ALIMENTO DIÁRIO

GOTAS DE CONSOLO PARA A ALMA

DIA 8 DE ABRIL

MANDAMENTOS RELIGIOSOS E MORAIS

Então, falou Deus todas estas palavras: Eu sou o SENHOR, teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão (Êxodo 20.1,2).

Deus deu a Moisés duas tábuas da lei, contendo dez mandamentos. Os quatro primeiros mandamentos da lei de Deus, contidos na primeira tábua, tratam dos mandamentos religiosos. Falam sobre nossa relação com Deus. Não há vários deuses. Há um só Deus, mas três Pessoas distintas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo. Não podemos ter outros deuses, não podemos fazer nem adorar imagens de escultura que representem a divindade, não podemos escarnecer de seu nome, nem nos omitir em dedicarmos um dia na semana para estreitarmos a comunhão com ele. Os seis últimos mandamentos, da segunda tábua, tratam dos mandamentos morais e falam sobre nossa relação com o próximo. Somos exortados a honrarmos pai e mãe, a respeitarmos a vida, a honra, os bens e a reputação do próximo. Além disso, somos exortados a não cobiçarmos em nosso coração o que é do próximo. Os mandamentos da lei de Deus se referem a coisas objetivas e também subjetivas. Deus vê não apenas nossas obras, mas também ouve nossas palavras. Deus conhece não apenas nossas ações, mas também sonda nossas motivações. A lei de Deus é como uma tomografia computadorizada que faz uma leitura do nosso interior. Embora não possamos ser salvos pelos mandamentos, não estamos dispensados de observá-los. Essa lei deve reger nossa vida, nossa conduta e nossa postura tanto diante de Deus quanto diante dos homens. Jesus sintetizou toda a lei num único mandamento: amar a Deus acima de todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos.

Autor: Vocacionados

Sou evangélico, casado, presbítero, professor, palestrante, tenho 4 filhos sendo 02 homens (Rafael e Rodrigo) e 2 mulheres (Jéssica e Emanuelle), sou um profundo estudioso das escrituras e de tudo o que se relacione ao Criador.