OUTROS OLHARES

DE OLHO NO FUTURO

O psicólogo e cientista social Philip Tetlock descobriu que a maioria das previsões feitas por especialistas é furada. Mas existe um grupo capaz de prever (e acertar) acima da média. Conheça os segredos dessa elite e como aplicá-los no trabalho.

De olho no futuro

Em 1956, o médico polonês Archie Cochrane recebeu de um oncologista de renome o diagnóstico de que possuía um câncer terminal e teria poucos anos de vida. Por sorte, a previsão do especialista estava equivocada e, após a análise do tecido supostamente canceroso por um patologista, Archie se surpreendeu com a suspensão de sua sentença de morte. O episódio foi o responsável por tornar o polonês o fundador do movimento médico denominado medicina baseada em evidências (MBE), que defendia o uso de métodos científicos para as práticas de saúde. Uma resposta simplista poderia apontar que se tratava de um erro médico, difícil, mas possível de acontecer. Entretanto, de acordo com o psicólogo e cientista social canadense Philip Tetlock, a origem do equívoco estava no fato de que nem Archie havia duvidado do diagnóstico nem o oncologista questionara seu próprio julgamento, mesmo sem o relatório do patologista como prova. Ou seja, o médico, munido de um “complexo de Deus”, acreditava que seu juízo não necessitava de validação. O exemplo está presente no livro que Philip lançou em fevereiro, em parceria com o escritor Dan Gardner, batizado de Super- previsores – A Arte e a Ciência de Antecipar o Futuro (Objetiva, 44,90 reais), e aponta para um dos nortes da tese que defende: a ausência da dúvida e do rigor científico afeta as decisões de médicos, empresários e líderes governamentais.

Nos últimos 20 anos, o estudioso analisou previsões realizadas por profissionais de renome e chegou a uma primeira conclusão: especialistas têm tanta chance de prever o futuro (mais precisamente 15%) quanto chimpanzés de acertar no alvo atirando dardos. Divulgada em 2005, a comparação causou polêmica e feriu alguns egos. A segunda descoberta, porém, provocou curiosidade. Por meio de uma pesquisa feita pelos autores em parceria com a Iarpa (Intelligence Advanced Research Projects Activity), consórcio de inteligência do governo americano, eles constataram que existem alguns analistas capazes de acertar 60% a mais do que a média. No estudo, eles acompanharam pessoas comuns – donas de casa, aposentados, professores – que eram incitadas a fazer previsões sobre acontecimentos políticos e econômicos. Os bons resultados de alguns deles, que não tinham acesso a informações privilegiadas, foram surpreendentes. Esse grupo de superanalistas não possui nenhum talento excepcional. O que faz com que eles se destaquem é a forma de pensar – mais racional do que a média. E a boa notícia é que esse tipo de raciocínio pode ser desenvolvido por todos nós.

PREVISÕES CERTEIRAS

As estratégias dos superanalistas para ajudar você a imaginar o que vem por aí.

DUVIDE DAS SUAS CRENÇAS

Para a ciência, a melhor evidência de que uma hipótese é verdadeira é um experimento que comprove que ela é falsa. Parece loucura, mas é a maneira como os cientistas fazem para descartar todas as alternativas de erro. E essa capacidade de duvidar constantemente de que estamos de posse da verdade é uma das características fundamentais dos superanalistas. “Muitas pessoas não separam o fato da opinião e, assim, se convencem de que seu ponto de vista está correto baseado na emoção, ignorando a realidade”, diz Silvio Celestino, coach de São Paulo. Isso não quer dizer que seja necessário mudar de ideia o tempo todo, mas adquirir conhecimentos e atualizar suas crenças. “Pessoas que ficam presas a valores antigos não conseguem acompanhar essas mudanças nem propor soluções inovadoras para problemas”, diz Josué Bressane, sócio-diretor da Falconi Gente, empresa de recrutamento e seleção, de São Paulo.

ADMITA QUE SEU CONHECIMENTO É LIMITADO

Mesmo os superanalistas sabem que, em um mundo complexo, nosso conhecimento e nossa capacidade de prever cenários e mudanças é limitado. Segundo os autores, as previsões de longo prazo são menos propensas a se concretizar. Então, para se tornar um analista de elite, é preciso reconhecer que, embora dominemos um assunto muito bem, não possuímos todo o conhecimento e, às vezes, precisamos de ajuda. “Os líderes não reconhecem sua vulnerabilidade. Precisamos extrair conhecimentos dos outros para complementar a nossa visão de mundo”, diz Roberto Camanho, professor da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) e diretor de novos mercados da Amplix, consultoria de automação de processos, ambas de São Paulo.

AVALIE OS ERROS POR TRÁS DOS FRACASSOS – E DOS SUCESSOS

Além de não usar desculpas esfarrapadas para os fracassos, os superanalistas avaliam os projetos em que obtiveram sucesso. O objetivo é encontrar explicações para os acertos. Muitas escolhas bem-sucedidas são fruto de situações externas e não significam, necessariamente, que o raciocínio anterior estava totalmente correto. “A retrospectiva é um processo poderoso porque, se você não avalia o que está vivendo, entra em um piloto automático e não questiona se está tomando as melhores decisões ou se é melhor quebrar esses padrões”, diz Mônica Barroso, empreendedora e coach que ministra aulas de empreendorismo na The School of Life, em São Paulo. Quer dizer: quanto mais consciência você tiver dos seus passos, mais objetiva será a sua visão de futuro. Mas nada de se flagelar constantemente. “É preciso adotar uma postura construtiva, equilibrar erros e acertos e entender por que aquilo aconteceu”, diz Mônica.

PENSE EM PROBABILIDADES

Poucas questões são 100% corretas ou incorretas. Ficar constantemente pensando no “talvez” não traz informações relevantes sobre cenários futuros, mas identificar os graus de incerteza e levá-los em conta é importante para formar um raciocínio. “As previsões tendem a ser mais precisas se você utilizar dados e fatos e analisar informações”, diz Josué. Mas existe algo intangível nessa conta: a sua percepção pessoal e o fato de que todos nós podemos cometer equívocos. “Entender que não existe uma regra geral para tudo capacita o indivíduo a adquirir uma visão sistêmica e se preparar para cenários futuros”, diz Anderson Sant’Anna, professor e coordenador do núcleo de desenvolvimento de pessoas e liderança da Fundação Dom Cabral, de Minas Gerais.

USE VÁRIAS FONTES DE INFORMAÇÃO

Os superanalistas compreendem os riscos de fazer previsões apressadas e reúnem uma gama de fontes confiáveis antes de emitir um julgamento. Porém, eles também reconhecem que é preciso encontrar um equilíbrio entre ter posições firmes e qualificadas e ficar remoendo muito as decisões. “O ser humano tem duas formas de decidir: pela intuição e pela razão. A intuição é mais rápida porque é resultado de experiências semelhantes às que tivemos anteriormente, já a razão é mais demorada porque exige um tempo de reflexão. O segredo é unir as duas para diminuir o tempo de decisão”, diz Roberto. A forma como você escolhe as suas fontes também irá ajudar a acelerar esse processo. Excesso de dados não é conhecimento. É preciso selecionar algumas pessoas de confiança que possam ser consultadas frequentemente.

Autor: Vocacionados

Sou evangélico, casado, presbítero, professor, palestrante, tenho 4 filhos sendo 02 homens (Rafael e Rodrigo) e 2 mulheres (Jéssica e Emanuelle), sou um profundo estudioso das escrituras e de tudo o que se relacione ao Criador.

M.A

Interviews, reviews, marketing for writers and artists across the globe

Gaveta de notas

Guardando idéias, pensamentos e opiniões...

Isabela Lima Escreve.

Reflexões sobre psicoterapia e sobre a vida!

Roopkathaa

high on stories

Luna en mengua

Poesía, arte, literatura y música.

de tudo um pouco ❗❕❗😉👌

de tudo um pouco 😉👌

Painel do Grupo

Aqui um pouquinho de nossas realizações

Buds of Wisdom

Fall in Love with Grammar !

pretapoesia

Escreviver é isso: viver, escrever, viver novamente. Writing is just like this: live, write, live again.

danielecolleoni

Appunti, spunti e passioni in liberta'

Ode to Beauty

Discovering the World of Fine Art Nude Photography

白川君の独り言β

no sweat no victory

URBN Social

The Social Experience

RENOVADAS

Autoestima para mais de 50

Olivia2010kroth's Blog

Viva la Revolución Bolivariana

%d blogueiros gostam disto: