ALIMENTO DIÁRIO

A HISTÓRIA DO CASAMENTO

DIA 14 – MALDIÇÕES FAMILIARES

No início do nosso casamento, sabíamos que Deus queria fazer algo novo em nós e em nossos filhos. Era evidente que havia fortalezas que envolviam a vida de nossos pais e avós: coisas como o alcoolismo, a imoralidade e a feitiçaria haviam atormentado nossa linhagem familiar. Antes que pudéssemos receber um novo legado, tínhamos de confrontar as maldições que haviam atormentado nossas famílias por gerações. Essas coisas só podiam ser combatidas em oração e destruídas pela Palavra de Deus.

As especificidades das maldições familiares são diferentes para cada casal, mas eis um exemplo. Em um capítulo anterior, mencionamos que nosso histórico familiar é muito diferente. Eu (Lisa) estava preocupada em como a família de John reagiria à disfunção gritante na minha família. No nosso jantar de noivado, meu pai estava embriagado e flertou desavergonhadamente com a mãe de John – bem na frente do marido dela! Seus atos estavam focados em ferir minha mãe e não em qualquer intenção real para com a mãe de John. Mais tarde, a mãe de John expressou sua profunda preocupação de que nosso casamento seria a primeira vez em que alguém com um histórico de divórcio na família se uniria ao seu clã puro. Ouvi-a comentar com alguém: “Nunca tivemos divórcios na nossa família antes”.

Pensei: É assim que ela me vê? Será que vou estragar esta linhagem?

Saí do jantar sentindo tanto a dor da minha mãe quanto minha própria vergonha profunda. Era como se houvesse balanças capazes de medir o “bem” e o “mal” da contribuição familiar, o bem estava drasticamente pendendo em favor de John. Eu estava trazendo todo o mal: adultério, divórcio e vícios estavam entre os problemas da minha linhagem familiar.

A reviravolta veio quando percebi que Deus não estava preocupado com o bem de John ou com o meu mal. Ele queria uma linhagem santa.

Ouça, ó filha, considere e incline os seus ouvidos: Esqueça o seu povo e a casa paterna. O rei foi cativado pela sua beleza; honre-o, pois ele é o seu senhor… Os teus filhos ocuparão o trono dos teus pais; por toda a Terra os farás príncipes. Perpetuarei a tua lembrança por todas as gerações; por isso as nações te louvarão para todo o sempre. Salmos 45:10-11, 16-17

Esta passagem é primeiramente uma descrição de Jesus e da Sua Noiva, mas Deus usou-a para pintar uma imagem de Sua promessa para a minha vida, uma promessa que não era limitada pelos erros cometidos por minha família no passado. Quando li as palavras “Ouça, ó filha”, algo em mim se tornou vivo. Deus estava falando comigo como Sua filha! Naquele instante, uma nova compreensão da minha identidade em Cristo foi revelada. Rejeitei as fortalezas do meu passado e abracei uma nova esperança para o futuro da minha família.

Percebi que em vez de serem parecidos com meu pai natural (um homem adúltero, alcoólatra e profundamente destruído), meus filhos herdariam não apenas as características do seu pai terreno (um homem de Deus), mas herdariam ainda mais as características do seu Senhor. Firmei-me na promessa de que meus filhos se tornariam príncipes do Altíssimo.

Ao tratarmos das maldições de nossas famílias, vimos a Palavra de Deus se provar verdadeira. Nossa família floresceu nas promessas que Deus estabeleceu sobre nossas vidas durante aqueles momentos de oração e declaração.

ORAÇÃO PARA QUEBRAR AS MALDIÇÕES FAMILIARES

Gálatas 3:13 diz: “Cristo nos redimiu da maldição da Lei quando Se tornou maldição em nosso lugar…”. Sejam quais forem as maldições que seguiram sua família através das gerações, em Cristo, você não está mais sujeito a elas.

Se você está ciente das maldições presentes em sua linhagem familiar, queremos posicioná-lo a quebrar o que tem limitado e definido seu legado. Esta oração o ajudará a lidar com as fortalezas de satanás com a espada da Palavra de Deus. A libertação das maldições familiares não acontece por acaso; você precisa identificar e atacar os estratagemas de satanás. O alvo dele é impedi-lo de desfrutar a alegria, a paz e a realização que Deus colocou diante de você. Mas por meio da autoridade que agora possui em Cristo, você pode ver seu inimigo ser vencido.

Por favor, separe um momento para fazer uma pausa e ficar a sós antes de prosseguir com esta oração. Se pretende orar agora mesmo, certifique-se de estar sozinho ou apenas com seu cônjuge ou com um amigo próximo ou parceiro de oração. Este é um tempo pessoal e privado, e você precisará fazer suas petições e renúncias em voz alta, bem como dizer suas respostas.

A oração a seguir trata de algumas das maldições específicas que ameaçaram nosso casamento e nossa família. Construímos esta oração combinando versículos, pois a Palavra é a afiada e poderosa Espada de dois gumes do Espírito. Se existem problemas na sua linhagem familiar que não estão incluídos nesta oração, nós o encorajamos a encontrar versículos que tratem desses problemas com a verdade e a promessa de Deus. Crie uma declaração ousada em concordância com a Palavra de Deus e quebre as maldições de sua vida com o poder do nome de Jesus. Incluímos referências para seu estudo posterior no fim da oração.

Querido Pai celestial,

Venho diante de Ti em nome do Teu precioso Filho, Jesus. Entro nas Tuas portas com ações de graças e nos Teus átrios com louvor. Estou maravilhado com Tua graciosa misericórdia e amor por mim, e Te agradeço antecipadamente pela obra poderosa de redenção que realizaste em minha vida.

Agora pretendo fazer uma aliança com o Senhor, o Deus de Israel. Tu és o Senhor, o Deus do Céu e da Terra, o Deus grande e tremendo, que guarda a Sua aliança de amor com aqueles que O amam e obedecem aos Seus mandamentos. Estejam Teus ouvidos atentos e Teus olhos abertos para ouvir a oração do Teu servo. Confesso os meus pecados e os pecados da casa de meu pai, toda transgressão que cometemos contra Ti. Perdoa-nos, pois agimos maliciosamente contra Ti. Mas Tu, Senhor, nosso Deus, és misericordioso e perdoador, embora tenhamos nos rebelado contra Ti e não tenhamos obedecido ao Senhor nosso Deus nem guardado as leis que Ele nos deu através dos Seus servos, os profetas. Nós Te pedimos para circuncidar os nossos corações e retirares o pecado, a vergonha e a acusação do nosso passado.

Confesso e renuncio ao meu pecado e aos pecados de meus antepassados, a todo e qualquer envolvimento com o ocultismo, a feitiçaria ou a adivinhação. (Faça uma pausa aqui, e mantenha-se sensível para acrescentar qualquer coisa que o Espírito Santo traga à sua atenção, para fazer renúncias específicas antes de continuar. Isso pode incluir, mas com certeza não está limitado a astrologia, sessões espíritas, filmes, jogos e livros de terror, etc.). Renuncio ao meu envolvimento com essas coisas e quebro a maldição delas da minha vida e das vidas de meus filhos, dos filhos deles, e dos filhos de seus filhos.

Confesso e renuncio ao meu pecado e/ou aos pecados de meus antepassados na área das drogas e do abuso de álcool. Pai, fecha qualquer porta que isso possa ter aberto na dimensão espiritual para o pecado, o cativeiro ou a opressão. Renuncio ao meu envolvimento com (cite as drogas especificamente pelo nome, se for o caso), e quebro o poder da maldição delas sobre minha vida e sobre a vida de meus filhos, dos filhos deles, e dos filhos de seus filhos. Em nome de Jesus, amém.

Continuaremos a edificar sobre esse princípio tratando das maldições e das amarras da alma relacionadas ao pecado sexual em um capítulo posterior. Por causa da irrevogabilidade da vitória de Jesus na Cruz, você está livre dessas maldições. Você não precisa temê-las nem se preocupar com a possibilidade desses pecados seguirem você ou seus filhos. Você estabeleceu um novo legado para sua família hoje.

Para maiores estudos, veja: Salmos 100:4; 2 Crônicas 29:10-1; Neemias 1:5-7; Daniel 9:8-10; Josué 5:9; Mateus 10:34; Hebreus 4:12; 2 Crônicas 29:5-6.7

Autor: Vocacionados

Sou evangélico, casado, presbítero, professor, palestrante, tenho 4 filhos sendo 02 homens (Rafael e Rodrigo) e 2 mulheres (Jéssica e Emanuelle), sou um profundo estudioso das escrituras e de tudo o que se relacione ao Criador.