GESTÃO E CARREIRA

ACOLHIMENTO E INOVAÇÃO

Preocupada com a criatividade e a responsabilidade social, a Danone aposta em programas e práticas que estimulem a inclusão e a colaboração

Nascida em 1972, a francesa Danone, gigante mundial do setor de laticínios, é tão famosa que sua marca virou sinônimo do principal produto que fabrica. Globalmente, a organização está presente em mais de 120 países. No Brasil há 49 anos, a empresa possui três divisões de negócios: lácteos e bebidas à base de vegetal; nutrição especializada; e águas. Com sete fábricas no país e uma sede corporativa, a companhia emprega 4.500 funcionários. O quadro já foi maior, mas, nos últimos quatro anos, a Danone enxugou o número de empregados em 10% – consequência da crise econômica que atingiu em cheio o consumo dos produtos comercializados pela multinacional. Neste ano, no entanto, a organização espera uma retomada do crescimento, com a meta de elevar de 5% a 10% as vendas. Para conquistar o objetivo, aposta em novos artigos, como bebidas lácteas proteicas, chás e refrigerantes.

1. ESTRUTURA HÍBRIDA

Apesar de a empresa ter organograma tradicional, os métodos ágeis e os squads já aparecem. As áreas de inovação e desenvolvimento de produtos, por exemplo, trabalham nos novos modelos. Além disso, há treinamentos internos sobre esse estilo de gerenciamento – 20 empregados são multiplicadores.

2. BEBÊ A BORDO

Funcionárias com filhos de até 1 ano que precisem viajar a trabalho podem levar junto o neném e um acompanhante – tudo pago pela companhia. Os homens têm direito a 20 dias de licença – paternidade, e as mulheres, a seis meses. E esses períodos se aplicam também aos casais homoafetivos que adotem uma criança.

3. RESPONSABILIDADE SOCIAL

A Danone tem vários projetos sociais. Um deles ocorre em Poços de Caldas (MG), município em que está a principal fábrica da empresa. Em parceria com a Secretaria do Bem-Estar Social da cidade e com o núcleo de psicologia da faculdade Pitágoras, a companhia oferece cursos a mulheres em situação de vulnerabilidade.

4. NO ESCURO

Com o objetivo de aumentar a diversidade entre os estagiários, a Danone usa chatbots para recrutar às cegas nas primeiras fases do processo seletivo. O nome da faculdade e o gênero dos candidatos não aparecem.

5. CAPACITAÇÃO EXTERNA

A companhia tem um programa nacional para capacitação de PCDs que não trabalham na empresa – 500 pessoas já se formaram nos últimos três anos. Após os treinamentos, o currículo dos participantes é colocado à disposição de empresas parceiras.

6. MAIS MULHERES

A Danone exige que pelo menos uma candidata seja mulher na última etapa do processo seletivo. Hoje, 46% dos cargos de liderança são preenchidos por gestoras. E elas são 52% das novas contratações para a fábrica de Poços de Caldas.

7. ATENDIMENTO DIGITAL

Para resolver assuntos de gestão de pessoas e facilitar o dia a dia dos funcionários, existe a Nina, uma inteligência artificial. Ela soluciona dúvidas simples de RH e faz cobranças aos funcionários. É a Nina, por exemplo, que relembra os prazos para envio de relatórios e feedbacks.

8. AO LADO DAS STARTUPS

A divisão de produtos nutricionais lançou um desafio para que startups desenvolvessem novos produtos, serviços ou tecnologias. A iniciativa é feita com a Innoscience (consultoria de gestão de inovação) e com a Startse (plataforma de empreendedorismo). Foram 89 startups inscritas, 18 pré­ selecionadas e três terão seus projetos adquiridos.

9. ALTO E CLARO

Mesmo na crise, a companhia não deixa de comunicar os resultados. Há falas mensais da diretoria e da presidência transmitidas ao vivo. a mensagem fica gravada e disponível a todos.

10. AUTONOMIA PARA INOVAR

Quinzenalmente, ocorrem reuniões para que os funcionários sugiram inovações. a participação é voluntária. Numa dessas conversas, surgiu a ideia do YOPRO, um iogurte UHT com alto teor proteico. O insight não veio da criação, de onde partiria originalmente, mas da área de qualidade.

PALAVRA DA EMPRESA

“Quando alguém entra na Danone recebe uma folha em branco na qual escreve sua história, influenciando o resultado da empresa e propondo novos projetos”

VAGAS

Cerca de 400 até o fim de 2020. É essencial que os candidatos saibam trabalhar colaborativamente e sejam inclusivos. Ter empatia e adaptar-se com agilidade são diferenciais.

SITE PARA ENVIAR CURRÍCULO

jobs.danone.com

Autor: Vocacionados

Sou evangélico, casado, presbítero, professor, palestrante, tenho 4 filhos sendo 02 homens (Rafael e Rodrigo) e 2 mulheres (Jéssica e Emanuelle), sou um profundo estudioso das escrituras e de tudo o que se relacione ao Criador.