OUTROS OLHARES

O SHOW DA QUARENTENA

Com artistas e público confinados em casa pela Covid-19, as lives via YouTube e Instagram abriram uma nova fronteira para a indústria do entretenimento.

Quatro câmeras, uma equipe de dezoito pessoas e nenhum ensaio prévio foram suficientes para quebrar a internet. O show transmitido ao vivo pelo YouTube, ao longo de quatro horas, da dupla Jorge e Mateus, no sábado 4, somou 3,1 milhões de pessoas, que acessaram simultaneamente a plataforma. O público viu, cantou, chorou – e, evidentemente, postou! -, plugado no celular, tablet ou TV. Tratou-se da maior audiência da história de uma live. Para efeito de comparação, havia gente suficiente para lotar 39 estádios do Maracanã. Na avassaladora velocidade do mundo digital, quatro dias depois, na noite da quarta-feira 8, a cantora Marília Mendonça equiparou o recorde com seu repertório de sofrência sertaneja.

Esse sucesso enorme é o sinal evidente de um fenômeno anabolizado pelo isolamento social, masque seguirá em frente após a pandemia. As transmissões ao vivo, as lives, são a nova fronteira do entretenimento e da propaganda. Há uma extensa agenda de espetáculos previstos para as próximas semanas, e a indústria já começa a faturar em cima do negócio. Se por um lado a inviabilização das apresentações ao vivo paralisou totalmente a engrenagem do showbiz, por outro a população confinada em casa formou uma gigantesca plateia em potencial ”Existe uma alta demanda de artistas que querem entender como funcionam as lives”, diz Patrícia Murator presidente do YouTube no Brasil. A busca pelo termo lives ao Google aumentou 60% nas últimas semanas.

O Instagram também registra um surto desse tipo de transmissão, em assuntos que vão de shows e palestras a educação, saúde e culinária. Ao contrário das lives do YouTube, sem limitedeterminado, as do Instagram têm duração máxima de uma hora. “No Brasil, vimos a audiência da ferramenta Ao Vivo dobrar no último mês”, conta Gonzalo Arauz, diretor de Parcerias do Instagram para a América Latina. A empresária e influenciadora Camila Coutinho organizou há duas semanas um festival diário para abordar assuntos variados. Ela entrevistou figuras como a cantora Anitta e o advogado Ronaldo Lemos. “O confinamento tem como consequência uma digitalização da sociedade para além dos jovens da geração selfie”, diz Camila. “As lives viraram realidade para mais gente.” Aos poucos, essa mesma realidade começa a despertar o interesse dos anunciantes. Os cliques e o tempo da audiência transformaram-se em ótimas plataformas para expor produtos e serviços. ”As empresas querem fazer parte disso“, afirma Erh Ray, sócio da agência Bete/Havas, que tem as contas de clientes como Citroen e PepsiCo. Por aqui, Magalu e Rappi já investem nesse novo filão de mercado.

Além da reunião de multidões em torno do mesmo evento, as companhias perceberam que as transmissões ao vivo criam para os internautas a sensação de pertencer a uma comunidade. “Os amigos podem não sair para se encontrar, mas conseguem ver o mesmo show e postar sobre o assunto em suas redes sociais”, observa Ray. Enquanto alguns festejam a onda, o mercado de TVs abertas enxerga a novidade com preocupação, sobretudo em época de pandemia. Obrigadas a reprisar novelas antigas, as emissoras enfrentam agora a concorrência pela audiência de conteúdo exclusivo do YouTube e do Instagram.

Para os artistas, no entanto, de live em live é possível amenizar o impacto do cancelamento de seus shows. Exibida em 28 de março no YouTube, a transmissão de um espetáculo de Gusttavo

Lima reuniu 700.000 pessoas simultaneamente. Nos serviços de streaming musical, os acessos às obras do artista andavam em baixa. Cinco dias depois da live, as audições das canções de Lima voltaram a crescer nesses canais. Ele também ganhou mais de 1 milhão de seguidores no Instagram, atingindo a marca de 291 milhões e superando Wesley Safadão como cantor com mais fãs nessa rede social no país. A live de Jorge e Mateus, aliás, arrecadou 1,1 milhão de reais, entre doações do público e de patrocinadores. A renda será revertida em prol de ações de combate ao coronavírus, embora os artistas tenham sido criticados por manter uma equipe nos bastidores sem o distanciamento social adequado. “Sentar-se ali, diante das câmeras, sem quase ninguém ao lado, a sensação é de que parece estar faltando algo. Mesmo assim, a emoção de ajudar o próximo e saber que fizemos tanta gente feliz é imensa. Esperamos que tudo isso passe logo”, afirma a dupla sertaneja. Como diz o velho ditado, o show não pode parar – agora, com estádios vazios e canais de internet lotados.

A TRILHA SONORA DO ISOLAMENTO

Ouvir música, mais que um prazer, é um hábito – e ele foi profundamente atingido pela pandemia do coronavírus. Com as pessoas em casa em razão das medidas de distanciamento social, seria natural supor que elas passariam a ouvir mais música. Mas o que aconteceu foi o contrário. A quantidade de streamings no Spotify e na Deezer caiu cerca de 10% entre 16 e 22 março, embora o número de assinantes desses serviços não tenha diminuído. “Mais que entreter os fãs, as lives ajudarama recuperar os ouvintes que os artistas perderam nas plataformas de streaming. Michel Teló teve um consumo 40% maior de suas músicas um dia depois de sua live. Já Sandy viu suas músicas crescer 40% nas plataformas. “O artista não consegue fazer lives todos os dias, mas ele precisa delas de vez em quando para que o fã continue ouvindo sua música. Percebemos que o ouvinte escuta mais seu artista favorito logo depois da live”, afirma Marcos Swarowsky, diretor regional da Deezer no Brasil e América Latina. A dramática mudança na rotina das pessoas, que agora estão quase 100% do tempo em casa, ajuda a entender a queda no hábito de ouvir música por streaming. Ele está atrelado às “ocasiões de consumo”, como ir ao trabalho e exercitar-se na academia – esses itens frugais da rotina simplesmente deixaram de acontecer. Na segunda e na terceira semanas do país sob quarentena, a audiência do streaming voltou a crescer. O conteúdo, no entanto, ficou mais diverso e adequado ao momento. Na Deezer, playlists feitas para ajudar as pessoas a relaxar aumentaram mais de 200%. Música gospel e cantos de louvor também ganharam espaço. No Spotify, playlists infantis, como a MPB para Crianças, e a Nana Nenê, conquistaram mais ouvintes.

Autor: Vocacionados

Sou evangélico, casado, presbítero, professor, palestrante, tenho 4 filhos sendo 02 homens (Rafael e Rodrigo) e 2 mulheres (Jéssica e Emanuelle), sou um profundo estudioso das escrituras e de tudo o que se relacione ao Criador.

Uma consideração sobre “OUTROS OLHARES”

Os comentários estão encerrados.

Key of All Secret

Adding Rythms to Thoughts

Naykelly_fotografias

Incríveis fotos do céu pra vocês

sosnaoestacerto

ajuda para a violencia domestica no trabalho e no namoro

Free Tantrik Aghori baba ji in India - Vashikaran free of cost

Free aghori baba, free tantrik, love problem solution, love marriage specialist,

Ventana literaria

La poesía es la libertad del alma.

Au'Pearce

Headed in the Right Direction

Marcos Denis Botelho

Projetos | Petróleo e Gás | Vendas On-line

Lembrar para não esquecer...

São memórias escritas em forma de crônicas e contos...

Prof.crisluked

Aqui o professor encontra sugestões de leituras, estudos e materiais.

SÜDAMERIKA LINK

This site is created for the purpose of Repatriating in digital format the Brazilian collections under the guardianship of Austrian Archives, Libraries and Museums.

Yve Laran

WRITER

Oliveira

Buscar a defesa das pessoas nos momentos importunos em que o mundo se apresenta – A PAZ É O NOSSO IDEAL.

Corpo e Sujeito

Somos um espaço direcionado à pessoas que precisam de cuidado e atenção com a saúde e bem estar global. Buscamos atender, dentro do possível, as necessidades individuais e do grupo de forma variada. Em alguns casos, é preciso criar lastro. O ser humano busca um determinado objetivo, mas, nem sempre o seu corpo esta preparado para os seus sonhos. É por isso, que precisamos de orientação especializada e experiente nas mais diversas situações.

O Renovo da Águia?

Aqui voce encontrará motivos para você não querer mais desistir. Você encontrará entrará num momento onde consiguirá enxergar que há momentos na nossa vida que já não temos força de continuar e existe um processo para você renovar suas forças e como a Águia voltar dar o seu voo mais alto e mais renovado do que antes.

Olho na Carreira de Sucesso

Site destinado a ajudar pessoas na Carreira profissional. E parcerias entre empresas

Teoria da Consultoria

Aprimorando conhecimento em gestão empresarial

Si quieres conocerme, mírame a los ojos

This WordPress.com site is the bee's knees

%d blogueiros gostam disto: