ALIMENTO DIÁRIO

PROVÉRBIOS 3: 13-20

Pensando biblicamente

A Excelência da Sabedoria; A Felicidade Daqueles que Encontram a Sabedoria

Salomão nos tinha aconselhado fervorosamente a buscar diligentemente a sabedoria (Provérbios 2.1, e versículos seguintes), e nos tinha assegurado de que nós seríamos bem-sucedidos nas nossas buscas sinceras e constantes. a questão é: O que conseguiremos, quando a encontrarmos? A perspectiva de vantagem é a origem e o incentivo do esforço; portanto, ele nos mostra o quanto isto será para o nosso benefício, apresentando o seguinte como uma verdade inquestionável: “Bem-aventurado o homem que acha sabedoria”, aquela verdadeira sabedoria que consiste no conhecimento e no amor a Deus, e na total conformidade com todas as intenções das suas verdades. providências e leis. Observe:

 

I – O que é achar a sabedoria, de modo a ser bem-aventurado por isto.

1. Nós devemos obtê-la. É bem-aventurado o homem que, depois de tê-la encontrado, a torna sua, é beneficiado por ela e toma posse dela; bem-aventurado o homem que obtém entendimento (este é o significado da palavra), isto é,

(1) Que obtém de Deus a sabedoria. Pelo fato de não tê-la, o homem a obtém através do uso do “balde” da oração, obtendo-a da fonte de toda sabedoria, que a dá liberalmente.

(2) Que se esforça por ela, como alguém que extrai minério de uma mina. Se ela não vem facilmente, devemos empregar mais esforço, para extraí-la.

(3) Que melhora é alcançada através dela. Aqueles que possuem algum entendimento a obtém. Estes crescem em conhecimento. e se tornam capazes de transformar cinco talentos em dez.

(4) Que faz o bem com ela, que extrai do estoque que tem, como vinho de um recipiente, e transmite a outros, para sua instrução, coisas novas e velhas. É bem obtido, e com bons propósitos, o que é usa­ do com bons propósitos.

2. Nós devemos negociar através dela. Aqui lemos sobre a mercadoria da sabedoria, o que indica:

(1) Que devemos fazer dela o nosso negócio, e não um negócio secundário, como o comerciante dedica a maior parte dos seus pensamentos e do seu tempo à sua mercadoria.

(2) Que devemos arriscar tudo por ela. como em um mercado de ações, e devemos estar dispostos a nos separar de tudo por amor a ela. Esta é aquela pérola de grande valor que, quando a encontramos, devemos, de boa vontade, vender tudo para poder comprá-la (Mateus 13.45,46). Compra a verdade (Provérbios 23.23); ele não diz qual é o preço, porque devemos comprá-la a qualquer preço, em lugar de perdê-la.

3. Nós devemos nos apoderar dela, como nos apoderamos de uma boa barganha quando nos é oferecida, o que fazemos com cuidado ainda maior, se houver perigo de que ela seja tirada de nossas mãos. Nós devemos apreendê-la com todas as nossas forças, e empreender o nosso máximo vigor na sua busca, aproveitar todas as ocasiões para melhorar nela, e aprender até mesmo a menor das suas instruções.

4. Nós devemos retê-la. Não é suficiente apoderar­ se da sabedoria, mas devemos conservá-la, com firmeza, com a determinação de nunca deixá-la escapar; mas perseverar nos caminhos da sabedoria até o fim. Nós devemos apoiá-la (assim interpretam alguns), devemos abraçá-la com todas as nossas forças, como fazemos com o que devemos sustentar. Nós devemos fazer tudo o que pudermos para apoiar os interesses decaídos da religião no lugar onde vivemos.

 

II – Qual é a felicidade daqueles que a encontram.

1. É uma felicidade transcendente, mais do que pode ser encontrado na riqueza deste mundo, ainda que tenhamos muito dela (vv. 14,15). A sabedoria, Cristo, e a graça, e as bênçãos espirituais, são uma mercadoria não somente mais garantida, mas mais proveitosa, do que a prata, e o ouro, e os rubis. Suponha que um homem tenha estas coisas em abundância, ou melhor, que tenha todas as coisas que pode desejar deste mundo (e quem é que já teve?), ainda assim:

(1) tudo isto não pode comprar a sabedoria celestial; não, isto seria totalmente desprezado; não se dará por ela ouro fino (Jó 28.15, e versículos seguintes).

(2) Tudo isto não compensaria a falta de sabedoria celestial, nem poderia comprar o resgate de uma alma que se perdeu pela sua própria tolice.

(3) Tudo isto não traria ao homem a metade da felicidade, não neste mundo, que tem aqueles que tem a verdadeira sabedoria, ainda que não tenham nenhuma destas coisas.

(4) A sabedoria celestial conseguirá para nós, e nos garantirá, aquilo que a prata, e o ouro e os rubis não poderão comprar.

2. É uma felicidade verdadeira; pois ela inclui, e é equivalente a todas aquelas coisas que supostamente tornam os homens felizes (vv. 16,17). A sabedoria é aqui representada como uma rainha brilhante e generosa, que distribui dádivas aos seus súditos fiéis e amorosos, e os oferece a todos os que se submeterem ao seu governo.

(1) O aumento de dias é urna bênção? Sim, e muito valiosa; a vida inclui todo o bem, e por isto ela oferece esta bênção em sua mão direita. A religião nos proporciona os melhores métodos para prolongar a vida, nos dá o direito às promessas dela, e, ainda que os nossos dias na terra não sejam em maior número do que os de outras pessoas, ela nos conquistará a vida eterna, em um mundo melhor.

(2) As riquezas e a honra são consideradas bênçãos? Sim, e a sabedoria as distribui com sua mão esquerda. Pois, da mesma maneira como ela está disposta a abraçar com as duas mãos aos que se submetem a ela, também está disposta a distribuir-lhes dádivas com as duas mãos. Eles terão a riqueza deste mundo enquanto a Sabedoria Infinita julgar adequado para eles; ao passo que as verdadeiras riquezas, pelas quais os homens são ricos para com Deus, lhes estão asseguradas. Não há nenhuma honra, por nascimento ou por preferência, comparável à que acompanha a religião; ela torna o justo mais excelente do que o seu próximo, recomenda os homens a Deus, ordena o respeito e a veneração com toda a sobriedade da humanidade, e, no outro mundo, fará com que aqueles que agora estão sepultados em obscuridade, brilhem como o sol.

(3) O prazer (as “delícias”, v. 17) é desejado como qualquer outra coisa? Sim, e é verdade que a verdadeira piedade tem em si o maior prazer verdadeiro. “Os seus caminhos são caminhos de delícias”; os caminhos em que ela nos orientou a andar são caminhos em que encontraremos abundância de prazer e satisfação. Todos os prazeres dos sentidos não são comparáveis ao prazer que as almas benevolentes têm na comunhão com Deus, e ao fazer o bem. Quando desejamos ir a algum lugar, nós devemos andar naquele que é o único caminho correto para nos conduzir ao final da nossa jornada, seja ele agradável ou desagradável, formoso ou feio; mas o caminho da religião, como é o caminho correto, também é um caminho agradável; ele é suave e limpo, e cheios de rosas; todas as suas veredas são paz. Não há somente paz no final, mas paz no caminho; não somente no caminho da religião, de modo geral, mas nas veredas particulares daquele caminho, em todas as suas veredas, em todos os seus vários atos, aspectos e deveres. Aqui, um não amarga o que o outro adoça, como acontece com as misturas deste mundo, mas todos são paz, sim, uma paz que não é somente doce, mas segura. Os santos entram em paz neste lado do céu, e desfrutam um dia eterno de repouso e adoração ao precioso e bendito Senhor.

1. É a felicidade do paraíso (v. 18): “É árvore da vida”. A verdadeira graça é, para a alma, aquilo que a árvore da vida teria sido – a árvore da qual os nossos primeiros pais foram excluídos, por terem comido da árvore proibida. É uma semente de imortalidade, um poço de águas vivas, que jorra para a vida eterna. É um prenúncio da Nova Jerusalém, em cujo centro está a árvore da vida (Apocalipse 22.2; 2.7). Os que se alimentam e se banqueteiam desta sabedoria celestial não somente serão curados por ela de toda enfermidade fatal, como encontrarão um antídoto para a velhice e a morte; comerão e viverão para sempre.

2. É uma participação na felicidade do próprio Deus, pois a sabedoria é a sua glória e bem-aventurança eternas (vv. 19,20). O fato de que o Senhor, com sabedoria, fundou a terra, de modo que ela não pode ser removida, nem pode deixar de atender a todos os objetivos da sua criação, aos quais ela é admiravelmente e extraordinariamente adequada nos deve fazer amar a sabedoria e o entendimento que Deus nos dá. “Ele preparou os céus com inteligência”, e dirigiu todos os seus movimentos da melhor maneira. Os corpos celestiais são vastos, mas não há defeito neles – são numerosos, mas não há desordem neles – o seu movimento é rápido, mas não há desgaste; as profundezas do mar se romperam, e dali vêm as águas, abaixo do firmamento; as nuvens destilam o orvalho, as águas de cima do firmamento, e tudo isto, pela divina sabedoria e conhecimento; portanto, feliz é o homem que encontra sabedoria, pois com isto estará totalmente capacitado para toda boa palavra e obra. Cristo é esta Sabedoria, pela qual os mundos foram criados e ainda existem; felizes, portanto, são aqueles para os quais Ele é feito sabedoria, por Deus, pois Ele tem os recursos para cumprir todas as promessas anteriores de vida longa, riquezas e honra, pois todas as riquezas do céu, da terra e dos mares pertencem a Ele.

Autor: Vocacionados

Sou evangélico, casado, presbítero, professor, palestrante, tenho 4 filhos sendo 02 homens (Rafael e Rodrigo) e 2 mulheres (Jéssica e Emanuelle), sou um profundo estudioso das escrituras e de tudo o que se relacione ao Criador.

Key of All Secret

Adding Rythms to Thoughts

Naykelly_fotografias

Incríveis fotos do céu pra vocês

sosnaoestacerto

ajuda para a violencia domestica no trabalho e no namoro

Free Tantrik Aghori baba ji in India - Vashikaran free of cost

Free aghori baba, free tantrik, love problem solution, love marriage specialist,

Ventana literaria

La poesía es la libertad del alma.

Au'Pearce

Headed in the Right Direction

Marcos Denis Botelho

Projetos | Petróleo e Gás | Vendas On-line

Lembrar para não esquecer...

São memórias escritas em forma de crônicas e contos...

Prof.crisluked

Aqui o professor encontra sugestões de leituras, estudos e materiais.

SÜDAMERIKA LINK

This site is created for the purpose of Repatriating in digital format the Brazilian collections under the guardianship of Austrian Archives, Libraries and Museums.

Yve Laran

WRITER

Oliveira

Buscar a defesa das pessoas nos momentos importunos em que o mundo se apresenta – A PAZ É O NOSSO IDEAL.

Corpo e Sujeito

Somos um espaço direcionado à pessoas que precisam de cuidado e atenção com a saúde e bem estar global. Buscamos atender, dentro do possível, as necessidades individuais e do grupo de forma variada. Em alguns casos, é preciso criar lastro. O ser humano busca um determinado objetivo, mas, nem sempre o seu corpo esta preparado para os seus sonhos. É por isso, que precisamos de orientação especializada e experiente nas mais diversas situações.

O Renovo da Águia?

Aqui voce encontrará motivos para você não querer mais desistir. Você encontrará entrará num momento onde consiguirá enxergar que há momentos na nossa vida que já não temos força de continuar e existe um processo para você renovar suas forças e como a Águia voltar dar o seu voo mais alto e mais renovado do que antes.

Olho na Carreira de Sucesso

Site destinado a ajudar pessoas na Carreira profissional. E parcerias entre empresas

Teoria da Consultoria

Aprimorando conhecimento em gestão empresarial

Si quieres conocerme, mírame a los ojos

This WordPress.com site is the bee's knees

%d blogueiros gostam disto: