador. Boccaccio pinta um quadro de injúrias, traições e trapaças sem fim.

**ROBERTO POMPEU DE TOLEDO

Autor: Vocacionados

Sou evangélico, casado, presbítero, professor, palestrante, tenho 4 filhos sendo 02 homens (Rafael e Rodrigo) e 2 mulheres (Jéssica e Emanuelle), sou um profundo estudioso das escrituras e de tudo o que se relacione ao Criador.

URBN Social

The Social Experience

RENOVADAS

Autoestima para mais de 50

Olivia2010kroth's Blog

Viva la Revolución Bolivariana

Alter Planet Action. Outras Ações Planetárias.

M3tas e M3táforas p4ra $ustentbilidad3 soci0800 @mbiental

Enjoy your life!

The story of your life

バナー工房(旅立ちから)

「旅立ちから」移転しました。

Emmanuel Silva Pinto

Sobre direito do trabalho.

The world and its inhabitants

in this site the writer is trying to writing about a big creation of this world

PrestaBlogs Updates.

The Home OfPresent And Future Music Stars

Universo de Lua

Estudos Teológicos, Matérias sobre Liderança, Gestão, Psicologia e Atualidades

PENSER TIMES

Just another WordPress site

Hope237

Hello everyone et bienvenue sur mon blog . Êtes-vous intéressée par ce qui se passe à l'autre bout du monde ? Alors abonnez-vous pour ne rien manquer de cette belle aventure humaine .🥰 Premièrement , j'ai pris l'initiative de créer ce site à caractère humanitaire afin de dénoncer et d'exposer les injustices que subissent les personnes vulnérables dans mon pays le Cameroun 🇨🇲 . L 'objectif étant de créer un jour l'association Hope237 pour soutenir les couches fragiles de la société camerounaise. Deuxièmement , j'aimerais que mes futurs lecteurs découvrent mon pays le Cameroun 🇨🇲 à travers son histoire ,sa géographie ,sa mixité de culture , sa gastronomie , ses paysages et ses lieux touristiques. Qui Sait ? peut être vous avez là votre prochaine destination touristique.😇🌍🌎🌏 ❤️ LGBTQ friendly because love is all we need in this World♥️🏳️‍🌈

What Show Is This

This site is everything about PR, Lifestyle, Entertainment & Sport.

هلوسة ذاتية

"أملك من الذكاء ما يكفي لتدمير حياتي بنفسي"

Sci-Fi Jubilee

Sci-Fi News & Reviews

Still normal.

Ups and down everyday, let us make dailyliving normal.

Spiritual healing for Love back and solve all problem

Get All Love problem Solution in just 2 days by spiritual healing specialist astrologer. Call and Whatsapp Now +91 7678205180

%d blogueiros gostam disto: