ALIMENTO DIÁRIO

GOTAS DE CONSOLO PARA A ALMA

DIA 25 DE MARÇO

A NATUREZA DO CASAMENTO

Digno de honra entre todos seja o matrimônio, bem como o leito sem mácula… (Hebreus 13.4a).

O casamento foi instituído por Deus para a felicidade do homem e da mulher. O mesmo Deus que criou o homem à sua imagem e semelhança e criou macho e fêmea, também instituiu o casamento, estabelecendo sua natureza. Foi o próprio Deus quem disse: Por isso, deixa o homem pai e mãe e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne (Genesis 2.24). Há aqui três princípios básicos sobre o casamento. Primeiro, o casamento é heterossexual. O texto fala sobre um homem unindo-se à sua mulher. A tentativa de legitimar a relação homossexual está em desacordo com o propósito de Deus. Segundo, o casamento é monogâmico. O texto diz que o homem deve deixar pai e mãe para unir-se à sua mulher, e não às suas mulheres. Tanto a poligamia (um homem ter várias mulheres) como a poliandria (uma mulher ter vários homens) estão também em desacordo com o propósito de Deus para o casamento. Terceiro, o casamento é monossomático, pois os dois se tornam uma só carne, ou seja, podem desfrutar da relação sexual com alegria, santidade e fidelidade. O sexo antes do casamento é fornicação. Aqueles que praticam tais coisas estão sob o desgosto de Deus. O sexo fora do casamento é adultério, e só aqueles que querem destruir-se cometem tal loucura. O sexo no casamento, porém, é ordenança divina. Seguir esses princípios de Deus é o segredo de um casamento feliz.

Autor: Vocacionados

Sou evangélico, casado, presbítero, professor, palestrante, tenho 4 filhos sendo 02 homens (Rafael e Rodrigo) e 2 mulheres (Jéssica e Emanuelle), sou um profundo estudioso das escrituras e de tudo o que se relacione ao Criador.