GESTÃO E CARREIRA

Profissional Poliglota

PROFISSIONAL POLIGLOTA

Não há atalhos para aprender um novo idioma. Mas ter clareza sobre seus objetivos e adotar regras de organização ajuda a desenvolver essa habilidade.

 Você ainda precisa aprender inglês ou espanhol? Pois você não está sozinho. Por mais importante que seja para a carreira e para o desenvolvimento pessoal, poucos brasileiros dominam mais de um idioma. Para você ter uma ideia, em 2015, o Brasil ficou na 41ª posição entre 70 países em um levantamento da Education First, empresa de educação, que mediu o nível de proficiência do inglês entre diversos países no mundo. Mas, em vez de desanimar com esse número, pense nas vantagens que esse aprendizado pode proporcionar. Só ao dominar uma segunda língua, você já estará na frente de milhares de candidatos.

Conseguir fluência em outro idioma tem seus desafios, mas não é algo só para alguns sortudos. “É mito achar que um adulto não tem mais como assimilar uma nova Iíngua”, diz Ângela Morastoni, coach de aprendizado e idiomas, de Blumenau (SC). “Todos têm capacidade em qualquer idade.” A chave está em saber se organizar e se motivar para manter uma rotina de estudos seja em casa ou em uma escola.

  1. Descubra sua motivação

Aprender inglês ou espanhol é a sua meta, contudo ela é um tanto ampla. Reflita sobre seu objetivo de vida e como a língua o ajudará a conquistá-lo. Seja para s tornar uma pessoa mais independente, sem precisar de intermediários para se virar no outro idioma, seja para s comunicar com gente de fora e aprender mais sobre outras culturas.

Descobrir o que é importante para você vale tanto para se motivar quanto para ter clareza de quais devem ser suas prioridades na hora de planejar sua rotina de estudos.

  1. Identifique em que nível está

Antes de se inscrever em um curso, procure descobrir qual é o seu nível real na Língua que quer aprender. “Soa óbvio, porque todo mundo acha que é básico e vai começar do zero”, diz Jaime Cará, coordenador de educação do CNA, rede de escolas de inglês e espanhol. “Mas muita gente ignora que já tem algum nível e perde tempo com coisas menos necessárias.” Portanto, não subestime ou superestime seu próprio nível. Faça um teste, disponível online ou em escolas de idiomas, para saber onde você está e começar do lugar certo.

  1. Saiba aonde você quer chegar

“Dizer que quer ser fluente é genérico, é preciso que a pessoa saiba qual nível almeja”, afirma Jaime. Pense no que você mais gostaria de ser capaz de fazer na nova língua: escrever e-mails curtos, fazer apresentações ou conversar ao telefone? Para isso, ajuda consultar o Quadro Europeu Comum de Referências, usado no mundo todo, e que descreve com detalhes o que cada nível é capaz de fazer e quantas horas de estudo são necessárias para atingi-los. Busque materiais que tenham a ver com aquilo que você quer conquistar.

  1. Planeje uma rotina – e não tenha pressa

Aprender uma língua leva tempo e exige priorização da agenda. Por isso, analise detalhadamente o seu dia a dia e veja onde pode abrir espaço para se comprometer com o estudo do novo idioma. Preveja os horários em que irá estudar e não abra mão deles. E, se puder estudar em intervalos menores, mas com maior frequência, é até melhor. “Tenho visto muito mais resultado quando os alunos estudam um pouco a cada dia em vez de um dia na semana com muitas horas”, afirma Andrea Trench, professora de inglês e espanhol, de São Paulo.

 5.Diversifique seus estudos

Divida o estudo entre gramática, conversação, escuta e escrita. “Planeje quando vai estudar e varie”: diz Andrea. “Num dia, foque em gramática. No outro, estude um vídeo No outro, escreva.” Dá para priorizar aquilo que for mais urgente, mas não deixe nada de fora: todos são importantes. Além de uma gramática com exercícios, você pode buscar vídeo aulas, aplicativos e textos apropriados para seu nível na língua. Reserve um tempo também na semana para revisar os conteúdos gramaticais que você estudou na semana anterior.

  1. Supere seus medos

Como adultos, estamos acostumados a afirmar nossos conhecimentos. Mas não tem jeito: aprender um idioma novo significa não saber dizer as coisas mais básicas. “Expor nossas imperfeições é desconfortável”, afirma Ângela. “Mas temos que lembrar que não se aprende uma língua fechado num quarto. É algo que se constrói na vivência.” Aceite que você irá errar, mas que só assim vai conseguir evoluir. Por isso, não espere alcançar um nível avançado para começar a praticar, faça isso desde o começo do aprendizado.

 7.Encontre pessoas para praticar

“Sugiro que se dedique um terço do tempo de estudo para a interação”, afirma Jaime. Encontrar uma pessoa que esteja aprendendo a mesma Língua, ainda que em um nível diferente do seu, pode ajudar bastante. Ao usar o idioma, fica mais fácil memorizá-la e ver onde você tem dificuldades. Isso é importante especialmente para que está estudando sozinho e não tem os colegas de sala para praticar. Se não encontrar ninguém, use a internet a seu favor: interaja em fóruns daquela Língua e em serviços de chats internacionais.

  1. Aumente seu contato com a língua

Além das horas de estudos, você pode usar seu tempo livre para ter mais contato com o idioma que está estudando. Assistir a vídeos do YouTube, pequenas reportagens e filmes em inglês com legendas em inglês são um exemplo. No caminho do trabalho, ouça podcasts especiais para quem está estudando. Mude o idioma do celular, de jogos e do computador para a língua que você quer dominar. “Só não pense que dá para ficar vendo filmes em inglês e achar que vai aprender por osmose… Precisa ter um exercício por trás”, diz Jaime.

 FERRAMENTAS GRATUITAS PARA QUEM QUER APRENDER SOZINHO

 Aplicativos

MEMRISE – Baseado em um estudo sobre como construímos memórias recentes e de longo prazo, ensina vocabulário e regras gramaticais por meio de lições curtas, revisões e desafios. Também funciona como um site. – memrise.com

HELL OTALK- Este aplicativo permite que você converse com falantes nativos que estejam aprendendo a língua. A ideia é que você os ajude também a aprender as línguas que você sabe. – hellotalk.com

DUOLINGO –  O aplicativo e site tem cursos que prometem levar o usuário até o nível intermediário, com exercícios interativos. – duolingo.com

Sites

CONVERSATIONEXCHANGE.COM- Plataforma para encontrar falantes nativos da língua praticada que possam praticar com você.

PODCASTSINENGLISH.COM-  Site com podcasts desde o nível mais básico até o avançado para quem está aprendendo inglês.

PODCASTFRONSPAIN – Como o anterior, mas para quem quer aprender espanhol.

Canais do YouTube

ENGLISH IN BRAZIL – A brasileira Carina Fragozo dá dicas e miniaulas em seu canal no YouTube: youtube.com/user/carinafragozo

EDUCAÇÃO ATIVA – O canal oferece um curso de espanhol para iniciantes e intermediários, além de aulas em inglês e italiano. youtube.com/user/superchefft1970

Autor: Vocacionados

Sou evangélico, casado, presbítero, professor, palestrante, tenho 4 filhos sendo 02 homens (Rafael e Rodrigo) e 2 mulheres (Jéssica e Emanuelle), sou um profundo estudioso das escrituras e de tudo o que se relacione ao Criador.