GESTÃO E CARREIRA

A CRIPTOMOEDA DO FACEBOOK

Em um consórcio com gigantes dos meios de pagamento e da tecnologia, a rede social entra em um novo capítulo da sua história com o desenvolvimento da Libra

A criptomoeda do facebook

O mítico Satoshi Nakamoto, que lançou o “manifesto” do Bitcoin em uma lista de emails de criptografia em 2008 e liberou, alguns meses depois, o código aberto da moeda virtual talvez não imaginasse que sua invenção fosse capaz de atrair tantos seguidores ilustres. O fato, porém, é que as criptomoedas deixaram o submundo da internet e saíram das sombras. A consagração desse dinheiro misterioso veio na terça 18, quando o Facebook anunciou a criação do seu próprio meio de pagamento, a Libra. A intenção de Mark Zuckerberg é fazer com que transações e transferências financeiras sejam tão simples quanto o envio de uma mensagem de texto. Até por isso, a intenção é que ela seja compatível com os aplicativos de troca de mensagem da empresa, como o Messenger e o WhatsApp.

O anúncio da Libra rapidamente gerou tumulto entre os governos dos países mais poderosos do mundo. O G7, que reúne os mais ricos, anunciou uma força tarefa para avaliar a Libra, buscando entender como pode regular a criptomoeda, protegendo os direitos dos consumidores e evitando a lavagem de dinheiro. Nos Estados Unidos, onde o Facebook está sediado, uma audiência no Congresso foi marcada para que a empresa seja submetida a questionamentos. A intenção é bastante clara: não deixar que a rede social se torne muito poderosa e faça os bancos centrais do mundo de refém. Constituem a “associação Libra”, por enquanto, 28 parceiros que envolvem empresas de pagamentos, tecnologia e ONGs, incluindo Mastercard, Visa, Uber e eBay. O consórcio terá sede em Genebra, na Suíça, e afirma não ter fins lucrativos.

Além disso, a empresa desenvolverá a própria subsidiária para comandar o fluxo de moedas virtuais, a Calibra. A empresa garante que a carteira digital será completamente paralela à rede social, afirmando que por ser independente do Facebook, não será possível acessar o vasto banco de dados da empresa – o que garantiria ainda mais informações cruciais para manipulação certeira de produtos e marketing. Tentando tranquilizar os bancos centrais do planeta, o Facebook afirmou que a Libra terá lastro nas moedas de menor variação nos mercados financeiros, como o dólar e o euro – sem valor inicial anunciado – supostamente garantindo, dessa forma, a autonomia de política monetária dos países envolvidos. Mesmo assim, apenas a associação Libra terá o controle para “cunhar e queimar” as moedas.

 

A criptomoeda do facebook. 2

ALTA DO BITCOIN

O potencial no anúncio de Zuckerberg é muito maior do que o de dominar o mercado de criptomoedas. Com a Libra, se ela realmente for tão simples quanto uma mensagem de texto, é possível atingir públicos que não estão contemplados pelo sistema bancário, mas que possuem uma conta no Facebook. No anúncio mais recente, a empresa afirmou contar com cerca de 2.27 bilhões de perfis na rede. “A libra é mais que uma moeda. O que está por trás disso é uma infraestrutura de transação facilitada. Se as pessoas reconhecem a tecnologia, se é fácil de utilizar, então ela fará toda a diferença”, avalia Caio Ramalho, coordenador do FGVNest – núcleo de estudos em Startups e Inovação da Fundação Getúlio Vargas.

Apesar do preço do Bitcoin ter disparado desde então, foi de R$ 38 mil no dia do anúncio para R$ 50 mil na quarta-feira 26, as ações do Facebook permaneceram estáveis, com leve baixa de 0,2% no período. Isso indica cautela com a atratividade da empresa, que ainda tenta se recuperar dos escândalos de vazamentos de dados da Cambrige Analytica, com impacto nas eleições dos EUA de 2016, e de um péssimo balanço de contas divulgado em julho de 2018. Independente da aceitação futura da Libra – mero exercício de adivinhação por enquanto – Mark Zuckerberg, sob inspiração de Nakamoto, mais uma vez se coloca na posição de influenciador global, podendo mudar a forma como a sociedade se relaciona, agora impactando diretamente as relações das pessoas com o dinheiro.

A criptomoeda do facebook. 3

Autor: Vocacionados

Sou evangélico, casado, presbítero, professor, palestrante, tenho 4 filhos sendo 02 homens (Rafael e Rodrigo) e 2 mulheres (Jéssica e Emanuelle), sou um profundo estudioso das escrituras e de tudo o que se relacione ao Criador.

Agayana

Tek ve Yek

Envision Eden

When We Improve Ourselves We Improve The World

4000 Wu Otto

Drink the fuel!

Ms. C. Loves

If music be the food of love, play on✨

Abre Olho Raposa

A fonte de notícias que vai te manter informado

troca de óleo automotivo do mané

Venda e prestação de serviço automotivo

darkblack78

Siyah neden gökkuşağında olmak istesin ki gece tamamıyla ona aittken 💫

Babysitting all right

Serviço babysitting todos os dias, também serviços com outras componentes educacionais complementares em diversas disciplinas.

Maromba's

Marombas

M.A

Interviews, reviews, marketing for writers and artists across the globe

Gaveta de notas

Guardando idéias, pensamentos e opiniões...

Isabela Lima Escreve.

Reflexões sobre psicoterapia e sobre a vida!

Roopkathaa

high on stories

%d blogueiros gostam disto: