PSICOLOGIA ANALÍTICA

OS BENEFÍCIOS DO AMOR

Uma interação positiva entre um casal pode promover importantes benefícios na saúde física e mental, trazendo satisfação e qualidade de vida a ambos.

Os benefícios do amor

Não é preciso ser um neurocientista para imaginar que um relacionamento saudável pode ser uma fonte de bem-estar físico e emocional. Essa hipótese foi corroborada por dois estudos independentes, que confirmaram a importância e os benefícios de uma relação conjugal com uma interação amorosa saudável.

Uma das investigações mostrou uma relação positiva entre uma melhor qualidade de sono e ter um parceiro responsivo em um relacionamento. Nesse estudo foram examinados cerca de 700 parceiros casados e que moravam juntos. Foram mensuradas a responsividade dos parceiros e a qualidade do sono dos membros do casal. Os pesquisadores verificaram que existe uma forte associação entre a responsividade do parceiro e um melhor sono, uma vez que os participantes que se sentiram mais entendidos, validados e cuidados tiveram um sono de melhor qualidade.

A responsividade cria um senso de validação e um sentimento de cuidado, sendo um dos comportamentos mais importantes para a felicidade conjugal. Ser responsivo envolve ouvir e entrar em sintonia emocional com o outro, e principalmente sentir compaixão. Uma forma potente de ser responsivo é ouvir e compreender o que o parceiro está sentindo e pensando, para depois responder de modo compassivo.

Os participantes do estudo com parceiros responsivos apresentavam menor ansiedade e excitação, o que melhora a qualidade do sono. O sono tem efeito mais restaurador qt1ando não é interrompido, e isso acontece quando as pessoas se sentem seguras e protegidas. A maneira mais eficaz para seres humanos diminuírem a ansiedade, a tensão e a excitação é contar com o apoio de parceiros responsivos que estariam disponíveis para nos proteger em caso de problemas.

Sem dúvida, um dos melhores caminhos para uma vida mais longa, saudável e feliz é ter um parceiro responsivo. Um outro estudo reforça essa conclusão, embora não tenha examinado o sono, mas sim o efeito da massagem na redução do estresse. Nessa investigação, os casais participantes receberam um curso de massagem de três semanas. Os pesquisadores descobriram que a maioria dos casais continuou a usar a massagem após o término do curso, tamanhos os benefícios psicológicos e físicos.

A interação do casal, em que ambos massageiam e são massageados, aumenta o bem-estar físico e emocional dos dois parceiros. Os membros do casal se sentiam mais aptos a lidar com o estresse depois de massagens. Interessante que esse efeito ocorria independentemente de estarem dando ou recebendo massagens na ocasião. Pesquisas anteriores já haviam documentado que receber uma massagem de um profissional traz uma série de benefícios, mas esse novo estudo mostra que a massagem pode ser uma maneira simples e eficaz para os casais melhorarem seu bem-estar físico e mental enquanto demonstram afeição um pelo outro, mesmo sem formação prévia e experiência anterior. Essa descoberta mostra que a troca de massagem entre um casal é uma intervenção agradável e eficaz que pode ser facilmente incorporada à rotina diária.

Tomadas no conjunto, ambas as investigações apontam para os incríveis efeitos positivos de uma interação conjugal na qual existe cuidado e preocupação com o bem-estar do parceiro. Cuidar e ser cuidado, dar e receber amor, carinho, apoio e compreensão fazem um tremendo bem a saúde física e mental. Vale a pena se dedicar a buscar mais conexão e afeto no relacionamento, a saúde do corpo e mente é turbinada quando temos mais amor, carinho e compreensão recíprocos.

Anúncios

OUTROS OLHARES

EFEITOS INESPERADOS DOS MEDICAMENTOS

Recentemente foi descoberto que alguns remédios já usados há muito tempo podem ter novos usos; dependendo da dose, uma medicação contra a gripe, por exemplo, pode despertar reações em pacientes em estado vegetativo.

Efeitos inesperados dos medicamentos.jpg

Desenvolver um fármaco não é tarefa fácil. Algo em torno de 95% dos novos compostos é reprovado antes de eles se tornarem disponíveis para o uso clínico. Os gastos são especialmente altos quando o assunto é medicamento para tratar problemas relacionados ao sistema nervoso central. Remédios que chegam a ser comercializados com sucesso somam um custo médio de US$ 1,8 bilhão. Agora, os pesquisadores recorrem cada vez mais aos produtos já existentes no mercado. Comprovadamente seguras para o consumo humano e não raro compreendidas em nível molecular, as já conhecidas pílulas de hoje podem ser a novidade médica de amanhã. Os efeitos colaterais em uma pessoa podem ser a cura para outra.

COMO FUNCIONA

No organismo, o bexaroteno ativa um receptor químico que afeta a forma como as células se desenvolvem. Ao ativar esse receptor no cérebro, o agente estimula a destruição de placas características do Alzheimer e ajuda a bloquear a ação de pro- teínas que causam a morte de neurônios.

A mifepristona foi originalmente desenvolvida para bloquear o neurotransmissor glucocorticoide para tratar depressão. No entanto, cientistas descobriram um interessante efeito colateral: o fármaco interrompe a ação da progesterona, um neurotransmissor necessário durante a gravidez. Controvérsias sobre o aborto interromperam pesquisas sobre a substância por décadas. Agora, a droga tem sido novamente estudada para ser utilizada como antidepressivo.

A ação da gabapentina é parecida com a de alguns neurotransmissores. Uma de suas funções é normalizar a atividade da amígdala, o que pode aliviar os sintomas de abstinência de dependentes químicos. A sonolência, um dos principais efeitos colaterais, pode ser uma grande aliada no tratamento de adictos, que não raro têm problemas para dormir.

A minociclina é uma droga anti-inflamatória capaz de atravessar facilmente a barreira hematoencefálica. Por isso, cientistas se perguntavam se o agente químico poderia ajudar também a proteger as células cerebrais. Eles descobriram que o fármaco diminui alguns sintomas da esquizofrenia, incluindo o retraimento social e a apatia. A hipótese é que a substância bloqueia o glutamato, um neurotransmissor relacionado à psicose.

A amantadina pode atravessar a barreira hematoencefálica e provocar alterações nos neurotransmissores. Há muito tempo pesquisadores vêm tentando encontrar uma maneira de utilizar a substância no tratamento de doenças do cérebro. A eficácia da amantadina no tratamento de distúrbios da consciência levou cientistas a estudar sua ação em outras lesões cerebrais traumáticas. A novidade é que eles descobriram que a droga ajuda pacientes com baixa consciência ou em estado vegetativo a recuperar a consciência. Eles acreditam que o fármaco eleve gradual- mente a atividade da dopamina, o que favorece a excitação cerebral e sua unidade.

O propranolol reduz a pressão arterial e a ansiedade bloqueando a noradrenalina, responsável por uma parte das res- postas do organismo ao estresse. Seu efeito calmante também diminui o juízo preconcebido relacionado à etnia. Cientistas estão interessados em ampliar a compreensão da neurobiologia relacionada ao preconceito. O trabalho, porém, desperta questões éticas a respeito de como os efeitos colaterais da medicação podem influenciar atitudes pessoais de forma artificial.

Efeitos inesperados dos medicamentos. 3

DROGAS REINVENTADAS

 

BEXAROTENO – de quimioterapia de linfomas cutâneos para tratamento de Alzheimer.

MIFEPRISTONA – de abortivo para antidepressivo.

GABAPENTINA – de prevenção da epilepsia para alívio de abstinência.

MINOCICLINA – de medicação contra acne e redutor de artrite para estabilizador de esquizofrenia.

AMANTADINA – de remédio contra a gripe para provocar reações em pacientes em estado vegetativo.

PROPRANOLOL – de alívio de ansiedade para diminuir o racismo.

Efeitos inesperados dos medicamentos. 2

GESTÃO E CARREIRA

COMO AUMENTAR A EFICIÊNCIA NOS PROCESSOS DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO

Como aumentar a eficiência nos processos de recrutamento e seleção

Final do ano é o timing para empresas iniciarem seus processos seletivos para o próximo ano. Muito se fala sobre a importância da experiência dos candidatos, a relevância dos tão esperados feedbacks — e como fazê-los o quanto antes —, e a melhoria na criatividade de cada etapa para filtrar os melhores profissionais.
Mas como, de fato, promover tudo isso com eficiência e êxito nos processos de recrutamento e seleção de uma empresa? A Gupy lista cinco dicas imprescindíveis para sua empresa investir no aumento de eficiência dos processos seletivos, gerando valor para cada etapa do recrutamento e, ao mesmo tempo, fortalecer a marca empregadora.

FEEDBACKS: DIFICULDADE ESTÁ NO MINDSET E NA AUTOMAÇÃO
Muitas empresas ainda recebem inúmeras reclamações sobre a falta de retorno das etapas de um recrutamento ou a demora de cada uma dela.
Pesquisas mostram que o feedback é o principal fator de percepção de valor de um candidato em um processo seletivo. É preciso uma mudança de mindset do RH para entender isso como fundamental e indispensável.
A falta de tempo pode ser resolvida com o uso de ferramentas que ajudam a automatizar o envio de feedbacks personalizados para candidatos. Além disso, já existem bons ATS, em tradução livre “Sistemas de Rastreamento de Candidatos”, que fazem isso, e, conseguem oferecer um feedback ainda mais personalizado para as etapas finais do processo.

ENTREVISTA PRESENCIAL OU POR SKYPE? NA ERA DIGITAL, QUAL A MELHOR OPÇÃO?
Não existe certo ou errado, nem melhor ou pior. Se sua empresa está distante geograficamente do candidato, entrevistas remotas são ótimas opções para garantir que não perderão aquele candidato especial. Enquanto isso, entrevistas presenciais podem ser opções interessantes para apresentar ao candidato seu ambiente de trabalho e ainda aumentar o seu engajamento com a vaga.

FORTALECIMENTO DA MARCA EMPREGADORA COMEÇA TAMBÉM POR MEIO DO RECRUTAMENTO E SELEÇÃO
Muitas empresas buscam fortalecer suas marcas nos processos seletivos e investem budgets enormes em projetos de employer branding para construir uma boa reputação como marca empregadora. Porém, na verdade, os fatores que mais encantam os candidatos e os tornam promotores de suas marcas podem ser realizados de formas simples, com páginas de carreiras com depoimentos dos funcionários, fotos, vídeos e mensagens que transmitem emoção e conquistem um apelo sentimental dos candidatos.
Outra opção, comumente aplicada em Programas de Estágio e Trainee, é realizar previamente Webinars, com recrutadores e pessoas da área, para tirar dúvidas dos candidatos e apresentar a realidade da empresa. Grupos Focais também podem ser uma solução, caso sua empresa queira capturar as expectativas dos candidatos, suas dores e anseios, e, usar essas informações como insumo na criação das etapas. Já os jogos virtuais e gamefication podem servir para criar um fluxo dinâmico ao processo.

Dentre os recursos que trazem encantamento aos candidatos estão a acessibilidade digital às oportunidades de vagas e os feedbacks personalizados e escritos com cuidado para mostrar preocupação genuína com o candidato.
Recentemente, algumas empresas têm usado a construção de vídeos depoimentos contendo toda a jornada de um candidato, trazendo um contexto emocional da sua relação com a organização e revelando como tem sido a rotina do colaborador após contratação. Além disso, a entrega de aprendizado ao candidato durante o processo, por meio de workshops, talks ou recomendações de leitura, tem proporcionado conhecimento e enriquecido à vivência de quem procura uma oportunidade.

Mesmo que não aprovado, é importante que a empresa faça com que o candidato saia do processo melhor do que entrou, ou seja, com o maior aprendizado possível da vaga, da empresa e sobre seus autoconhecimentos.

COMO CONCILIAR O USO DA INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL (IA) COM UM PROCESSO DE RECRUTAMENTO INCLUSIVO?
Os algoritmos não possuem pré-conceitos ou baias inconscientes. Eles não criam julgamentos irracionais das pessoas, o que pode acontecer de forma imperceptível pelos recrutadores. O papel do recrutador deve ser o de análise crítica para entender e guiar a tecnologia a seu favor.

A exemplo, uma empresa que utilizou a plataforma da Gupy em seu processo de recrutamento, mostrou um aumento no número de mulheres que chegavam às etapas finais do processo após usarem IA. Isso só aconteceu porque percebeu-se que anteriormente muitos homens analisavam a dinâmica e passavam, inconscientemente, outros homens para a etapa seguinte. Essa é apenas uma das provas práticas de que a Inteligência Artificial realmente tem auxiliado na promoção de inclusão.

USO DO ONBOARDING NA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO
Através do onboarding, do inglês, “integração”, pode-se identificar os gaps dos funcionários que estão entrando na empresa e estabelecer o ponto de partida desse funcionário no negócio. Com isso, a Avaliação de Desempenho pode comparar a evolução da performance no colaborador.
O problema é que muitas empresas em suas Atividades de Vida Diárias (AVD) não analisam os saltos dos colaboradores e, sim, criam fotografias do momento. Entender onde o colaborador estava quando entrou em sua empresa e onde está hoje é um grande sinal de seu potencial, de sua capacidade de aprendizagem e evolução, além de permitir aos seus líderes a criação de planos de desenvolvimento de competências.

 

ALIMENTO DIÁRIO

PROVÉRBIOS 5: 15-23

Pensando biblicamente

Recomendação à fidelidade conjugal

 

Tendo demonstrado o grande mal que existe no adultério e na prostituição, e em todos os caminhos corrompidos e impuros, Salomão aqui prescreve remédios contra estes pecados.

I – Desfrutar com satisfação os confortos do casamento lícito, o que era ordenado para evitar a impureza, e por isto deveria ser usado no devido tempo, para que não acabasse sendo ineficaz para a cura daquilo que poderia ter evitado. Que ninguém se queixe de que Deus lidou de maneira cruel consigo, proibindo-lhe os prazeres pelos quais há um desejo natural, pois Ele bondosamente providenciou a satisfação regular de tais desejos. Não podes comer de todas as árvores do jardim, mas escolhe a tua, a que quiseres, e desta poderás comer livremente; a natureza ficará satisfeita com isto, mas a luxúria não terá nada. Deus, ao limitar o homem a uma só, estava tão longe de lhe impor quaisquer dificuldades, que na realidade buscava o seu melhor interesse; pois, como observa o Sr. Herbert: “Se Deus tivesse permitido tudo, certamente o homem teria sido o limitador.” – este é um provérbio conhecido pela igreja. Aqui Salomão explica isto, não somente prescrevendo como um antídoto, mas apresentando como um argumento contra a prostituição, o fato de que os prazeres permitidos no casamento (ainda que a sagacidade dos ímpios, que colabora com o espírito da impureza possa tentar ridicularizá-los), transcende, e muito, os falsos prazeres proibidos da prostituição.

1. Que os jovens se casem, e não se abrasem. “Bebe a água da tua cisterna e das correntes do teu poço” (v. 15), uma referência à mulher da tua mocidade (v. 18). Abstém-te totalmente, ou casa-te. – Herbert. “O mundo é amplo, e há variedades de realizações, entre as quais podes te satisfazer”.

2. Que aquele que é casado tenha prazer na sua esposa, e que tenha carinho por ela, não somente porque ela é a esposa que ele mesmo escolheu, e assim ele deve ficar satisfeito com a sua própria escolha, mas porque ela é a esposa que Deus, na sua providência, reservou para ele, e ele deve ficar ainda mais satisfeito com a indicação divina, satisfeito com ela, porque ela é sua. “Seja bendito o teu manancial” (v. 18); ou seja, considere-se muito feliz com sua própria esposa, considere-a uma esposa abençoada, que ela tenha diariamente a tua bênção, ore diariamente por ela, e então se alegre com ela. Estes confortos nos quais podemos ter alegria nos são santificados por meio da oração, e pela bênção de Deus. Não somente nos é permitido, como nos é ordenado, que sejamos agradáveis nos nossos relacionamentos, e particularmente convém aos companheiros de jugo que se alegrem juntos, e um com o outro. O prazer mútuo é o elo da fidelidade mútua. Que o noivo se alegre com a sua noiva (Isaias 62.5), não somente é algo aceito como verdadeiro, como é permitido por lei. “Goza a vida com a mulher que amas, todos os dias de vida da tua vaidade” (Eclesiastes 9.9). Aqueles que são joviais e alegres com companheiras fora de casa, não têm os confortos que Deus lhes designou, mas se mostram amargos, irritados e tristes para com as suas famílias, em casa.

3. Que cada homem tenha carinho por sua esposa e a ame profundamente (v. 19): Que ela seja como “cerva amorosa e gazela graciosa”, como as que os nobres às vezes mantinham, domadas, em suas casas. Não deseje melhor diversão do estudo e do trabalho severos do que a convivência inocente e agradável com a sua própria esposa; tenha-a no seu seio, como o pobre tinha sua pequena cordeira no seu (2 Samuel 12.3), e assim repouse a sua cabeça no seio dela, e que isto satisfaça você, em todas as ocasiões; e não busque o prazer com nenhuma outra. Se errar, que seja sempre no amor a ela. Se você permitir que o seu amor seja excessivo, e se tiver que sentir um afeto apaixonado por alguém, que seja somente por sua própria esposa, onde não há o menor risco de excesso. Isto é a água potável, para aplacar a sede do seu apetite, água da sua própria cisterna, e águas correntes, que são claras, e doces, e saudáveis, águas do seu próprio poço (v. 15; 1 Co 7.2,3).

4. Que ele se alegre com os seus filhos e os considere com prazer (vv. 16,17): Considere-os como correntes do teu próprio manancial (os judeus são considerados como originários das águas de Judá, Isaias 48.1), de modo que sejam partes de você mesmo, como as correntes são parte da fonte. Limite-se à sua própria esposa, e terás:

(1) Uma numerosa descendência, como ribeiros de águas, que correm em abundância, e que estará dispersa; os teus filhos estarão casados em outras famílias, ao passo que aqueles que cometem a prostituição não se multiplicarão (Oseias 4.10).

(2) Uma descendência peculiar, que será para ti, só, ao passo que os filhos da prostituição, que forem gerados por você, provavelmente não o serão, mas, até onde se sabe, serão a descendência de estranhos, e ainda assim você deverá mantê-los.

(3 ) Uma descendência honrada e louvável, que será uma honra para você, e que você poderá enviar a outros locais, e com a qual você poderá ser visto em público, nas ruas, ao passo que uma descendência ilegítima será a sua desgraça, e algo que você se envergonhará de reconhecer. Neste aspecto, a virtude tem todo o prazer e a honra; com razão, portanto, é chamada de sabedoria.

5. Que ele zombe, então, da oferta de prazeres proibidos, estando sempre encantado com o amor de uma esposa fiel e virtuosa; que ele considere o absurdo que seria, para ele, sentir-se atraído por uma estranha (v.20), estar apaixonado por uma prostituta impura, e abraçar o seio de uma estrangeira, sendo estes pensamentos detestáveis, se ele tiver algum sentido de honra ou virtude. “Por que você estaria tão embriagado, e seria tal inimigo de si mesmo, a ponto de preferir água de pântano, e seria envenenado, também, e roubado, diante das águas puras e vivas do seu próprio poço? Observe que se as regras da razão puderem ser ouvidas, as leis da virtude serão obedecidas.

 

II – Veja os olhos de Deus sempre em você, e que o temor a Ele governe o seu coração (v. 21). Os que vivem neste pecado se prometem discrição (os olhos do adúltero aguardam o crepúsculo; Jó 24.15); mas com que propósito, quando nada pode ser escondido de Deus? Pois:

1. Ele vê. Os caminhos do homem, todos os seus movimentos, todos os seus atos, estão diante dos olhos do Senhor, todas as obras do coração e todas as saídas da vida, aquilo que é feito, ainda que com a maior discrição e disfarce, mesmo que seja feito com muita habilidade. Deus vê o pecado sob uma luz verdadeira, e o conhece, com todas as suas causas, circunstâncias e consequências. Ele não lança um olhar ao homem de vez em quando, mas o homem está sempre sob os seus olhos, e sob a sua inspeção. E será que você ousa pecar contra Deus, diante dos seus olhos, e diante dos seus olhos cometer aquela iniquidade que você não ousa cometer na presença de um outro homem, que é semelhante a você mesmo?

2. Ele chamará o pecador para responder por isto; pois Deus não somente vê, mas pondera todas as ações do homem, e as julga, como alguém que em breve julgará o pecador por elas. Cada obra é avaliada e será trazida a juízo (Eclesiastes 12.14), o que é um bom motivo por que devemos ponderar a vereda dos nossos pés (Provérbios 4.26) e assim julgar a nós mesmos, para que não sejamos julgados.

III – Preveja a ruína assegurada aqueles que perseveram em suas transgressões. Os que vivem neste pecado prometem impunidade a si mesmos, mas se enganam – o seu pecado os revelará (vv. 22,23). O apóstolo explica o sentido destes versos, em poucas palavras: “Aos que se dão à prostituição e aos adúlteros Deus os julgará” (Hebreus 13.4).

1. É um pecado de cujo poder os homens se livram com grande dificuldade. Quando o pecador é idoso e fraco, os seus desejos são fortes e ativos, lembrando os dias da sua mocidade (Ezequiel 23.19). Assim, preso pelas suas próprias iniquidades, por seu consentimento, e tendo voluntariamente se rendido como cativo a elas, ele é detido pelas cordas do seu próprio pecado, e tal é o poder delas que ele não consegue se livrar, mas, na grandeza da sua loucura (e que maior loucura pode haver, do que se entregar, como servo, a tais cruéis capatazes? ), ele irá se desviar e perambular incessantemente. A impureza é um pecado do qual, uma vez mergulhados nele, os homens raramente se recuperam, e quando o fazem é com muita dificuldade.

2. É um pecado de cuja punição os homens não conseguirão escapar, a menos que o abandonem; ele será, inevitavelmente, a sua ruína. Da mesma maneira como as suas próprias iniquidades os prendem nas reprovações e repreensões de consciência (Jeremias 7.19), também as suas próprias iniquidades os prenderão e entregarão aos juízos de Deus. Não há necessidade de prisões, nem correntes; eles serão detidos pelas cordas dos seus próprios pecados, como os anjos caídos; sendo ímpios incuráveis, são detidos em cadeias de trevas. O pecador; que muitas vezes repreendido endurece a cerviz, acabará morrendo, sem instrução. Tendo recebido suficientes avisos genéricos, não terá nenhum aviso particular, mas morrerá sem ver o perigo de antemão, morrerá porque não desejou receber instrução, mas na grandeza da sua loucura quis se desviar, quis andar errado; e assim, esta será a sua perdição – nunca mais encontrará o caminho para casa. Aos que são loucos a ponto de escolher o caminho do pecado, Deus permite, com razão, que persistam nele, até que cheguem àquela destruição à qual esse caminho conduz, o que é uma boa razão pela qual devemos ser vigilantes e nos proteger resolutamente das seduções dos apetites sensuais.