ALIMENTO DIÁRIO

JOÃO 19: 31-37 – PARTE II

Alimento diário - Comendo a Bíblia

A Crucificação

 

II – A morte dos dois salteadores que foram crucificados com Ele, v. 32. Pilatos ainda estava contentando os judeus, e deu ordens para que se fizesse o que eles desejavam: “Foram, pois, os soldados”, insensíveis a todas as impressões de piedade, e “quebraram as per­ nas ao primeiro e ao outro”, o que, sem dúvida, arrancou deles gritos hediondos, e os fez morrer de acordo com a disposição sangrenta de Nero, pois sentiam que estavam morrendo. Um destes salteadores era penitente, e tinha recebido de Cristo a certeza de que logo estaria com Ele no paraíso, mas ainda assim morreu na mesma dor e sofrimento que a do outro salteador, pois “tudo sucede igualmente a todos”. Muitos vão para o céu em meio aos apertos da morte, e morrem “na amargura do seu coração”. As agonias extremas da morte não impedem os consolos vivos que esperam pelas santas almas do outro lado da morte. Cristo morreu, e foi para o paraíso, mas indicou uma guarda que o conduzisse para lá em seguida. Esta é a ordem da ida ao céu – “Cristo, as primícias” e o precursor, e “depois, os que são de Cristo”.

Anúncios

Autor: Vocacionados

Sou evangélico, casado, presbítero, professor, palestrante, tenho 4 filhos sendo 02 homens (Rafael e Rodrigo) e 2 mulheres (Jéssica e Emanuelle), sou um profundo estudioso das escrituras e de tudo o que se relacione ao Criador.