GESTÃO E CARREIRA

LIDERAR & GERENCIAR: EIS AS PRIORIDADES EM SERVIÇOS

Vamos falar sobre duas funções organizacionais essenciais para obter êxito durante todas as etapas da prestação de serviços: liderar e gerenciar. Hoje as empresas necessitam cada vez mais de práticas, procedimentos e comportamentos de profissionais que estejam alinhados com a missão, a visão e os valores, considerando também fatores internos e externos, oportunidades, ameaças, novas competências e inovações. Nesse contexto, visando atingir os objetivos estabelecidos no planejamento estratégico da empresa, torna-se necessário liderar as equipes de trabalho, bem como gerenciar recursos e processos em consonância com as melhores práticas.

Imagine uma empresa de prestação de serviços que tenha profissionais sem a devida qualificação e capacitação para liderar pessoas e para gerenciar recursos e processos. Por conseguinte, quantas dificuldades poderão surgir? Em relação aos negócios desse setor, cabe ressaltar que, tendo em vista as características específicas de serviços, além de intangibilidade, heterogeneidade e simultaneidade, várias competências são necessárias para os profissionais exercerem as suas funções com sucesso em todas as etapas.

Para liderar pessoas, alguns exemplos de competências são:

1) Estar comprometido com as diretrizes da empresa;

2) Promover as mudanças de paradigmas necessárias juntamente com as pessoas da equipe de trabalho;

3) Identificar e viabilizar a qualificação e a capacitação necessárias das pessoas;

4) Ter uma visão holística do mercado de atuação e das oportunidades;

5) Identificar e atender às necessidades dos stakeholders;

6) Ter flexibilidade e autonomia nas atitudes e nas decisões nos momentos de adversidades e de desafios;

7) Identificar e viabilizar o crescimento profissional dos talentos;

8) Implementar ações inspiradoras para manter a harmonia, a integração, a criatividade e a sinergia positiva das pessoas que compõem a equipe de trabalho;

9) Ter compromisso com a melhoria contínua, com as inovações tecnológicas e com os objetivos a serem atingidos;

10) Ter habilidade na comunicação das informações, orientações, feedbacks e decisões;

Em relação a gerenciar recursos e processos, também menciono algumas competências:

1) Estar comprometido com as diretrizes da empresa;

2) Mapear os processos de prestação de serviços;

3) Elaborar o planejamento;

4) Elaborar o orçamento;

5) Controlar e avaliar os resultados de desempenho de empresas terceirizadas;

6) Controlar as práticas e os recursos financeiros;

 7) Coordenar as atividades de sua área;

8) Elaborar, implementar, controlar e melhorar constantemente os planos de ações;

9) Controlar e avaliar periodicamente os resultados de desempenho da empresa. Também fica evidenciado que o profissional que gerencia as atividades de prestação de serviços tem foco no controle, na eficiência.

Cabe observar que, para o responsável pela equipe de trabalho delegar autoridade e responsabilidade, é fundamental que as pessoas da equipe não só estejam tecnicamente e emocionalmente habilitadas, bem como sejam orientadas adequadamente e recebam os recursos necessários para a realização do serviço. Assim, hoje em dia, devido a vários aspectos relativos ao setor de serviços, o profissional dessa área precisa ter a percepção de que existe momento em que é preciso gerenciar, ou seja, são funções que se complementam perfeitamente e são prioritárias no dia a dia da empresa.

Por fim, considerando o exposto, destaco que o profissional do setor de serviços responsável por um setor ou por uma equipe de trabalho cada vez mais terá de ter as competências para liderar e também para gerenciar. Eis o desafio!

Autor: Vocacionados

Sou evangélico, casado, presbítero, professor, palestrante, tenho 4 filhos sendo 02 homens (Rafael e Rodrigo) e 2 mulheres (Jéssica e Emanuelle), sou um profundo estudioso das escrituras e de tudo o que se relacione ao Criador.

Uma consideração sobre “GESTÃO E CARREIRA”

Os comentários estão encerrados.