GESTÃO E CARREIRA

ADORAMOS REUNIÕES

É quase consenso. Todo mundo costuma dizer que odeia reuniões de trabalho. “A afirmação entrou de tal forma para o anedotário empresarial que ficou difícil questiona­ la”, diz o psicólogo organizacional Steven G. Rogelberg, da Universidade da Carolina do Norte de Charlotte. Mas, quando ele e seus colegas deram a 980 funcionários um de dois questionários sobre o tempo que passavam em reuniões programadas e sobre o grau de satisfação geral com o emprego, por unanimidade as reuniões não foram vistas como algo ativo.

Funcionários que têm metas definidas e cujo trabalho não exige muita contribuição vinda de fora da empresa tendem mesmo a mostrar insatisfação com reuniões. Mas indivíduos cujo desempenho profissional depende da interação com outros e têm funções de certa forma flexíveis e menos estruturadas mostram-se mais satisfeitos quanto mais são convidados a participar delas. Que tal convocar uma reunião para debater o problema?

Autor: Vocacionados

Sou evangélico, casado, presbítero, professor, palestrante, tenho 4 filhos sendo 02 homens (Rafael e Rodrigo) e 2 mulheres (Jéssica e Emanuelle), sou um profundo estudioso das escrituras e de tudo o que se relacione ao Criador.

Uma consideração sobre “GESTÃO E CARREIRA”

  1. Estou no time dos que detestam reuniões na maior parte do tempo, mas acho que a irritação vem mais da falta de planejamento adequado do que das reuniões em sim. Se a reunião tem um tema definido e já se sabe quem vai abordar o quê quando se começa, geralmente a irritação é menor… eu acho! Ótimo post!

    Curtido por 1 pessoa

Os comentários estão encerrados.