A PSIQUE E AS PSICOLOGIAS

PALAVRAS QUE ENSINAM A ENXERGAR

Palavras que ensinam a enxergar

Estudo conduzido por Aubrey Gilbert e seus colegas da Universidade de Berkeley, Estados Unidos, mostrou que existe um “princípio de relatividade linguística”. De acordo com esse princípio, a língua que falamos influencia todos os nossos pensamentos e até o nosso modo de percepção.

Na pesquisa de Gilbert, 27 estudantes com visão normal deveriam fazer  soar uma campainha  tão logo  deparassem com uma tela  com um campo de outra matiz  inserido em um círculo  de campos verdes. Mostrou-se que os estudantes reconhecem mais rapidamente um campo destoante quando este tenda para o azul. Quando o campo diferente se aproximava da coloração verde, demorava mais para ser percebido. Uma explicação para o resultado é que na língua materna dos estudantes, o inglês americano uma cor é classificada como azul ou como verde, como no português. A distinção linguística aparentemente reforça a percepção de diferenças cromáticas existentes entre o azulado e o esverdeado. O resultado, porém, só era observado quando a mancha azul aparecia no campo de visão direito, lado cuja informação visual é conduzida ao hemisfério cerebral esquerdo e que abriga também o centro de linguagem. Muitas línguas não diferenciam o verde do azul. Assim, os berinmos, povo da Papua Nova Guiné não possuem vocábulos para os dois tons – e invariavelmente têm problemas para diferenciá-los. Observações desse tipo levaram os linguistas Edward Sapir e Benjamin Lee Whorf  a elaborar a hipótese de Sapir-Whorf da relatividade linguística, teoria que até hoje é objeto de controvérsia. O resultado obtido por Gilbert reforça a teoria, embora somente para os estágios iniciais de percepção visual. Nos estágios avançados, há novamente a atuação de ambos os hemisférios cerebrais.

Autor: Vocacionados

Sou evangélico, casado, presbítero, professor, palestrante, tenho 4 filhos sendo 02 homens (Rafael e Rodrigo) e 2 mulheres (Jéssica e Emanuelle), sou um profundo estudioso das escrituras e de tudo o que se relacione ao Criador.