ALIMENTO DIÁRIO

GOTAS DE CONSOLO PARA A ALMA

DIA 21 DE ABRIL

NÃO DEIXE DE SONHAR, MESMO NO CATIVEIRO

E a mulher concebeu e deu à luz um filho… (Êxodo 2.2a).

Joquebede nasceu no cativeiro e sua família estava debaixo de opressão. Seu povo amassava barro, debaixo da chibata dos soldados de Faraó. Não bastasse a escassez de pão, o trabalho forçado e os rigores do castigo físico, agora Faraó ordena que todos os meninos hebreus, nascidos no Egito, sejam passados ao fio da espada ou jogados no Nilo para alimentarem os crocodilos. É nesse cenário de opressão que Joquebede fica grávida. Mesmo no cativeiro, Joquebede não deixa de sonhar. Nos nove meses de gravidez, traça um plano para salvar seu filho. Sua convicção é que não havia gerado um filho para a morte. Deus honrou a atitude de Joquebede. O Nilo, que deveria ser a sepultura de seu filho, tornou-se o instrumento do seu livramento. Em vez de ser devorado pelos crocodilos, foi adotado pela filha de Faraó. Em vez de cair sob a espada do adversário, foi parar nos braços de sua mãe. Em vez de ser oprimido pelos seus inimigos, tornou-se o libertador de seu povo. O nascimento de Moisés não estava apenas nos planos de seus pais, mas sobretudo nos propósitos de Deus. Aquele menino cresceu e se fortaleceu. Aprendeu todas as ciências do Egito. Depois vivenciou todas as agruras do deserto. Finalmente, enfrentou com um cajado na mão todo o poder do Egito e dali libertou o povo hebreu da dura escravidão. Deus ainda opera maravilhas na vida daqueles que ousam sonhar, mesmo que o mundo à sua volta lhes mostre a carranca da opressão.

Autor: Vocacionados

Sou evangélico, casado, presbítero, professor, palestrante, tenho 4 filhos sendo 02 homens (Rafael e Rodrigo) e 2 mulheres (Jéssica e Emanuelle), sou um profundo estudioso das escrituras e de tudo o que se relacione ao Criador.