PSICOLOGIA ANALÍTICA

Violência contra mulheres

6 APLICATIVOS PARA COMBATER A VIOLÊNCIA CONTRA MULHERES

 

REDE DE PROTEÇÃO

Rede de proteção

Disponível para Android e iOS, o Agentto permite à usuária formar uma rede de confiança com 12 pessoas para emitir um alerta com sua localização e pedido de ajuda se houver uma situação em que se sentir em perigo. Na mesma linha, o app Circle of 6 propõe criar um círculo de seis amigas, que oferece rapidamente a localização em GPS em ocasiões de maior vulnerabilidade, como encontros marcados por meio de aplicativos de relacionamentos: www.circleof6app.com.

 

VÍTIMA DE AGRESSÃO

Vítima de agressão

O aplicativo Bem querer mulher é voltado para vítimas de agressão doméstica e assédio sexual. Traz lista de serviços de atendimento psicológico e de delegacias por região e de agentes cadastradas no site para oferecer apoio nessas situações, além de uma linha direta para o 180, serviço de proteção à mulher. Disponível para Android, na Google Play Store.

 

ASSÉDIO NAS RUAS

Assédio nas ruas

Chega de fiu fiu é um mapa para marcar locais onde ocorreram casos de assédio, de verbal a estupro. Muito intuitivo, permite à usuária preencher um rápido formulário para denunciar anonimamente o que sofreu ou viu e também contar a história em detalhes. Também traz orientações sobre como a vítima pode se comportar nessas situações: chegadefiufiu.com.br.

 

VIOLÊNCIA OBSTÉTRICA

Violência obstétrica

O app Parto humanizado possibilita que usuárias façam um plano de parto que podem enviar para seu médico e se informem sobre procedimentos comuns em maternidades que na verdade são práticas de violência obstétrica, como pressão para optar por cesárea, anestesia sem conhecimento da gestante e excesso de exames de toque. Traz orientações sobre como fazer denúncias de agressão durante e após o parto e indicações de acompanhantes profissionais para parto humanizado. Pode ser baixado na Google Play Store, apenas para Android.

 

CAMINHO MAIS SEGURO

O caminho mais seguro

O Malalai ajuda a escolher o trajeto mais seguro, principalmente à noite. Com informações feitas por mapeamento colaborativo, de forma que uma usuária ajuda a outra, reúne informações sobre movimento na rua, presença de policiamento fixo nas proximidades, prédios com porteiros e estabelecimentos comerciais abertos, trechos mal iluminados e ocorrências anteriores de assédio. Também é possível enviar uma mensagem avisando que chegou a seu destino. O mapeamento colaborativo estará disponível em breve. Para Android e iOS: malalai.com.br.

 

“UBER” PARA MULHERES

Uber para mulheres

A ideia do aplicativo Lady Driver surgiu diante dos casos de assédio por motoristas de táxi e do Uber. Apenas mulheres sem antecedentes criminais dirigem. A plataforma já conta com duas mil motoristas cadastradas em São Paulo e em breve será expandido para outras cidades. Para Android e iOS: ladydriver.com.br.

 

Fonte: Revista Mente e Cérebro – Edição 297

Autor: Vocacionados

Sou evangélico, casado, presbítero, professor, palestrante, tenho 4 filhos sendo 02 homens (Rafael e Rodrigo) e 2 mulheres (Jéssica e Emanuelle), sou um profundo estudioso das escrituras e de tudo o que se relacione ao Criador.