GESTÃO E CARREIRA

PLANEJAMENTO SUCESSÓRIO FAMILIAR CRESCE NO BRASIL

Prática é uma das mais importantes para prevenir conflitos entre herdeiros, perdas patrimoniais e garantir a continuidade dos negócios.

Planejamento sucessório familiar cresce no Brasil

A passagem do bastão é o passo mais importante das provas de atletismo com revezamento. De nada adiantam velocidade, ritmo e resistência se essa transição não for bem executada. Assim como no esporte, a regra também vale para a sucessão de negócios e patrimônio familiares, quando não estar preparado para o momento da transição pode pôr tudo a perder.

De acordo com pesquisa realizada pela PwC – Price waterhouse Coopers, em 50 países junto a empresas familiares de faturamento entre US$ 5 milhões e USS 1 bilhão, cerca de 57% delas dispõe de planejamento sucessório. No Brasil, o volume de 19% já representa um crescimento em relação a 2014, quando apenas 11% possuíam processo sucessório estruturado.

Fora a preocupação com a sucessão nos negócios das empresas, o tema também é ponto de atenção entre as famílias detentoras de grandes fortunas no que tange a sucessão patrimonial. Para esse planejamento, é possível contar com os serviços de private banking.

É consenso entre especialistas que o planejamento sucessório familiar deve começar o quanto antes. A sistematização desse processo pode reduzir em até 75% o custo tributário, preservando o patrimônio e colaborando para evitar conflitos entre os membros da família.

O Banco do Brasil Private é referência em assessoria patrimonial e sucessória, com profissionais qualificados e preparados para oferecer soluções sob medida, alinhadas ao perfil e objetivos de cada investidor.

Os planos Brasilprev Private, por exemplo, favorecem o planejamento sucessório quando estruturados de forma customizada, eliminando o prazo do inventário e despesas advocatícias, com possibilidade de destinação dos recursos ainda em vida, designando os beneficiários com a quantia que cada um deve receber do total acumulado.

A solução pode ainda ser constituída como um fundo exclusivo de previdência e também apresenta vantagens como a não incidência do imposto semestral (come-cotas) e, em alguns estados do país, isenção do Imposto sobrea Transmissão Mortis e Doações (ITCMD).

Outra possibilidade é a criação de um fundo exclusivo, ou restrito de investimento podendo atender a um ou mais investidores de um mesmo grupo, com vantagens em termos de gestão dos recursos como a não incidência de imposto sobre as movimentações internas de ativos do fundo, aumentando assim as opções de aplicações, sem prejudicar a rentabilidade. Os fundos exclusivos contam ainda com gestão personalizada e profissional dos recursos.

Além disso, outros pontos importantes também merecem atenção.

O inventário, por exemplo, é um dos maiores problemas, pois sua conclusão pode demorar de três a cinco anos e consumir de 30% a 40% do patrimônio a ser compartilhado. A criação de uma holding familiar, conhecido como “inventário em vida”, pode ser uma solução para partilhar todos os bens da família com segurança, garantindo a sucessão aos herdeiros. Ela permite a doação das quotas aos herdeiros, sem burocracia e com reserva de usufruto ao patriarca.

O patrimônio da família deve ser pensado como algo perene. Planejar a passagem do bastão entre as gerações é estratégico e constitui o melhor caminho para garantir a todos os membros harmonia e proteção financeira.

DICAS PARA PREPARAR A SUCESSÃO PATRIMONIAL E DE NEGÓCIOS

  • Considere a flexibilidade no planejamento porque o processo sucessório é de longo prazo e pode ser impactado por questões de mercado ou familiares.
  • Engaje a família no processo sucessório para evitar controvérsias.
  • Seja racional na análise entre os sucessores e opte pelo melhor conjunto entre perfil e capacitação.
  • Invista no preparo dos sucessores e transfira todo seu conhecimento.
  • Monte uma base para consulta que pode envolver a criação de um conselho de administração para orientação estratégica e de um conselho de família para participação na gestão apoiando o herdeiro escolhido.

Autor: Vocacionados

Sou evangélico, casado, presbítero, professor, palestrante, tenho 4 filhos sendo 02 homens (Rafael e Rodrigo) e 2 mulheres (Jéssica e Emanuelle), sou um profundo estudioso das escrituras e de tudo o que se relacione ao Criador.