ALIMENTO DIÁRIO

QUALIFICADOS

CAPÍTULO 31 – A LEI DO AMOR

“Amor é a soma de todas as virtudes, e o amor nos dispõe para o bem.” — Jonathan Edwards

PENSAMENTO-CHAVE: Líderes que operam nos mais altos níveis de qualificação são aqueles que mantêm o seu caminho no amor — amando a Deus e aos outros — diante de todas as suas decisões e ações.

Escrevendo estas páginas, venho continuamente ponderando: o que todos os jovens líderes espirituais precisam saber para serem mais efetivos, mais qualificados? Existem tantas coisas que poderiam ser enumeradas, até coisas práticas como maneiras, cortesia, verdadeiramente ser respeitoso e valorizar os outros, escrever cartas de agradecimento, e tantas outras coisas.

Pensei no comentário de Paulo para o jovem Timóteo: “Escrevo-te estas coisas, esperando ir ver-te em breve; para que, se eu tardar, fiques ciente de como se deve proceder na casa de Deus, que é a igreja do Deus vivo, coluna e baluarte da verdade” (1 Timóteo 3:14-15).

Saber como se conduzir na casa de Deus enquanto estamos fazendo as coisas Dele é grandioso! Mas se existe algo que deveria ser ressaltado no final é a lei final de Deus — a lei do amor. Paulo disse: “O amor nunca falha” (1 Coríntios 13:8), e aqueles que desejam resultados de um verdadeiro ministério duradouro deveriam ter certeza de que o amor — o amor de Deus — é a base e a essência de tudo que eles fazem.

Quando Jesus foi questionado a respeito do mandamento mais importante, Ele respondeu: “Respondeu-lhe Jesus: Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento. Este é o grande e primeiro mandamento. O segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo” (Mateus 22:37-39, NVI).

Em vez de procurar manter dúzias de regras, Paulo instruiu os crentes do Novo Testamento a se concentrarem na lei de Deus, a lei do amor. Ele disse:

A ninguém fiqueis devendo coisa alguma, exceto o amor com que vos ameis uns aos outros; pois quem ama o próximo tem cumprido a lei. Pois isto: Não adulterarás, não matarás, não furtarás, não cobiçarás, e, se há qualquer outro mandamento, tudo nesta palavra se resume: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. O amor não pratica o mal contra o próximo; de sorte que o cumprimento da lei é o amor. — Romanos 13:8-10

Quero que foquemos a parte do versículo 10 que diz: “O amor não pratica o mal contra o próximo”. Se nós verdadeiramente andamos em amor, não traremos mal ou prejuízo aos outros; o amor sempre busca edificar a outra pessoa. Se uma pessoa estiver andando em amor, ela não se envolverá em fofocas destrutivas, ela não enfraquecerá outra pessoa ou mentirá sobre ela.

Tiago disse que a lei do amor iria ser a base pela qual seríamos julgados:

Se vós, contudo, observais a lei régia segundo a Escritura: Amarás o teu próximo como a ti mesmo, fazeis bem; se, todavia, fazeis acepção de pessoas, cometeis pecado, sendo arguídos pela Lei como transgressores. Pois qualquer que guarda toda a Lei, mas tropeça em um só ponto, se torna culpado de todos. Porquanto, aquele que disse: Não adulterarás também ordenou: Não matarás. Ora, se não adulteras, porém matas, vens a ser transgressor da lei. Falai de tal maneira e de tal maneira procedei como aqueles que hão de ser julgados pela lei da liberdade. — Tiago 2:8-12

Enquanto você busca conduzir-se apropriadamente em cumprir o plano de Deus, talvez a questão mais importante que você se perguntará seja esta: o que o amor faria? Você não se conduzirá fora de ética se o amor — o amor do tipo de Deus — governar as suas decisões e ações.

Aqui está uma lista inspirada em como o amor age:

O amor dura muito e é paciente e bondoso; o amor nunca é invejoso nem ferve de ciúmes, não é orgulhoso nem vanglorioso, não se apresenta altivamente.

Não é vaidoso (arrogante e inflado com orgulho); não é rude (sem modos) e não age indecorosamente. O amor (o amor de Deus em nós) não insiste nos seus próprios direitos ou na sua própria maneira, porque não é egoísta; não é irritável ou irascível ou ressentido; não leva em conta o mal feito contra ele [não presta atenção a um sofrimento].

Não se regozija com a injustiça e a perversidade, mas se regozija quando o certo e a verdade prevalecem.

O amor resiste a tudo e a qualquer coisa que venha, está sempre pronto para acreditar no melhor de cada pessoa, suas esperanças não se findam sob qualquer circunstância, e dura sobre todas as coisas [sem enfraquecer]. O amor nunca falha [nunca acaba ou se torna obsoleto ou chega a um fim]… — 1 Coríntios 13:4-8 (AMP)

Não é suficiente concordar somente mentalmente com esses versículos e dizer: “Sim, isso é o que o amor faz”. Deus quer que nós sejamos transformados e governados pelo Seu amor e que nós sejamos capazes de dizer: “Sim, é assim que eu sou. É assim que eu vivo a minha vida porque eu permito o amor de Deus, a Palavra de Deus e o Espírito de Deus governarem todas as minhas decisões e ações”.

Outra forma de avaliar como nós estamos é olhar para o que tem sido chamado como “A regra de ouro”. Amo a forma como a versão A Mensagem parafraseia esta frase de Jesus:

“Aqui está um guia simples e objetivo de conduta: pergunte a você mesmo o que quer que os outros façam a você, e, então, faça o mesmo a eles!” — Lucas 6:31 (A Mensagem)

Faça a si mesmo a seguinte pergunta: “É dessa forma que eu gostaria de ser tratado se a situação fosse reversa? Gostaria que alguém falasse de mim, ou me fizesse o que eu tenho falado e feito?”

Alguém poderia listar milhares de faça e não faça, mas nunca haveria regras suficientes e regulamentos para cobrir todas as situações. Mas se pudermos aprender como andar no Seu amor, ser governados pela Sua Palavra e Espírito, e verdadeiramente andar em sabedoria, nós tomaremos as decisões corretas e faremos aquilo que glorificará a Deus e ajudará as pessoas.

A congregação romana a que Paulo dirigiu as suas palavras era composta de pessoas de diferentes experiências, e tais diferentes experiências estavam causando que os crentes tivessem convicções divergentes a respeito dealgumas questões não essenciais. Quando Paulo chega ao capítulo 14 de Romanos, ele fala aos crentes de lá sobre não julgarem uns aos outros, para não empurrarem as suas próprias convicções uns nos outros e que não se tratassem de uma forma que faria que os irmãos mais fracos caíssem. Isso significaria algumas vezes sacrificar as preferências pessoais de alguém em favor do que era melhor para o outro.

Paulo faz uma afirmação dramática a respeito daqueles que buscam agradar em primeiro lugar ao Senhor: “Honre o seu irmão em segundo, e coloquem suas preferências pessoais em último”. Ele diz: “… e quem está nesse caminho devotadamente servindo a Cristo, Deus tem prazer nele e os homens o elogiam” (Romanos 14:18, versão de Weymouth).

Não consigo pensar em uma expressão maior de ser qualificado do que isso. Buscando a honra e a glória do Senhor primeiro, e buscando o benefício e a edificação dos outros em segundo. Oro para que todos nós possamos correr as nossas respectivas carreiras para que, quando tudo tiver sido dito e feito, Deus tenha tido prazer em nós e os homens nos elogiem.

ORAÇÃO DE SALVAÇÃO

Deus o ama, não importa quem você seja, não importa o seu passado. Deus o ama tanto que deu o Seu Filho unigênito por você. A Bíblia nos diz que “… todo aquele que Nele crê não perecerá, mas terá a vida eterna” (João 3:16). Jesus entregou a Sua vida e ressuscitou para que pudéssemos passar a eternidade com Ele no céu e experimentar o Seu melhor na Terra. Se você deseja fazer de Jesus o Senhor da sua vida, faça a seguinte oração em voz alta e de todo o seu coração.

Querido Pai Celestial,

Eu venho a Ti em Nome de Jesus.

Tua Palavra diz: “… aquele que vem a Mim de maneira nenhuma o lançarei fora” (João 6:37), de modo que sei que Tu não me lançarás fora, mas me receberás e eu Te agradeço por isso. Tu disseste na Tua Palavra: “Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo” (Romanos 10:13). Estou invocando o Teu Nome, por isso sei que Tu me salvaste agora.

Tu também disseste: “… se com a tua boca confessares o Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o levantou dentre os mortos, serás salvo. Pois com o coração se crê para a justiça; e com a boca se confessa para a salvação” (Romanos 10:9-10). Creio em meu coração que Jesus Cristo é o Filho de Deus. Creio que Ele foi ressuscitado dentre os mortos para a minha justificação, e confesso-o agora como meu Senhor.

Porque a Tua Palavra diz: “… com o coração se crê para a justiça…” e eu creio em meu coração, agora tornei-me a justiça de Deus em Cristo (2 Coríntios 5:21) …E estou salvo!

Autor: Vocacionados

Sou evangélico, casado, presbítero, professor, palestrante, tenho 4 filhos sendo 02 homens (Rafael e Rodrigo) e 2 mulheres (Jéssica e Emanuelle), sou um profundo estudioso das escrituras e de tudo o que se relacione ao Criador.

FELICISSES

UM POUCO SOBRE LIVROS, FILMES, SÉRIES E ASSUNTOS ALEATÓRIOS

kampungmanisku

menjelajah dunia seni tanpa meninggalkan sains

Blog O Cristão Pentecostal

"Tão certo como eu vivo, diz o Senhor Deus, não tenho prazer na morte do ímpio, mas em que o ímpio se converta do seu caminho e viva. Convertam-se! Convertam-se dos seus maus caminhos!" Ezequiel 33:11b

Agayana

Tek ve Yek

Envision Eden

All Things Are Possible Within The Light Of Love

4000 Wu Otto

Drink the fuel!

Ms. C. Loves

If music be the food of love, play on✨

troca de óleo automotivo do mané

Venda e prestação de serviço automotivo

darkblack78

Siyah neden gökkuşağında olmak istesin ki gece tamamıyla ona aittken 💫

Babysitting all right

Serviço babysitting todos os dias, também serviços com outras componentes educacionais complementares em diversas disciplinas.

Bella Jane

Beleza & saúde Bella jane

M.A aka Hellion's BookNook

Interviews, reviews, marketing for writers and artists across the globe

Gaveta de notas

Guardando idéias, pensamentos e opiniões...

%d blogueiros gostam disto: