A PSIQUE E AS PSICOLOGIAS

O QUE OS OLHOS VÊEM…

O único fator que impede alguém de ter problemas com a alimentação pode ser uma dose generosa e saudável de auto- ilusão. Psicólogos tentaram identificar se pessoas com problemas relacionados à comida têm percepções ou sentimentos distorcidos a respeito de seu corpo, mas as descobertas nesse campo não se revelaram convincentes. Pesquisadores da Universidade de Maastricht, Holanda, recentemente tentaram uma abordagem diferente. Primeiro, pediram a indivíduos de dois grupos que avaliassem seu próprio poder de atração. Um dos grupos apresentava sintomas de problemas com alimentação. Aspessoas do outro – o de controle – tinham sido escolhidas por terem o corpo semelhante aos do grupo acometido de perturbações. Os pesquisadores apresentaram fotos do corpo de todos, com os cabelos bem cortados e aparados, a dois painéis de avaliadores. De alguma forma, a despeito da semelhança entre os corpos, ambos os painéis consideraram menos atraentes os que apresentavam distúrbios em relação à comida – em conformidade com as avaliações de si mesmos feitas pelos próprios indivíduos afetados por essas perturbações.

Em contraste, no grupo de controle os voluntários superestimaram seu próprio poder de atração, o que revela, da parte deles, uma imagem preconcebida e protetora do corpo. Para tratar pessoas com problemas relativos à alimentação, os médicos talvez tenham de ensiná-las a se concentrar em seus traços atraentes – é o que propõem os realizadores do experimento.

Autor: Vocacionados

Sou evangélico, casado, presbítero, professor, palestrante, tenho 4 filhos sendo 02 homens (Rafael e Rodrigo) e 2 mulheres (Jéssica e Emanuelle), sou um profundo estudioso das escrituras e de tudo o que se relacione ao Criador.