ALIMENTO DIÁRIO

GOTAS DE CONSOILO PARA A ALMA

DIA 29 DE JUNHO

O CORDEIRO MUDO

Ele foi oprimido e humilhado, mas não abriu a boca… (Isaias 53.7a).

O profeta Isaías anunciou Jesus, de forma incomparável, setecentos anos antes de seu nascimento, como o cordeiro mudo que foi levado ao matadouro e não abriu a sua boca. O Filho de Deus foi traspassado pelas nossas iniquidades e moído pelas nossas transgressões. Ele foi ferido, mas pelas suas pisaduras nós fomos sarados. Ele foi ultrajado, mas não revidou ultraje com ultraje. Ele foi levado para a cruz debaixo das vaias de uma multidão sedenta de sangue, mas não proferiu nenhuma palavra de maldição. Tal qual um cordeiro mudo, ofereceu-se como sacrifício pelo nosso pecado. Pacientemente suportou zombaria, escárnio e açoites. Foi humilhado até a morte, e morte de cruz. Bravamente marchou sob a algazarra de uma multidão tresloucada, rumo às agruras do Calvário. Mesmo padecendo sofrimento atroz, não levou em conta a vergonha da cruz, pela alegria que lhe estava proposta. Mesmo sendo obediente até o fim, suportou o duro golpe da lei que violamos. Mesmo sendo bendito eternamente, foi feito maldição por nós, ao assumir o nosso lugar. Carregou em seu corpo os nossos pecados e verteu seu sangue para nos redimir do cativeiro e da morte. Seu padecimento nos trouxe alívio. Sua morte nos trouxe vida. Ali no Calvário, Jesus abriu para nós a fonte inesgotável da salvação.

Autor: Vocacionados

Sou evangélico, casado, presbítero, professor, palestrante, tenho 4 filhos sendo 02 homens (Rafael e Rodrigo) e 2 mulheres (Jéssica e Emanuelle), sou um profundo estudioso das escrituras e de tudo o que se relacione ao Criador.