ALIMENTO DIÁRIO

PROVÉRBIOS 16: 6 – 9

Pensando biblicamente

A SOBERANIA DA PROVIDÊNCIA DIVINA

 

V. 6 – Veja aqui:

1. Como a culpa do pecado é tirada de nós – pela misericórdia e pela verdade de Deus, a misericórdia contida na promessa, a verdade na realização, a misericórdia e a verdade que se encontram em Jesus Cristo, o Mediador – pelo concerto da graça, em que a misericórdia e a graça brilham de maneira tão reluzente – pela nossa misericórdia e verdade, como a condição para o perdão, e uma qualificação necessária para ele – por elas, e não pelos sacrifícios legais (Miqueias 6.7,8).

2. Como o poder do pecado é rompido em nós. Pelos princípios de misericórdia e verdade dominantes em nós, se purifica a iniquidade; no entanto, pelo temor do Senhor, e a influência desse temor, os homens se desviam do mal; não ousarão pecar contra Deus os que conservarem, em suas mentes, um santo temor e reverência por Ele.

 

V. 7 – Observe:

1. Deus pode converter adversários em amigos, quando desejar. Aquele que tem todos os corações em suas mãos pode acessar os espíritos dos homens, e dominá-los, trabalhando imperceptivelmente, mas irresistivelmente, neles; pode fazer com que os inimigos de um homem tenham paz com ele, pode fazê-los mudar de ideia, ou forçá-los a urna submissão aparente. Ele pode matar todos os inimigos, e reunir os que estavam muito afastados, uns dos outros.

2. Ele fará isto por nós, quando nós o agradarmos. Se nos preocuparmos em nos reconciliarmos com Deus, e nos conservar no seu amor, Ele inclinará os que nos invejam e nos perturbam, para que alimentem uma boa opinião a nosso respeito, e se tornem nossos amigos. Deus fez com que Esaú tivesse paz com Jacó, Abimeleque com Isaque, e que os inimigos de Davi buscassem a sua benevolência e desejassem uma aliança com Israel. A imagem de Deus aparecendo para os justos, e a sua benevolência particular para com eles, são suficientes para recomendá-los ao respeito de todos, até mesmo dos que têm os mais elevados preconceitos contra eles.

 

V. 8 – Aqui:

1. Supõe-se que um homem bom e honesto possa ter apenas um pouco da riqueza deste mundo (penso que a maioria dos justos não é rica) – que um homem possa ter apenas um pouco, e ainda assim possa ser honesto (embora a pobreza seja uma tentação à desonestidade, Provérbios 30.9. mas não uma tentação invencível) – e que, por algum tempo, um homem possa enriquecer por meio de fraude e opressão, vindo a ter grandes rendas, mas ele não pode fazer bom uso do que é obtido e conservado sem justiça.

2. Sabe-se que uma pequena propriedade obtida com honestidade, com que um homem se satisfaz, de que usufrui confortavelmente, com que serve a Deus com alegria, e à qual dedica a um uso com justiça, é muito melhor, e mais valiosa, do que uma grande propriedade, obtida com injustiça, e então conservada ou gasta de maneir a injusta. Ela traz consigo mais satisfação interior, uma melhor reputação para os que são sábios e bons; ela durará mais tempo, e terá maior valor no grande dia, quando os homens serão julgados, não segundo o que tiveram, mas segundo o que fizeram.

 

V.  9 – O homem aqui nos é descrito:

1. Como uma criatura racional. que tem a faculdade de considerar por si só: “O coração do homem considera o seu caminho”, traça um objetivo, e planeja caminhos e meios que conduzam a este fim, coisa que não conseguem fazer as criaturas inferiores, que são governadas pelos sentidos e instintos naturais – o que torna mais vergonhoso para o homem, não considerar a maneira como agradar a Deus e se preparar para o seu estado eterno.

2. Mas, como uma criatura dependente, que se sujeita à orientação e ao domínio do seu Criador. Se os homens considerarem seu caminho, de modo a fazer da glória de Deus o seu objetivo e da sua vontade a sua lei, poderão esperar que Ele lhes dirija os passos, pelo seu Espírito e sua graça, de modo que não errem o seu caminho nem deixem de chegar ao seu fim. Mesmo que os homens conduzam suas questões terrenas polidamente, e com grande probabilidade de sucesso, ainda assim Deus ordena o evento, e às vezes dirige os seus passos, para onde eles menos pretendiam. A intenção é nos ensinar a dizer: “Se o Senhor quiser, não só viveremos, como também faremos isto ou aquilo” (Tiago 4.14,15, na versão RA), e a dirigirmos os nossos olhos para Deus, não somente nas grandes reviravoltas de nossas vidas, mas em cada passo que dermos. Que Cristo encaminhe a nossa viagem (1 Tessalonicenses 3.11).

Autor: Vocacionados

Sou evangélico, casado, presbítero, professor, palestrante, tenho 4 filhos sendo 02 homens (Rafael e Rodrigo) e 2 mulheres (Jéssica e Emanuelle), sou um profundo estudioso das escrituras e de tudo o que se relacione ao Criador.

Uma consideração sobre “ALIMENTO DIÁRIO”

Os comentários estão encerrados.

positivitymonger

write. doodle. express.

coroasfutebolclubart.wordpress.com/

W.A divulgações - divulgacoesassis.com

Printer Driver

Download Software Driver

LAWET

Law, poetry, You and me

bencesizeuyarmi

'' Nature constantly imitates art .''

Tantra Mantra Specialist Astrologer solve your love problems

Tantra Mantra Specialist Astrologer Provide Love back, marriage solution, ex back and other all type of astrology Services

Güz Mavisi

Mesele Biraz Okumak

Monica e lo Scrapbooking

Trovate tutorial e suggerimenti per creare con le vostre mani. Tutto sullo Scrapbooking.

The Paltry Sum

Detroit Richards

VEYSEL ISSI

OKUYUNUZ

Printer Driver App

Download Printer Drivers & Software

ATFK

𝖠𝗇𝗈𝗍𝗁𝖾𝗋 𝖶𝗈𝗋𝖽𝖯𝗋𝖾𝗌𝗌.𝖼𝗈𝗆 𝗌𝗂𝗍𝖾.

Tauty World

Blog Blogging Story Magazine eBook Podcast

Alcançando Metas👉31984915576

Dinheiro ,vendas ,leis universais

Tiny Life

mostly photos

Onde Q tem?

Qual serviço ou produto está procurando?

%d blogueiros gostam disto: